隠

5

“Dear Lady Bird, I’m sorry that we fight and I’m sorry we are so hard on each other. I’ve been too hard on you. I love you and I don’t mean to be so at odds with you. I’m amazed by you. You’re so smart and beautiful and funny and I don’t think that you know I think that. I think that you’re extraordinary. Every time I look at you, I can’t believe you’re my daughter.”  — Lady Bird (2017)

Para a moça que chegou.

Claro que talvez você nem leia esse meu texto. A verdade é que eu nem sei se presta atenção em mim, mas sabia que eu to sempre te observando. Não do tipo piscopata, claro que não, mas do tipo que pararia o que está fazendo pra responder a sua mensagem. Aquele que sempre entra no seu chat quando você está começando a digitar ainda, e que da risada seja lá do que for que você falar pelo simples fato do seu sorriso ser lindo demais e ele não está conseguindo presta atenção na conversa, mas sabe que é a pessoa mais sortuda do mundo por te ter do lado. Então pra você, moça que chegou, eu fiz esse texto pra expressar o meu amor.

Na Roma Antiga, uma tradição foi formada. Deuses existiam, oferendas eram feitas e no Coliseu, eles não se esqueciam de modo algum de seus mortos.  O Coliseu foi uma obra iniciada por Vespasiano e inaugurada somente por Tito. De tamanho magnífico, a obra romana era capaz de hospedar 50 mil espectadores para os seus mais variados espetáculos, entre eles, estava um costume bastante peculiar: uvas eram amassadas com as mãos e jogadas ao chão com o objetivo de oferecê-las para aqueles que morreram. Desde então, uma penitência foi instituída no limbo: A colheita das uvas. Centenas de almas colhiam em vinha as uvas de centenas de videiras. Entretanto, não deviam colher os cachos, e sim grão por grão, tornando o castigo cansativo e trabalhoso. Tal evento era sempre seguido de uma festa em comemoração a mais uma etapa concluída, mais um degrau alcançado, um centímetro mais perto do céu —— ou era o que o sistema dizia.

Todos se reuniram na grande cerca, sua entrada era uma porta de madeira de certa de três metros, completamente entalhada. Em seus detalhes engravados, no lado esquerdo, era possível distinguir desenhos de todo o processo feito no antigo Império, as uvas sendo amassadas com as mãos e oferecidas aos céus. Na direita, estavam as almas, acompanhadas dos anjos em seus uniformes militares, entrando na vinha e colhendo as uvas até que suas cestas estivessem cheias.

OOC:

Keep reading

Robin’s Blog Archive

Depois de ficar quase um vem nesse vai-não-vai no tumblr, eu decidi me organizar com os meus blogs  e fazer uma lista pra atualizar tanto a mim quanto a quem me segue em algum deles. Eu to com mais muses do que eu dou conta e isso só me desestimula a entrar em qualquer conta, então vou colocar algumas em hiatus (o que pode mudar a qualquer momento tho, se eu tiver muse pra algum dos inativos pottercerteza que entrarei neles lol):

Lotor & seus sideblogs:

Lotor ( prxncxps ) - status: ativo | Voltron

Sombra ( sweetcalaveras ) - status: hiatus | Overwatch

Hanzo ( redemptiixn ) - status: hiatus | Overwatch

Antoine ( flowxxywizard ) - status: semi-hiatus | OC/Harry Potter

Shigarakii ( shinsetsunate ) - status: ativo | BNHA

Vanderwood ( vanderwccd ) - status: semi-hiatus | Mystic Messenger

Sideblogs de Pichinka (pessoal)

Morrigan ( myxteria ) - status: hiatus | OC/Castlevania

Ecaterina ( oxxultatum ) - status: hiatus | OC/Castlevania

Jinx ( unluckxcharms ) - status: semi-hiatus | Teen Titans

Jan ( ghxstbxt ) - status: ativo | OC/BHNA

Damien ( vcctoriano ) - status: ativo | DDADDS

E eu continuo esperando que você me pegue e você continua esperando salvar o que nós temos. Então eu faço questão de manter a minha distância, digo “eu te amo” quando você não está ouvindo. Quanto tempo podemos continuar com isso?
—  Christina Perri.
Śnisz

Śnisz
O sobie szczupłej
O sobie idealnej
O sobie Leciutkiej jak 
Motylki na polanie 

Chcesz osiągnąć czysta perfekcję
Chcesz być piękną prawda?
A co jeśli dla mnie jesteś idealna
Piękna. Taka zgrabna…

Zdanie ukochanego nie liczy się
Bo Ty walczysz o samą siebie
O akceptację, samo zadowolenie

Lecz ja mam pytanie
Co się stanie
Gdy wymarzoną wagę
Osiągniesz a własnej akceptacji 

Ni złamanego grosza ?
Co wtedy ?
Przecież wiesz że 
Nie chce Cię stracić
Ja nie mogę Cię stracić
Ja żyję dla Ciebie 
Ja żyję Tobą 

Każdym Twym oddechem 
Każdym słowem
Każdym spojrzeniem
Każdym pięknym uśmiechem 
Każdym dotykiem 
Każdym usciskiem naszych ciał 

Gdy mówię Ci że gwiazdy przy Tobie tracą blask 
Życie bez Ciebie traci kolory
Czm mi nie wierzysz?

Ciągle te upiory 
Mówią że czegoś Ci brakuje
Boisz się lustra 
Uwierz lustro Ci zazdrości 

Tej urody 
Szczuplego ciała 
Pięknych oczu i ich blasku
Tych pośladków
Widzę że nocami ćwiczysz 
Boisz się że odejdę

Lecz ja nigdy Cię nie zostawię
Tylko boje się że mi z tego świata
Zejdziesz 
Zostanę sam 
I do Ciebie powrócę już na zawsze

©®

Porter