16 de novembro

Av. 16 de Novembro / Acervo

“Enfim, a má distribuição das linhas de ônibus, os itinerários, em grande parte, semelhantes, as deficiências técnicas da grande maioria das ‘empresas’, a falta de cumprimento dos horários estabelecidos e o preço das passagens têm concorrido para explicar o descontentamento da população em relação aos únicos tipos de veículos coletivos que pode utilizar”.


  • Belém: estudo da geografia urbana vol. 2 de Antonio Rocha Penteado (1965)

_George Harrison and/e Jack Ford; United States/Estados Unidos; Utah; Salt Lake City; Salt Palace; November 16th 1974/16 de novembro de 1974.

_George Harrison, drinks and food/George Harrison, bebidas e comida.

_George Harrison’s laugh/A risada do George Harrison.

_Source/Fonte: Solo Beatles Photos Forum.

LUTO!

É com muito pesar que noticiamos o falecimento da dubladora Tsuru Hiromi, conhecida pela voz de Dokin chan, de Anpanman, e Bulma, de Dragon Ball.

Tsuru Hiromi foi encontrada em um carro, numa avenida em Tóquio, inconsciente e sentada no banco do motorista com o cinto de segurança preso, por volta das 19h30 do dia 16 de Novembro (horário do Japão). Ela foi levada ao hospital mas a sua morte foi confirmada.

O Departamento de Polícia está investigando a causa da morte, onde há indícios de ter sido por algum mal súbito, já que não havia sinais de acidente no local.

Descanse em paz, obrigada por ter feito parte da minha vida. 🌹❤

“Uma decepção pode diminuir o tamanho de um amor que parecia ser grande. Uma ausência pode aumentar o tamanho de um amor que parecia ser ínfimo. É difícil conviver com esta elasticidade: as pessoas se agigantam e se encolhem aos nossos olhos. Nosso julgamento é feito não através de centímetros e metros, mas de ações e reações, de expectativas e frustrações.”

— Martha Medeiros

(Leide Sardeiro, 16 de Novembro - 2017)

Celebração do Dia
16 DE NOVEMBRO

Festival hindu Diwalii em homenagem a Lakshmi, a deusa da prosperidade e da boa sorte e a Sri, um aspecto da deusa Gauri ou da própria deusa Lakshmi, representando tudo o que é benéfico, também chamada Giriputri na Indonésia.
Diwali significa guirlanda de luzes e resume, assim, as características desta festa muito popular na Índia e no Tibete. Durante os cinco dias do festival, as ruas são iluminadas e soltam-se fogos de artifícios. As casas são limpas, decoradas com flores e imagens de Lakshmi e depois enfeitadas com pequenas lâmpadas, as “diye”. As famílias se visitam, trocando presentes e celebrando com comidas tradicionais, como os bolos de arroz “khil” e os doces “patashe”. Os altares das casas e dos templos são enfeitados com guirlandas de flores e com desenhos tradicionais coloridos, chamados “rangoli”. Colocam-se pequenos barcos feitos de côcos com velas nos rios e as crianças andam carregando tochas acesas. Os brahmanes visitam as casas e deixam símbolos e moedas abençoadas para atrair a prosperidade e as bênçãos da deusa. Trocam-se os livros de contas nas lojas e compram-se novas imagens de Lakshmi, para carregar nas bolsas.
Noite de Hécate Trivia, a senhora das encruzilhadas, padroeira das feiticeiras.
Nos países de tradição celta, ao pôr-do-sol deste dia, começa o Festival de Hécate, com oferendas de ovos galados, romãs, maças, velas e pêlos de cachorro preto nas encruzilhadas, pedindo sua proteção e orientação nos momentos de decisão.
Celebração da deusa celta da magia Tlachtga, a senhora dos raios, padroeira das revelações súbitas. Na colina com seu nome eram celebrados os Sabbats de Samhain.
Festival de Bast, a deusa egípcia com cara de gato que representava as qualidades benéficas dos raios solares.

*informações extraídas do livro “ O Anuário da Grande Mãe”, de Mirella Faur.

Para revista TotalFilm, o Aquaman Jason Momoa falou sobre a sua relação com seus companheiros de Liga da Justiça.

