1:b

sobre ser só, eu sei. sou um caos manso intensamente reprimido por dentro desfrutando da solidão dos dias, tomando goles de mim mesmo para não me sentir vazio. guardando no âmago uma euforia faminta pelo tempo que ainda não chegou mas que pretendo viver.

devaneios

eu beijaria você mais uma vez,

só pra sentir o gosto do desastre na boca de novo. e de novo.

te faria acreditar em coisas irreais mais uma vez, porque elas existem.

[sentir o lado bom do gozo].