testr

A nyár legrettentőbb része, hogy minden tele van szabadon hagyott női testrészekkel, nekem meg marad az ágaskodó szexuális frusztráció meg valami intellektuális folyóirat.

Amúgy

azt meséljétek már el, milyen érzés amikor nem fáj semmid.
Nekem mitha sorban állnának a testrészeim, hogy fájjanak, délelőtt láb, délután térd, most egy kis borda…. Mondjuk tök izgatott vagyok, hogy mi fog következni:))))))))

"Esztétika kupon: két testrész egy áráért"

Oooookém..
amúgy ez egy petőfi rádió reklám akciós gyantázásròl

youtube

New video for R/R Coseboom classic ‘Eejit’.

❝ ARQUIVO ESCOLAR DE AUDREY EUPHRASIA PANTAILAMON

Audrey Euphrasia Pantailamon possui 16 anos e é puro-sangue. Na Copa das Casas está competindo junto à Sonserina na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts, na qual cursa o sexto ano. Sempre achou que se parecia com Taissa Farmiga, mas pode ser só impressão.

❝  PERFIL BRUXO

Varinha: Mogno, pelo da cauda de um testrálio, 29cm e inflexível.
Clubes ou quadribol: Artilheira 
Bicho de Estimação: Uma coruja-orelhuda chamada Rage, em homenagem a sua personalidade.
Espelho de Ojesed: Ela se vê tendo crescido em uma família melhor e agora sendo uma mulher de sucesso.
Boggart: Tem um forte medo de borboletas, por conta de um trauma de infância.

❝  HISTÓRIA DE VIDA

A história de Audrey já não começara muito bem desde o início: fora a causa da morte de sua mãe, basicamente. A mulher morrera durante o parto. E não só ela como também sua irmã gêmea, que não sobrevivera muito mais que alguns dias depois do nascimento por conta de deficiências no pulmão. Assim, ela fora criada por um pai que a culpava pela morte de sua amada, e que fazia questão de relembrá-la da culpa todos os dias de sua vida. Era um sistema rígido, em si. O pai trabalhava num cargo do ministério alto, e sempre chegava em casa exausto. Quando em casa, bebia até não conseguir aguentar, e então violentava a criança. Isso fora rotina por muito tempo, aliás, por muitos anos. Até os dez anos fora uma criança pequena e introvertida, por conta daquilo, e só se libertara quando o pai casara outra vez.
Se você perguntar a loira, ela não vai saber lhe explicar o que Lilian vira em seu pai, mas o jeito como agia dava a entender que era completamente apaixonada pelo mesmo. O modo como ele melhorara depois da chegada da mulher fora um dos motivos para que gostasse dela, e talvez o único: o que tinha de bonita, tinha de burra. Aquela estupidez já perturbava a criança desde pequena, que tinha muitos princípios e uma arrogância demasiada para esconder a personalidade afetada naqueles anos todos, que fora um dos motivos para ter sido colocada na Slytherin quando chegara em Hogwarts, onde continuara completamente introvertida. O único problema naquilo fora que por conta de exatamente sua personalidade introvertida fora perturbada pelos outros Slytherins, coisa que não aturou por muito tempo. Mudara para se adequar a personalidade deles, e enturmara-se com as pessoas erradas. Os adolescentes que viviam pelo canto da escola, sempre rindo e tirando sarro dos lufanos ou dos corvinos mais fracos, os que fumavam e que levavam detenção quase sempre acabaram por se tornar os melhores amigos dela, pelo menos por longos anos.
No quinto ano, Minerva estava farta de dar detenções e não ter resultados ou a mínima disciplina vinda daquele grupo, e então expulsara dois deles e ameaçara também expulsar Audrey, que no fim prometeu se comportar. Com dois indo embora por estarem terminando a escola e dois sendo expulsos, o grupo inteiro acabara por se dissipar, e voltara a ficar sozinha, nada que fosse lhe ser desagradável. A solidão até que lhe fizera um certo bem. Suas notas tinham melhorado naquele ano e acabara por entrar no clube de quadribol, uma das poucas coisas que realmente gostava no lugar.
Nas férias daquele ano, quando fora para casa, sua madrasta tinha deixado a casa e pedira um divórcio ao homem, que enfurecido entregara-se novamente as bebidas. Numa das noites, ele entrara no quarto de Audrey, e pouco depois de espanca-la, tentou outra coisa. Iria abusar sexualmente da filha se não fosse por conta da coruja. Sim, a coruja. Parecia cômico contar que fora defendida pelo seu animal de estimação, se não fosse trágico. A coruja cegara o pai da loira naquela noite, e ela decidiu por fim denunciá-lo. Mudara-se para morar com a madrasta, que a aceitara de bom grado, pois dizia nutrir uma “afeição imensurável” pela loira.     Por mais clichê que fosse, ficara terrivelmente afetada depois daquilo, psicologicamente. Desde então, o costume de se jogar em aventuras e fazer coisas por impulso crescera fortemente e a copa parecia uma boa forma de disfarçar sua energia atrás de um “espírito de equipe” que diria ter.

