(pegadinhas

10
  • Alice Reis Albuquerk

    - O que te levou fazer parte do Projeto?

    “Acho que no começo era como uma vontade de fazer algo diferente. Não eram fotos para uma revista masculina, ou para seduzir alguém, eram fotos para de alguma forma, “quebrar um tabu” .
    A parte de ficar sem roupa foi assustador, mas libertador também. A princípio achei que esse seria o maior problema, mas foi a parte fácil. A parte difícil foi só sorrir o tempo todo.
    Depois do ensaio, quando você postou as fotos e as pessoas vieram elogiar o meu sorriso foi tão diferente … parecia pegadinha ! Mas me fez perceber que não era o meu sorriso que tinha um problema, era a pessoa que me fez odiar o meu sorriso que tinha um problema.
    Acho que todos que participaram do projeto, saíram com um resultado além de fotos .”
Eu entendo, entendo mesmo tuas dores, tuas infelicidades e teu sofrimento. Eu entendo tua revolta contra o mundo, e tua vontade de sumir dele. Entendo os motivos de tuas lagrimas, e do teu tédio. Mas também entendo que você é a apenas mais uma vítima do mundo e de suas pegadinhas, que você é frágil igual uma bonequinha de porcelana, sei que você pensa que isso nunca irá passar, mas passa menina, passa, não sei onde ou quando, porém sei que você vai ser feliz, aliás, todos nos seremos um dia.
—  Maira Gomes.
Reaction: Sendo proibidos de se ver pela SM

OBS: olá bolinhos! Como estão? Espero que estejam bem felizes! Só colocando esse obs pra dizer que amo vocês e vocês são muito especiais! Espero que tenham um ótimo dia hoje! Kissus~~

• Jimin  

Seria difícil dizer a Jimin que a SM tinha proibido os encontros de vocês até o final da temporada por questões de treinos e empenho. Você sabia que ele não ia gostar nem um pouquinho da noticia, mas cada vez que você enrolava para lhe contar, mais a SM dizia que os encontros deveriam parar. 

- Então, eu não posso mais te ver? - Ele diria tentando entender tudo - Isso não é justo! Você sabe não é?

- Eu sei Chim, eu não sei mais o que fazer… 

Keep reading

Prefence #378: Trollando ele.

Pedido: “Oiiii, entao, eu sou a menina do grupo que pediu para fazer um pedido (ficou meio confuso… mas eu acho que você entendeu) eu pedi várias vezes em tumblr’s diferentes e ninguém nunca fez como eu esperava… e como esse é o meu tumblr fav, to colocando minhas esperanças aqui. Eu AMARIA se você fizesse um preference que ela trolla ele dizendo que quer terminar, e ele fica bem triste (pode chorar também u.u) ela pode ser youtuber ou não… beijos… vou esperar anciosa.”

Esse pedido foi feito pela minha bebê, Ally <3
Desculpa a demora, amor, você sabe como minha criatividade anda um lixo s\z.

Espero que gostem.


Harry:

— Vocês tem certeza disso?  — Perguntei mordendo o canto de uma das unhas.

— Claro que sim.  — James disse me abraçando de lado, enquanto sua equipe escondia câmeras e microfones pelo meu quarto. Harry passara a semana gravando para o The Late Late Show para promover seu álbum, e isso seria uma pegadinha com ele.

Depois de alguns minutos, tudo estava pronto, James e a equipe estavam em uma van na esquina do apartamento, e eu tinha um ponto no ouvindo, de onde recebia instruções de James. Sentei na cama e o esperei.

Não demorou muito para que Harry chegasse, ele parecia cansado, vestia uma camisa de botões com uma estampa horrível, mas mesmo assim ficava lindo.

— O que está fazendo? — Perguntou me dando um beijo na testa e começando a abrir os botões da camisa. 

— Te esperando. — Suspirei, recebendo um elogio de James pelo ponto. — Podemos conversar? — Harry me olhou enquanto pegava outra camisa no guarda-roupas.

— Aconteceu alguma coisa? — Perguntou sentando na minha frente. Suspirei e senti um frio forte na barriga.

— Mais ou menos. — Evitei olhar em seus olhos, entregaria tudo se fizesse. 

— O que aconteceu?  — Ele disse se aproximando e eu me afastei um pouco.

— Eu… — Fechei os olhos com força e suspirei. Ouvi James dizendo que já estava entrando na casa. — Eu me apaixonei por outra pessoa.

— O quê? — Harry disse se levantando. 

— Desculpa.  — Disse me levantando também. — Você anda tão distante ultimamente, e ele apareceu, simplesmente aconteceu. Eu quero terminar.   — Harry passou a mão pelo cabelos, pude ver que seus olhos estavam marejados e meu coração apertou. Então a porta abriu, James entrou e caminhou até mim.