Sobre Henry Cavill ele contou: “Henry ‘Superman’ Cavill é aquele que mais me ensinou… Ele me deu todas as direções.”

Realmente, como Momoa descreveu, esse time é “como uma grande e super forte família”

Liga da Justiça estreia no Brasil dia 16 de Novembro.

Então dessa vez eu tentei fazer diferente. Eu não fui la, me lotei de qualidades e conquistei. Eu só fui lá e me expus a você. Eu estava embriagada de certezas e resolvi joga-las a você. Me declarei. Agi boba e irracionalmente, e foi só o que precisou pra você também agir da mesma forma. Como somos iguais. Caralho. Nossos gostos não bate em nada. O que foi que eu disse quando tava bebada? “Ela gosta de rock e eu de arrocha” e por Deus, foi a frase mais ridicula que eu disse. Ainda acho que “Ela vai me foder, mas eu gosto” menos ruim que isso. Somos exatamente iguais, porem do lado avesso. Você tem medo de trovões e eu amo tanto que até o significado do meu nome é relacionado a isso, você não precisa de motivos pra fazer o que quer que seja, eu já procuro de motivos a justificativas para minhas ações. Você decretou nosso fim, e eu estou contando os dias pro nosso recomeço. O meu apelido é “Princesa”, mas você que é a realeza da história. Eu que sou a gorda e você quem fica com o apelido de “balofinha” e cara, como eu amo te chamar assim. Enquanto alguns casais não tem uma música que os descrevem, nós temos uma música pra cada momento. Você me odeia por eu ser tão estupida, e eu te amo por ser tão maluca. O que a gente tem tá mais pra anti-matéria, a gente é o inverso do que tem no mundo, coisa rara de se ver. Teu sobrenome deveria ser orgulho, e o meu deixa como estar. Tu deveria ser menos turrona, morena. Ou tu deveria ser só minha mesmo.
- Era 16 de novembro, e você desapareceu.
Não sei como vou reagir depois de tantas coisas que acontecerão, tantas lutas, tantos beijos, não sei se vou aguentar depois do dia 16 de novembro. Não quero ver as pessoas falando como se tudo tivesse acabado, não quero. Lá no fundo eu sei que não vai acabar nesse dia, e nem nunca. É apenas o começo da eternidade. E a cada pessoa que falar que é o fim, vou me lembrar da eternidade. Vou me lembrar que sou twilighter hoje, amanha e sempre. O meu maior amor é Crepúsculo. E eu prometo amor eterno pela Saga Crepúsculo.

Domingo, 16 de novembro de 2014.

Quem fez o Enem esse ano conhece muito bem essa frase (principalmente para quem pegou a prova rosa no primeiro dia do exame, que foi o meu caso). E eu acredito nela, mesmo com tanto desamor no mundo. Apóstolo Paulo falou em sua carta para os Colossenses o seguinte: ‘O amor é o elo que uni todas as coisas’. E acrescento, não vale a pena desistir do amor. É ele que faz crescer as coisas boas, torna tudo em magia e vence todas as batalhas do dia-a-dia. E falar de amor me faz lembrar de Deus. Ele é o próprio amor! E quem não ama, não é Dele. A maior prova de amor foi escrita na cruz e eu sou tão grata por isso. Às vezes paro e imagino se Jesus tivesse desistido o que seria de mim uma hora dessa. Com certeza estaria perdida e sem vida. E se Ele não desistiu, quem somo nós para desistir? Mesmo com o coração arrebentado, mesmo com uma tristeza enorme no peito e com vários motivos para parar, não deixe de acreditar no amor. E falo em todos os aspectos, tanto do eros ao fraternal. Deus tem cuidado de tudo, então ame. Ame o céu, as árvores, as pessoas. Não permita que uma decepção destrua sua vida sentimental, acredite no amor. Não permita que a partida de um parente destrua sua família, acredite no amor. Não permita o ódio em seu peito, repito, acredite no amor. Faça isso sua filosofia de vida: ‘Eu acredito e viverei o amor!’. E grite isso aonde você for. Faça o Amor sua morada e deixe isso transbordar de suas veias, palavras e atitudes.

Foto: Cícero Oliveira

Brenda F. Araújo