*tes5:s

6

I SUPPORT THIS RELATIONSHIP!!!!!!!!

Foster Siblings Feuilly and Montparnasse
  • Feuilly is a few years older than Montparnasse, and has been living in the orphanage for as long as he can remember. He’s managed to channel that anger, jealousy, and sadness he used to feel into something positive
  • Montparnasse hasn’t
  • He’s just a kid who craves attention and care and reassurance
  • One day, Feuilly finds him crying alone in the bathroom, his knuckles blooded and his knees grazed, a little lost boy of 7. Some older kids say he looks too soft and needs to be roughened up. No matter how harshly Montparnasse tries to push Feuilly away, he collapses in Feuilly’s arms in tears
  • Feuilly patches up his scraped knees while Montparnasse is sitting on the cold and impersonal kitchen counter. Parnasse doesn’t say anything. He’s ashamed, for the most part. But grateful, too
  • Montparnasse does get rougher through the years. Better be on top of the foodchain than crying alone in a bathroom stall. No one makes comment on his soft face anymore.
  • But he does keep a soft spot for Feuilly. Montparnasse sometimes gives him stuff from his candy stash, while making other kids pay full price
  • Feuilly teaches Montparnasse things sometimes. Feuilly loves that, learning. He’s got a whole bunch of books under his bed and two library cards. Montparnasse, not so much. But he does like to listen
  • Feuilly being the closest thing to family Montparnasse has ever had
  • Feuilly having a fondness for that kid he won’t see as anything else than that seven year old he took under his wing
Eu não sei mais agir por mim mesma, e sempre me perco quando você não está por aqui. É tudo muito mais do que questão de carência ou, seja lá como você quiser chamar. Ninguém nunca me viu da forma como você vê, ninguém nunca prestou tanta atenção em mim e deu tanto valor a minha forma de agir falar, de pensar e… Bom, eu sei que é errado, mas a verdade é que eu dependo de você para me sentir completa. Tenho medo de que você se canse de tudo e desista de nós, por isso te peço do fundo do meu coração: Não faça isso. Eu sou aquela que enfrentaria o mundo se você viesse comigo, sem medo, sem anseios, sem dúvida. Seu amor me basta. Pois é, eu tenho medo.  Mas é só você chegar que tudo se torna mais fácil, as coisas fluem melhor, e realmente o motivo de todo meu sorriso é você.  Pode ser clichê, mas você é aquela peça do quebra-cabeça, sabe, aquela mais difícil de achar. Você consegue preencher um vazio em mim pelo simples fato de existir. E na boa, eu estou topando tudo com você, só falta você vir também! Queria não ser tão dependente e negar que não preciso e você e que quando você some, me faz falta demais. Mas não importa, já assumi, já gritei aos sete mares, eu quero você só pra mim. Vem, vem pra ficar. Quero ser tudo que um dia você sonhou, pra você saber como me sinto quando você está comigo. Você me preenche, ou melhor, me transborda. E eu amo me transbordar de você. Sua presença é a minha felicidade completa. Seu sorriso, seu toque, tudo que você transmite por perto me faz bem. Sei que palavra de gente apaixonada não conta, mas você é tudo que eu digo e um pouco mais. Você é a paz que sempre quis ter na minha vida. Claro que também traz confusão. Meu coração se revira em sentimentos que não sei explicar e isso compromete minha estabilidade. Mas, até assim, isso é bom. Você me dá uma razão pra caminhar, me faz ser melhor. Tudo que sou e me transformei, eu devo ao seu amor.
—  Escrito por Isabella, Jasmyne, Isadora  e Juliana em Julieta-s.