— Desculpa cara, agora ela é minha. — Colocou uma mão na minha cintura. Harry passou as mão no rosto, entendendo tudo o que tinha acontecido.

— Porra.  — Ele sussurrou. Caminhei até ele e fui presa em seus braços.  — Porra. Não faz mais isso comigo. — Ele disse colocando as mãos no meu rosto e colando nossos lábios.

— Ela merece um Oscar. — James disse quando Harry me abraçou mais uma vez, agora causando algumas risadinhas.


Louis:

— Como é que é? — Louis diz aumentando o som de voz. 

— Eu sou lésbica.  — Repeti, agora pausadamente. Louis caminhava pela sala do meu apartamento furioso. Seu rosto estava vermelho e os cabelos desgrenhados de tanto que ele mexia.

— Você só pode estar de brincadeira. — Disse parando na minha frente.

— E por que eu estaria? — Perguntei tomando um gole do meu suco.

— Por que estaria comigo?  — Ele disse colocando as mãos na cintura.

— Meus pais me matariam se soubessem. — Dei de ombros. Eu queria rir da cara de furioso dele, mas aquilo estava bom demais.

— Nós transamos! Mais de uma vez!  — Começou a gritar mais uma vez.

— Não queria me declarar lésbica sem saber como era um cara, e não gostei muito. — Fingi uma careta de nojo.

— Você não pode estar falando sério. — Suspirou.

— Você tem que deixar de ser prepotente.  — Falei segurando o riso. Louis olhava para baixo. Ele não respondeu, apenas sentou no chão, de costas para mim. Larguei meu suco no chão e fui até ele, levantando sua cabeça e sentando no seu colo. Ele ergueu os olhos e me fitou. Eu não disse nada, apenas o beijei.
Louis me deitou no chão e ficou em cima de mim.

— Eu sabia. — Sussurrou me fazendo rir.


Liam:

Suspirei ao ouvir Liam roncar mais uma vez, tentei vir-alo na cama, mas ele era muito pesado. Levantei da cama e fui até minha penteadeira, peguei minha necessaire e voltei para a cama. Sentei na frente de Liam, com cuidado para não acordá-lo.

Peguei um pincel e comecei a espalhar um pouco de base em seu rosto, e aplicando um pouco mais sobre a barba rala, apliquei o corretivo e tomei cuidado para não acordá-lo enquanto dava batidinhas com a esponja em forma de coxinha.
Arrumei as sobrancelhas de Liam e passei um pouco de sombra em seus olhos, passei um batom vermelho em sua boca e tirei uma bela foto, e postei no instagram com a legenda “Quando você ronca tanto que não deixa sua namorada dormir.” 

Me deitei ao lado de Liam e cobri a cabeça com um travesseiro, logo peguei no sono.

— Que porra é essa! — Acordei com o grito de Liam vindo do banheiro, ri e fingi continuar dormindo.


Niall:

Nial se encarava no espelho, passando a mão nos pelos do peito, o que achava super sexy, mas eu achava um pouco feio. 

— Amor, vem ver o filme. — Chamei levando algumas pipocas até a boca, Niall fingiu não me ouvir e continuou na frente do espelho.

Depois de muito tempo na frente daquele maldito espelho, Niall se deitou ao meu lado, sem camisa. Em pouco tempo ele dormia.
O encarei por alguns minutos e fui até o banheiro, peguei o “kit” de barbear de Niall e voltei para a sala, ele me odiaria, mas merecia por ter me feito esperar. 
Espalhei um pouco da espuma com cheiro de limão em seu peito, formando um coração, e então comecei a passar a lâmina e limpá-la em um pano. 

Niall acordou pouco depois, e quando foi colocar a mão no peito se apavorou, levantou correndo e foi para a frente de espelho.

— s\n!


Zayn:

Zayn e eu sempre gostamos muito de pegadinhas, e ultimamente temos feito muitas um com o outro.
Na última, Zayn colocou açúcar no meu hidratante, e eu passei dias pegajosa sem saber da sua brincadeirinha. 
Fui até o banheiro e coloquei um pouco de tinta verde não shampoo de Zayn, ele sempre passava nos cabelos com os olhos fechados, por isso e sabia que não perceberia a tempo.

Zayn chegou da gravadora, me deu um beijo e foi tomar banho enquanto eu fazia o jantar, ele demorou lá, mas assim que saiu apareceu de toalha na cozinha, o rosto completamente furioso e o cabelo verde.

— Eu não acredito que você fez isso. — Ele disse pausadamente.

— Que os jogos comecem. — Falei dando um sorriso enquanto ele virara de costas para ir para o quarto.

