*tai

youtube

Footage from the 2016 Tiger Claw Elite Tournament in San Jose. My student competed in a handful of divisions that day but this is the only video he’s in. You’ll see him, the kid with the white top and broadsword at 2:30. I am super proud of him for competing, he worked really hard to prepare for this tournament putting in many extra training hours both in and outside the school. What a trooper!

Oh and to top it all off, Hung Gar Grandmaster Chiu Chi Ling was one of his judges!!!

One Shot Harry Styles

Styles estava encostado no corrimão no topo da escadaria de onde podia enxergar todo o grande salão de festas e principalmente sua mulher na presença de outro homem, somente esse fato fez o seu sangue ferver quando pôs seus olhos nos dois. Ele bebeu o uísque que restava em seu copo em um só gole a tempo de vê-la rir e apoiar sua mão no braço do homem em um ato intimo.

Ela nunca tinha o desobedecido, a regra principal para o bem dela é apenas: não conversar com nenhum homem quando ele não estiver presente. E como se desafiasse a sorte, ela fica se esfregando em outro homem na frente da única pessoa ao qual ela deve se esfregar.

Styles travou seu maxilar ao que a mulher enlaçou seu braço ao do homem e os dois caminharam para fora do salão, essa foi à gota d'agua, até o final da noite ela seria devidamente punida.  

Descendo a escadaria apressado, Harry seguiu os dois em uma distância a qual não podia ser notado e assim que os dois pararam, ele também parou observando apenas para ter certeza do que aconteceria se ele não estivesse ali.

O homem colocou uma mão no rosto da mulher e quando seus lábios estavam para se encostarem eles pularam de susto ao ouvir um barulho alto de vidro quebrar no chão e quando a mulher viu quem havia quebrado o copo, travou. Em passos lentos Harry caminhou até os dois agora separados que o encarava, o homem ao lado da mulher não sabia ao certo de quem se tratava, mas fazia ideia já que ele sabia que estava com uma mulher comprometida.

A cada passo dado por Styles, seu punho cerra cada vez mais, ele não deixaria essa tentativa de traição impune, ele puniria do seu modo, mas ele não iria deixar passar. Assim que ficou frente a frente com o homem que achou que poderia ter sua mulher, ele desferiu um soco em seu olho esquerdo com toda força que ele tinha fazendo o homem se desequilibrar e cair.

Assustada (seu nome) deixou um grito fino e estridente sair de sua boca a tapando com a mão. Antes que ela pudesse fazer algo a respeito, já estava sendo puxada para a saída tendo a grande e forte mão de Harry em torno de seu braço. O que ela pôde fazer foi olhar para trás para ver o homem ainda caído no chão até que foi jogada dentro do carro.

O caminho até a casa de Harry foi em silêncio, na verdade a casa era dos dois, mas (seu nome) a considerava de Harry quando ela nunca teve a intensão de morar lá. A verdade é que ela é vitima do amor doentio dele, ele se apaixonou por ela e com isso acha que é seu dono e pode comandar todos os seus passos.

(Seu nome) só conseguia pensar em como Logan estava, queria saber se alguém o encontrou ou se ele foi atrás de gelo para o seu olho, ela se preocupa com ele, se preocupa porque gosta dele, gosta como gostou de Harry um dia, mas ele fez o favor de acabar com qualquer migalha de sentimento que ela nutria por ele. Há muito tempo eles não eram um casal comum, só eram considerados um casal porque Harry a ameaça constantemente a ficar com ele, caso contrário (seu nome) estaria nos braços de Logan.

O carro parou e (seu nome) só se deu conta quando Harry a puxou para fora sem um pingo de delicadeza, a arrastando para dentro ainda em silêncio e ela sabe que quando há muito silêncio algo está se passando na mente doente do cacheado. Ela quase não conseguiu acompanhar os passos do homem na escadaria, ele subia os degraus de dois em dois dificultando para ela que está de salto.

Ao adentrarem o quarto, Harry rasgou em dois o tecido do vestido de sua mulher, ela se assustou, mas nada que não já tenha acontecido antes. O que sobrou do vestido foi ao chão sendo acompanhado pela lingerie que ele a presenteou e obrigou a usar naquela noite, ele ama escolher o que ela vai ou não usar.

O corpo da garota foi empurrado com brutalidade na cama e ela sabia que a posição que deveria ficar, o barulho da fivela do cinto sendo tirado soou aos ouvidos dela a fazendo apertar os olhos a esperando os golpes contra suas nádegas.

— Você achou mesmo que eu não iria saber? — a voz rouca ecoou pelo quarto e logo depois o som do coro do cinto encontrando a pele da garota em um grande golpe que a fez gritar — Acha que eu sou burro? Acha que ele é melhor do que eu? Você se acha uma vadia inteligente? — ao final de cada pergunta ele a batia com toda a sua força.