❝ PERFIL MENTAL

✔ Agradável        ✘ Sarcática
✔ Astuta              ✘ Rude
✔ Curiosa           ✘ Impulsiva

anonymous asked:

Hello! ^-^ I was wondering if 'Luts' dolls come with their seams sanded, and if they are strung together and can be used right out of the box, and if they do come strung how long before you would have to re string them? And how long to company face ups usually last? I'm sorry for bothering you with these questions. >.<

Hey hey thanks for your question! Questions do not bother me at all. I love questions!

I don’t think their seams are sanded since Troy still has some very visible lines and my other dolls don’t. But I’m not a expert on the subject :c

They come strung yes! Maybe you’ve seen my box opening pictures. I was able to play with him right away. He was strung very nice too.
I didn’t have to restring him yet, so I don’t know how long it’ll take before you have to testring them, but I’ve had Troy since November and he still poses fantastic!

I’ve never ordered a doll with a company face up so I have no experience but one of my friends has a Luts doll with a company face up. She has had him for around four years now and the face up is still perfect.
If you’re careful face ups can last really long!

I’m sorry If I wasn’t of very much help, but I hope you still have some usable answers ^_^

❝ ARQUIVO ESCOLAR DE AUGUSTUS EVANS

Augustus Dorian Evans possui 17 anos e é mestiço. Na Copa das Casas está competindo junto à Grifinória na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts, na qual cursa o sétimo ano. Sempre achou que se parecia com Aaron Johnson, mas pode ser só impressão.

❝  PERFIL BRUXO

Varinha: Madeira de abeto, vinte e quatro centímetros, núcleo de pelo da cauda de testrálio e bem flexível.
Clubes ou quadribol: Apanhador e capitão do time de quadribol.
Bicho de Estimação: Uma coruja branca como neve, que pela sua cor ele a chama de Snow.
Espelho de Ojesed: Ele vê a si mesmo daqui a alguns anos sendo o jogador de quadribol mais famoso e adorado do mundo.
Boggart: Não ter sucesso em sua vida depois de ter seu segredo revelado, que provavelmente resultaria em uma estadia eterna em Azkaban.
Segredo mais profundo: Desde que Augustus passou a conhecer fielmente o mundo bruxo, a coisa que ele mais se interessou foi a animagia. Em seu terceiro ano começou a estudar sobre isso, sem contar a ninguém(nem ao menos ao seu pai). No quinto ano, depois de muita prática e muitas decepções, ele finalmente conseguiu ser um animago.