Sonhos. Que pegadinha. Sonho é só uma coisa chata que você fica louco de vontade de contar e ninguém quer saber; não vai acontecer mesmo. É como se eu tivesse combinado com a realidade: o que acontece no sonho, fica no sonho, ok? Sabe, se você abrir um livro, digamos, funcional, desses que supostamente ajudam as pessoas a viver melhor, ditam como devemos direcionar nossas vidas humilhantes e miseráveis, você tem ideia do que vai encontrar sobre isso? Algo como “somos aquilo que sonhamos” ou por aí. Que mentira. Agora abra um livro de literatura, talvez alguma coisa do John Steinbeck. Está lá, pra todo mundo ler, flutuando nas linhas da vida real, sem rodeios: nós, todos nós, ninguém escapa, somos nossos sonhos frustrados. Nenhum humano, jamais, conseguirá ser tão ou mais bem-sucedido que as próprias ambições.
—  Gabito Nunes.
BTS como namorado

Eu sei que estamos a um bom tempo sem postar, mas por favor nos perdoem. Como temos muitos pedidos, decidi adiantar, não é uma reaction, espero que gostem.

\ yoongi j // 


Rap Monster/Namjoon

Sempre que terminasse uma música, convidaria você para escutar e esperaria sua aprovação.

- Elogiaria você nas entrevistas.

- Te convidaria para ir a premiações e na hora de receber os prêmios, sempre agradeceria seu apoio.

- Toda a vez que descobrisse uma banda boa do gênero que você gostasse, lhe apresentaria.

- Compraria livros e leria eles para você.

- Quando brigassem, se sentiria culpado, mas mesmo assim daria uma lição de moral.

- Ameaçaria os meninos, caso achasse que estavam tentando outro coisa com você. 


Jin/SeokJin 

Cozinharia para você todas as noites. 

- Lhe chamaria a atenção se fizesse algo de errado.

- Contaria piada de vô, esperando que você risse.

Toda vez que o elogiasse, ele concordaria e diria o quão sortuda era de ter ele.

- Não deixaria você ficar mais de cinco minutos perto dos meninos, por medo deles tirarem sua inocência. 

- Sempre mandaria flores e bombons no seu aniversário. 


Suga/Min Yoongi 

- Tentaria converter você para o mundo do hip hop, mas mesmo que não fosse fã de pop, escutaria caso você colocasse.

- Deixaria apenas você ler suas composições e perceber que são sobre você.

- Caso você desse um sermão nele, o mesmo fingiria que estava dormindo pra você acabar logo.

- Toda vez que lhe citassem nas entrevistas, ele ficaria se gabando e dizendo o quão sortudo era. 

- Faria caretas se o meninos começassem a elogiar sua namorada.

- Fingiria não se importar muito com o relacionamento, mas saberia todos as datas comemorativas do namoro. 


Jhope/Hoseok

- Te alegraria todas as vezes que estivesse triste.

- Tentaria te ensinar a dançar as coreografias do grupo. 

- Pediria para você ensinar ele a falar seu idioma.

- Caso brigassem, começaria a chorar na hora.

- Sempre levaria você junto nas jantas dele e do grupo, para te deixar mais enturmada.

- Não teria vergonha de ficar agarrado com você em publico. 

- Sempre comentária nas entrevistas o quão carinhosa você era com ele.


Jimin/Park Jimin

- Tiraria muitas selcas de vocês juntos.

- Caso você estivesse em um show, faria movimentos sexy para sua atenção se manter apenas nele.

- Se você comentasse que acha ele mais bonito gordinho, o mesmo comeria por você.

- Compraria muitos presentes, mesmo em turne, compraria e mandaria por correio.

- Adoraria andar abraçado na rua.

- Te levaria para shows e apresentações do grupo.  

- Antes de dormir, ligaria para você e ficaria horas na ligação.

- Mandaria selcas toda hora.


V/Taehyung

- Mandaria foto de todos os países que fosse na turnê.

- Ficaria tirando fotos suas e teria uma pasta com seu nome.

- Seria muito ciumento. 

- Sempre te ligaria por facetime e ficaria te admirando. 

- Elogiaria você, mesmo que não tivesse em um dia bom. 

- Estaria muito triste, caso as armys fizessem comentários maldosos sobre você.

- Compraria milhares de roupas iguais, para vocês usarem como casal.

- Se brigassem, choraria e ficaria o resto do dia triste. 


Jungkook/ Jeon Jung-kook

- Cantaria para você dormir. 

- Seria tímido na hora de ser carinhoso com a namorada em publico.

- Deixaria apenas você chamar ele de oppa, mesmo que ainda se sentisse velho.

- Teria vergonha de mostrar seu abs.

- Quando sua namorada estivesse dormindo, ficaria observando ela.

- Ficaria muito feliz se escutasse uma army elogiando você.

- Faria palhaçada e pegadinhas com você.

- Não gostaria de ver os hyungs abraçados com você.