(Seu nome) sabe que as perguntas não precisam de respostas, ele não queria as respostas, o que o interessava era somente descontar a sua raiva, então em vez de responder ela tentava apenas controlar seus gritos de dor porque sabe que ele se irrita ainda mais com eles.

Harry podia sentir seus olhos queimarem de ódio, suas pupilas estavam dilatadas e suas íris verdes mais escuras. Todo o percurso da festa até sua casa ele criava em sua cabeça cenas do homem tocando sua mulher como só ele pode tocar, o homem fazendo coisas com ela que só ele pode fazer e a sua raiva que já estava em um nível alto, triplicou.

— Quantas vezes eu tenho que dizer que você é minha e de mais ninguém? — ele desferiu mais um golpe com o cinto na nádega da mulher que se encontrava com vários vergões grossos causado pelo cinto. — Você é minha! Apenas eu posso fazer o que quiser com você, vadia.

Styles puxou a mulher pelos cabelo a obrigando olhá-lo enquanto ele dizia com toda certeza ter posse dela, com lágrimas descendo pelo rosto (seu nome) apenas afirma com a cabeça sentindo cada vez mais a mão do homem se apertar em seu cabelo.

— Eu quero que você me toque. Quero que me chupe como só você sabe fazer.

O cinto foi ao chão enquanto com uma mão Harry abaixa sua calça e cueca deixando ambos em seus joelhos, seu membro amostra está bem em frente ao rosto de (seu nome) que logo o segura pela base começando a estimulá-lo.  

Assim que sente o desejo pela boca quente e molhada da mulher em volta do seu membro, sem aviso algum Harry empurra a cabeça de (seu nome) até ele obrigando-a chupá-lo enquanto controla o movimento de sua cabeça com a mão que agarra seus cabelos. É assim por alguns minutos até que ele sente que está perto de gozar e puxa o cabelo da mulher para trás tirando a boca dela de seu membro em um estalo.

As lágrimas no rosto de (seu nome) já haviam secado, ela se acostumo com a ardência em sua bunda e agora só queria que o Harry terminasse com sua punição doentia, ela não pode dizer que não gosta de estar com ele, a verdade é que ela odeia o modo dele agir. Quando está somente os dois, ele a trata como um namorado trata uma namorada, com carinho e amor, mas a partir do momento em que mais algum homem está em um raio de dez metros de distância da mulher, ele se mostra totalmente diferente.  

Por anos ela aguentou suas crises de ciúmes por causa de seus amigos, vizinhos, carteiros, entregadores de pizza, primos, atores na televisão e até de seu irmão; tudo parece ser uma ameaça para Harry e ele começou a descontar seu ciúmes e raiva nela por meio de “punições”.

Quando ela se viu cansada de tudo isso tentou se livrar da relação, o que a resultou em uma grande marca de dedos em seu rosto e o lábio cortado.

Logan apareceu na sua vida quando Harry relutantemente a deixou ir visitar sua mãe, ele havia se mudado para a casa ao lado e era um excelente vizinho segundo a sua mãe, em apenas um dia eles se beijaram, (seu nome) estava frágil por ter brigado mais uma vez com o cacheado e ela precisava de carinho como quando criança precisava de sua mãe. Ela se arrependia de tê-lo deixado de participar do tsunami que é a sua vida, Harry é doente por ela e apenas ela precisa sofrer as consequências por ter se envolvido com ele.

— Eu vou gozar na sua cara porque você é a minha vadia.

Styles continuou a segurá-la pelos cabelos deixando seu membro de frente ao rosto da mulher enquanto com a mão vaga masturba seu membro rapidamente, não precisou de muito até que o liquido esbranquiçado estivesse por todo o rosto de (seu nome) proporcionando a Harry a visão que ele tanto gosta.

— A quem você pertence? — a voz rouca ecoou e a mulher foi obrigada a olhar os olhos do dono dela.

— Eu pertenço a você… Somente você. — ela sussurrou fazendo o homem sorrir orgulhoso e selar seus lábios.

— Vamos tomar banho, amor.

E mais uma vez ele agiria como se nada tivesse acontecido.



Espero que tenham gostado :)

All The Love

- Tay

vine

demon! ten

Made with Vine

So Lady Layton news has hit and after seeing the trailer I have some thoughts on it
- Since there is a Layton Detective Agency, this must mean that this is post-mystery room (because in the Professor Layton series hershel would always go to his office or study, whereas Alfendi and Lucy are actual detectives)
- Since there is only so much information to get at this point, I have only found that she is known as “Layton’s daughter” this could mean she is either the daughter of Hersel or of Flora. (Correct me if I am wrong)
- I believe that she is also very young at this point and calls herself lady layton hoping to be a professor as she gets older
- Her ability to talk to animals must have come from or at least be taught to her by Luke giving them a strong connection