❝  HISTÓRIA DE VIDA

Augustus vem de uma família muito importante. O seu pai, bruxo britânico sempre teve muito sucesso em tudo o que fazia: Trabalhou desde quando era novo no Ministério da Magia, e depois de alguns anos abriu firmas nas Américas para caça a bruxos fora da lei. O homem conheceu uma médica trouxa em uma de suas viagens comuns para Londres e com ela se casou, tendo o primeiro e único filho do casal. Gus, como era chamado pelos mais íntimos, cresceu sem ter nenhuma atenção dos pais, pois enquanto um viajava para as Américas a outra fazia plantão no Hospital mais famoso de Londres durante a madrugada. Certamente ele tinha que se acostumar com o fato. Sua vida era basicamente resumida em colegas de sua escola e os empregados da casa. Mesmo sendo o típico garoto mimado que tinha tudo o que desejava - ou quase tudo - ele não era arrogante e mesquinho com os funcionários que trabalhavam na mansão, para ele aquelas pessoas faziam parte de sua família. Confiava em cada um deles como se fossem seus próprios pais.
Seus pais nunca o privaram de saber que era um bruxo, e foi fácil para a mãe aceitar a linhagem na qual o senhor Dorian pertencia. Até seus nove anos ele estudou em escolas trouxas, nunca tendo nenhum contato muito grande com a magia, a não ser quando seus pais fazia alguns feitiços simples para impressiona-lo e faze-lo esquecer que o homem era ausente. Mesmo assim, Augustus se interessou muito pela magia e não via a hora de poder ter sua própria varinha e estudar em alguma escola de Magia e Bruxaria.
Para a sua sorte, isso não demorou tanto tempo quanto ele imaginava: Quando fez nove anos recebeu a carta da escola de magia Beauxbatons. Foi estranho para o pai pois ele sempre sonhou que o filho estudasse em Hogwarts como ele, mas ser convidado para uma escola muito concorrida como aquela da carta era quase uma honra. Além de que ele começaria sua vida como um bruxo muito antes de outras crianças. Naquela escola ele aprendeu muitos bons modos, como ser um cavalheiro e que o estudo tinha que vir em primeiro lugar. Porém ele não seguia tão fielmente a segunda “regra”, mesmo assim era um garoto inteligente nas matérias que lhe interessava. O quadribol virou sua paixão desde a primeira aula. Logo pediu a melhor vassoura de presente ao seu pai. Ele tinha uma meta: Queria entrar no time de qualquer jeito e se tornar um capitão.
Mas em seu aniversário de onze anos seu pai lhe deu um presente um tanto diferente. Sua mudança da França para a Grã-Betanha, em um lugar que não era tão bem falado em sua escola chamado Hogwarts. As coisas que ouvia sobre lá para uns era horrível, mas para ele era como o paraíso. Não era tão rígida e certa quanto Beauxbatons e possuía muitos mais times de quadribol. Ele não pensou duas vezes e logo aceitou. Iniciou seu primeiro ano na “nova escola”. Ela era perfeita mesmo depois dos destroços da guerra. Em relação ao chapéu seletor, não foi muito diferente que a linhagem de sua família. Ele foi fielmente para a Grifinória como seu pai, tios e avós.
Em Hogwarts seu foco era o quadribol. Ele treinava em todo o seu tempo livre, ou melhor, quase todo o tempo livre. Durante a noite dedicava seu tempo para estudar sobre animagia. Se tinha duas coisas que ele desejava muito era ser capitão do time da grifinória e também ser um animago. Todo esforço não foi em vão, seus dois objetivos foram alcançados. Augustus sempre foi um garoto competitivo e na copa das casas ele queria ganhar de qualquer maneira, portanto daria o seu melhor.

❝ PERFIL MENTAL

✔ Galanteador        ✘ Egocêntrico
✔ Educado              ✘ Prepotente
✔ Inteligente           ✘ Arrogante

mint amikor egy tejfog kihullik. először csupán a szálak enyhe, alig észrevehető lazulását érzed, azt mondod magadnak, biztosan csak képzelődtél, nem fog az kiesni, ez csak a szokásos paranoiád, feleslegesen ijesztgeted magad. de idővel bebizonyosodik, hogy nem, nem csak illúzió volt, puszta sejtés, félelem, vagy ilyesmi; hogy az a fog bizony tényleg mozog. kétségbeesel, hiszen nem akarsz megválni tőle, a világ minden kincséért sem, az a fog még egészséges, szép fehér, semmi baja sincs. szépen lassan azonban bele kell törődnöd, hogy elveszíted, felidézed az összes eddig kiesett fogaid emlékét, mindegyiknek megvolt a maga története, és mindegyik hozzád tartozott. ám a folyamat, ahogy a többi is az volt, megállíthatatlan. a fog egyre ingatagabb, egyre kevesebb szál tartja, bármit teszel, egyre bizonytalanabb lábakon áll.
aztán kiesik. nézed, a kezedben tartod, nem tudod kidobni a kukába, mégiscsak egy testrészedről van szó, amit két perce még tartottak azok a szálak, nem tudsz végleg megválni tőle, csak nézed és nézed és azt kérdezed, vajon tehettél-e volna valamit.
ilyen érzés. 

miről beszélek, amikor testről beszélek?

a kismamák, a többgyerekesek, a negyvenesek elnézett túlsúlya azt jelenti, hogy végzed a dolgod, a helyden vagy, nem akarsz többet az élettől, nem nézel másfelé, deszexualizálva vagy már végképp, nem vagy veszélyes, beéred a szülői munkaközösségi gyűléssel és a zabpelyhes kekszek sütésével, én nem ez vagyok, én versenyló vagyok, az a fajta, aki beleszökik a tízezer hektáros vadonba

A címet Murakami Harukitól vettem, aki a futásról beszél, és az esszékötet előszavában a címet (udvarias japán!) megköszöni Raymond Carvernek (vagyis az özvegyének), aki meg a szerelemről beszél, és akinek a Katedrális című kötete a fejemre esett az előbb, mert a gyerekek kihúzgálták alóla a Bot Benőt meg a Zog, a sárkányt.

Ezt nevezzük intertextualitásnak.

Jaj, én nem a címlapra való bikini…

View On WordPress