“Só queria que a ansiedade tivesse uma alavanca, um botão de desligar, para que a paz pudesse, finalmente, reinar em minha cabeça. Em meu coração. Às vezes, sinto como se tudo crescesse, tomasse forma, forma essa de um terrível monstro que me assusta, me assombra, me sufoca.

Tenho medo. Isso é fato. Mas não é qualquer medo. É o medo de não ser feliz, não realizar meus sonhos. De não ter e ser tudo aquilo que sempre sonhei para mim. Para a minha história.

Vai ver isso é besteira. Vai ver eu já deveria ter visto que tudo já deu certo. Mas é que, às vezes, é extremamente difícil acreditar que colocar todas as minhas forças, toda a minha vontade, garra, gana, que me dedicar cem por cento a isso me trará algum beneficio.

É que, amigo, para ser sincero, eu já quebrei a cara tantas vezes… Mais vezes do que dedos nas mãos. Já quis, achei que tinha e só depois que a felicidade me levava para o mais alto ponto do céu, percebi que tudo não havia passado de uma péssima pegadinha do universo. Do meu destino.

E também sei, hoje, que o que deu errado antes era para que o que está dando certo agora tivesse um efeito maior. Para que eu valorizasse mais. Para que eu me permitisse, me encontrasse, me perdoasse, me entendesse mais e melhor. Mas… Tenho medo. Isso é inegável. E eu só quero que, por favor, meu Deus, tudo dê certo agora. E vai. (dedos em figa e pensamento positivo). Amém.” (Matheus Rocha)

ZAYN MALIK (MINI)

  • Anônimo: Faz um em que ele faz alguma pegadinha com ela (com o Zayn)
  • Desculpem a demora por postar estava resolvendo uns negócios do teatro e umas coisas da escola. Espero que vocês gostem e deixe seu like! 

(Seu nome) tinha ido ao shopping com as suas amigas então eu decidi dá uma trolada nela, então chamei uma amiga nossa para vim aqui em casa e ela topou na hora. Nós planejamos e fomos preparar a trolagem a Cindy é homossexual então ela disse que não teria problema em fingir que estou traindo a (Seu nome) com ela, eu estava com medo pois ela vai ficar muito puta.

Cindy deitou na cama e logo eu deitei do seu lado, (Seu nome) tinha mandado uma mensagem de que estava chegando então Cindy me abraçou e fingimos que estávamos dormindo. Logo escuto a porta da sala sendo aberta e escuto o barulho de passos na escada e já começo a tremer.

- Zayn? - escuto e não respondo e então a porta se abre.

- Que merda é essa? Não acredito - ela diz furiosa, nos dois levantamos e comecei a me explicar

- Nem abre essa boca Zayn, você me traiu com a minha melhor amiga

- Deixa eu me explicar meu amor - pego no braço dela e ela se solta

- Me solta, não me toca seu nojento, e você Cindy que se dizia minha amiga sua falsa - vejo (Seu nome) indo pra cima da Cindy e a seguro

- Me solta Zayn. Vocês dois pegue as coisas de vocês e saiam daqui agora - ela diz apontando pra nós dois. E eu olho pra Cindy e começamos a rir e a (Seu nome) nos olha confusa

- Do que vocês estão rindo? Isso não tem graça - ela cruza os braços

- Isso tudo é uma brincadeira meu amor, a gente te trolou, eu nunca te trairia

- E como vou acreditar nisso? - ela desconfia

- (Seu nome) eu gosto da mesma coisa que o Zayn gosta, era mais fácil você ter feito isso com ele, olha que eu ia adorar - ela me olha de cima a baixo

- Seus filho da mãe - ela faz cara de brava

- Foi engraçado ver sua cara - comecei a rir - vem cá - eu a abraço - é tão linda brava

- Minha parte eu fiz então to indo pombinhos - Cindy diz e vai embora

- Zayn, nunca mais faça isso! De verdade - ela me abraça

- Eu nunca te trairia, eu não tenho motivos eu tenho uma noiva linda porque eu faria isso? - digo e encosto meus lábios no dela e começo um beijo calmo

- Você me matou de susto, eu já tava pensando tipo “como ele pode me trair na nossa própria cama” - ela ri - sorte que era só brincadeira

- Claro meu amor, agora vem aqui - eu começo a beija-lá e a levo para cama, tenho certeza que a noite seria longa.

LEMBRE-SE: PLÁGIO É CRIME!

quick musical doodles and sex (4)

Min Yoongi
Sinopse: Por mais que eu tentasse, eu simplesmente não conseguia me livrar daquilo. Do maldito som insistente de gemidos altos que vinham do apartamento vizinho.
[ parte: 0 l 1 l 2 l 3 l 4 l 5 l 6 l 7 ]
Contagem de palavras: 4,802 palavras.
Avisos:

Keep reading