陈信宏

lana chegou no salão cheio com (x) e ele estava completamente cheio, de vista encontrou seu pai acenando, e foi em direção a ele, animada até que esbarrou em alguém ❝ porra! ❞ exclamou a mesma, atraindo olhares de outras pessoas, que balançavam a cabeça negativamente. Olhou para o lado pra ver quem era a criatura abençoada que havia esbarrado na mesma.  ❝ você? pelo amor de deus, ta me seguindo é? ❞ olhou diante dx pessoa que estava parada em sua frente, rindo

Não é sobre ter todas as pessoas do mundo pra si, é sobre saber que em algum lugar alguém zela por ti. É sobre cantar e poder escutar mais do que a própria voz, é sobre dançar na chuva de vida que caí sobre nós. É saber se sentir infinito num universo tão vasto e bonito, é saber sonhar e então fazer valer a pena daquele verso daquele poema sobre acreditar. Não é sobre chegar no topo do mundo e saber que venceu, é sobre escalar e sentir que o caminho te fortaleceu. É sobre ser amigo e também ter morada em outros corações e assim ter amigos contigo em todas as situações. A gente não poder ter tudo. Qual seria a graça do mundo se fosse assim? Por isso eu prefiro sorrisos e os presentes que a vida trouxe pra perto de mim. Não é sobre tudo que o seu dinheiro é capaz de comprar e assim sobre cada momento sorrindo a compartilhar, também não é sobre correr contra o tempo pra ter sempre mais. Porque quando menos se espera a vida já ficou pra trás. Segura teu filho no colo. Sorria e abrace teus pais enquanto estão aqui. Que a vida é trem-bala, parceiro e a gente é só passageiro prestes a partir.
—  Ana Vilela.
Eu queria você de volta. Sua atenção, seus risos e sorrisos. Suas cantorias descontroladas. Eu queria ouvir sua voz de sono e também ouvir dizer que sentiu saudade mas, nem sempre querer é poder e sinceramente, não posso te ter de volta. É doloroso demais estar aqui e você não estar nem aí.
—  Escriturias