11 meu

Deus faz todas as coisas. E, como você não pode entender como começa uma nova vida dentro da barriga de uma mulher, assim também não pode entender as coisas que Deus faz.
—  Eclesiastes 11:5
câmbio, desligo

Não me avisaram, lá quando eu tinha meus 11/12 anos, que se apaixonar doía e vinha cheio de pré-requisitos. Não me avisaram que era pior do que tirar as casquinhas de uma ferida ainda em carne viva e que quanto mais você tentava, pior era. Não me avisaram sobre as decepções e os prazeres, sobre os corações partidos, principalmente. Ninguém se preocupou em avisar que, amar, amar não era tão bom assim, mas que às vezes, e não eram raras, ele se superava e fazia você agir como uma bobona quando precisava ter coragem para colocar a culpa em corações alheios, que o motivo da briga não foi a sua saia curta, foi o demasiado ciúmes que ele tinha.
Ninguém se preocupou em avisar que aniversário se comemora de mês em mês até completar um ano e que depois dali raras são as ocasiões comemorativas, que muitas vezes tudo vira rotina e cai fadado ao fracasso. Então você lembra que também não te avisaram sobre o fracasso, não te disseram que ele vinha de brinde e tampouco que entrava no pacote do “amor idealizado”. Esqueceram de dizer também que amar é ter parcela de culpa, às vezes mais que o outro, nada é 50% pra cada, às vezes o vacilo pesa muito mais de um lado e a cota de culpa ultrapassa os 70%.
Mas me diga se não é melhor aprender na prática do que ouvir lamúrias alheias de que o pobre coitadinho é sempre o culpado da tão famosa frase: “nunca mais irei amar alguém na vida”.

Mas eu só quero lembrar
Que de 10 vidas, 11 eu te daria
Que foi vendo você
Que eu aprendi a lutar
Mas eu só quero lembrar
Antes que meu tempo acabe, pra você não se esquecer
Que se Deus me desse uma chance de viver outra vez
Eu só queria se tivesse você
Desde o início o nosso lance sempre foi uma troca de favores: Eu tiro a sua carência e você a minha. Sem julgamentos, sem compromisso, apenas uma troca de favores. Mesmo que eu te conheça mais do que os seus amigos mais íntimos, eu me recuso a aceitar que qualquer gesto seu mais carinhoso seja uma demonstração de afeto. Sempre foi assim: Você me liga, me pede pra ir até o seu apartamento, a gente fica no seu quarto até a madrugada e assim que você dorme eu pego minhas coisas e vou embora. Porém o que me deixou mais confusa é que no ultimo Domingo que eu fui no seu apê você não quis me deixar ir embora, você disse que estava com saudades do cheiro de morango que tem o meu cabelo e simplesmente beijou a minha testa. Você vê o quão grave isso é? Você não pode simplesmente beijar a minha testa e dizer que estava com saudades do meu cheiro, isso é burlar as regras. Isso é quebrar o nosso acordo. Isso é me deixar numa linha de tiro sem saber o que se passa na sua cabeça e no seu coração. Quando você disse “ruiva, fica mais” no meu estômago rodopiavam bailarinas com sapatilhas de espinhos, eu não sabia o que eu estava sentindo, mas eu queria ficar ali. Eu queria ficar perto do seu halito de chiclete de menta, perto do seu perfume vagabundo e perto das suas roupas com o seu cheiro de perfume vagabundo. Mas eu fui mais forte, fui pegando minhas coisas pelo chão e dei qualquer desculpa para ir embora, você segurou meu braço e sussurrou um “Se você for embora agora eu vou ter insônia e minha serotonina vai foder com a minha noite” e eu dei um riso frouxo “Serotonina? você nem sabe o que é isso Coelho” “Hahaha, é que vi uns playboys falando e quis gastar contigo”. O que você não sabe é que quando você não consegue tirar alguém da sua cabeça, a falta da serotonina no corpo é geralmente a culpada. E mais uma vez, te beijei e fui embora, assim que você fechou a porta eu encostei a cabeça nela e convenci a mim mesma de que você realmente não sabia o significado da palavra e que isso não foi um sinal. Assim como o beijo que você me deu na testa e a mão que você descansa na minha coxa enquanto dirige.
—  Sobre cabelos ruivos, olhos vermelhos, Coldplay e Rap.
Não estou dizendo isso por me sentir abandonado, pois aprendi a estar satisfeito com o que tenho. Sei o que é estar necessitado e sei também o que é ter mais do que é preciso. Aprendi o segredo de me sentir contente em todo lugar e em qualquer situação, quer esteja alimentado ou com fome, quer tenha muito ou tenha pouco. Com a força que Cristo me dá, posso enfrentar qualquer situação.
—  (‭Filipenses‬ ‭4‬:‭11-13‬)
Eu tentei muitas vezes te curar, te salvar. Mas você nunca me ouvia, insistiu em permanecer, insistiu em sentir. E talvez esse tenha sido seu erro. Permanecer. Porque sou eu que te machuco, sou que te destruo, amor. Sou eu que rasgo suas entranhas e dilacero seus sonhos. Eu sou essa catástrofe em forma de céu claro com poucas nuvens. Eu sou essa mentira que você insiste em acreditar, e você escolheu ficar. Mesmo tendo todos os motivos para me apagar da tua vida, mesmo sabendo do risco, mesmo sabendo que a destruição era iminente e instantânea.
—  11:03pm.
Ce vrei să știi despre mine? Alege numerele.

1. Lucruri pe care le iubesc.

2. Lucruri care mă deranjează.

3. Cel mai frumos și romantic moment din viața mea.

4. Cel mai frumos cadou pe care l-am primit.

5. Cel mai frumos cadou pe care l-am dăruit cuiva.

6. Cel mai frumos moment din 2013.

7. Vârsta mea.

8. Culoarea ochilor.

9. Ultimul mesaj din telefon.

10. Cea mai frumoasă vară pe care am avut-o.

11. Numele primului meu iubit.

12. Cum a fost primul sărut.

13. Ceva ce nu voi putea niciodată să uit.

14. Cum arăt.

15. Ce îmi doresc în momentul acesta.

16. Ultimul apel din telefon.

17. O melodie sau un vers ce îmi amintește de cineva drag.

18. Unde și cum mă văd peste 5 ani.

19. Ce părere am despre blogul tău.

20. Orice altceva. Întreabă tu.