anonymous said:

amores deveriam ser colecionáveis e não perdidos, esquecidos ou substituídos.

deveriam mesmo? a palavra dever é muito forte, se tornaria uma obrigação. de uma forma ou de outra nós sempre colecionamos os nossos amores. na verdade, pensando melhor, um amor de verdade nunca deixará de ser amor, pode se transformar em outra coisa e ficar guardado dentro do nosso coração, concorda?

3

Your Guide to Vegan Baking: Egg Substitutions

When it comes to vegan baking, it can be hard to “crack the code.” After countless failed attempts, it can be tempting to throw in the kitchen towel & take a road trip up to BabyCakes. But, fear not, vegan bakers-to-be, just in time for the holiday baking season, a comprehensive "Guide to Uncracking Egg Substitutes" from Fork & Beans is here to save the day & your sanity! Happy holiday cookie baking!

So I am subbing for a science class on Friday. There will be a physics hour. Guys I’m taking my chance! I will walk into that class, go to the lecture and say, “So, physics! Physics, eh? Physics! Phyyyysics! Physics, physics, physics, physics, physics. I hope you’re getting all this down!” I have never been so giddy about doing a thing in the my whole life. Bonus round will include trying to spot the one known whovian in that class. 

9

"You deserve a father who loves you.”

Uncanny X-Force (vol. 1) #31

Back when I posted the asparagus in the market stall photosets, I got an ask from a follower if I had any asparagus recipes, so here is my first recipe.

Asparagus Soup

Serves 4

2 garlic gloves
2 leeks
4 T butter
2 pounds asparagus
4 cups vegetable broth
1 cup crème fraîche
1/2 cup parmesan cheese, shreded (not the kind in the green can ;)
salt/pepper
juice of half a lemon
optional: Crostini with melted parmesan cheese

required equipment:
Blender
Large Soup pan
extra container
whisk

Prep:
chop the garlic and leeks
chop the asparagus in 1.5 inch pieces.  It doesn’t have to be pretty, these babies soon have a date with the blender ;)

Directions:

In a soup pan, over low heat, melt the butter, toss in the garlic and leeks and simmer for 5-10 minutes until tender. add salt and pepper.

Add in the asparagus and cook for another few minutes.

Add the vegetable broth and lemon juice, then turn heat up to high and bring to a boil, then lower the temp to low, and simmer for 10 minutes, covered.

Stir in the parmesan cheese and simmer for 5 more minutes, melting the cheese. add salt and pepper to taste.

Dump the contents of the pot into the extra container, you may want to let it cool for health and safety reasons, or you can live dangerously like me and blend the boiling hot liquid.  Blend the soup in batches in the blender, until it is really smooth.  Dump the blended batches back into the pan.

Return the pan to a medium low heat, and whisk in the crème fraîche.  Do not allow it to come to a boil. Once heated, ladle into bowls and add a dollop of crème fraîche and enjoy :)

optional: Crostini with melted parmesan cheese

place the crostini on baking sheet and sprinkle parmesan cheese on, place in the oven on low head until the cheese is slightly melted.

Deixei escapar muitos sonhos, alguns grandes, outros pequenos. Não me via um realizador de sonhos, mas um destruidor deles. Eu tinha tudo, mas ao mesmo tempo nada. Acreditava que a carteira cheia me traria alegria, mas estava enganado. Abandonei pessoas especiais e as substituí por ganância. Hoje me pergunto, do que adianta a carteira cheia e o coração vazio? Dinheiro traz pequenas alegrias, mas não substitui amor.
—  Um coração valente
7
Quando eu terminei com o meu namorado, eu estava tão mal que chorei um dia inteiro. Minha mãe veio ao meu quarto, sentou ao meu lado e apenas disse que todo mundo era substituível. Eu fiquei brava com ela, disse que ela era minha mãe e tinha que fazer algo para que eu me sentisse melhor e não pior do que eu já estava. E ela saiu do quarto, sem dizer mais nada. Não chorei mais nesse dia, pois eu só ficava pensando. Até que finalmente me toquei que ninguém é insubstituível. Nem eu, nem você. Então como eu poderia aprender a amar outra pessoa se agora eu sabia dessa cruel verdade? Minha mãe voltou ao meu quarto esse dia, e ela disse uma coisa que eu jamais pensaria. Que acho ninguém jamais pensou. Ela disse: “alguma vez na vida você vai encontrar alguém. Você vai se sentar sozinha no sofá, e vai pensar como você espera se casar com essa pessoa. Como você deseja ter filhos com ela, e que esses filhos puxem os seus olhos, porém a sua boca. Você vai pensar no futuro, você vai fazer planos. Vai querer viajar junto com a tal pessoa e postar as fotos em todos os lugares. E aí, um dia, quando você olhar… Acabou. Você não se imagina grávida muito menos num lindo vestido branco daqueles que você via nos filmes. Vai chorar quando descobrir que o amor, além de acabar, esgota. Vai chorar porque vai saber que os olhos daquela pessoa nem eram tão bonitos assim, e que ela, talvez nem amasse tanto a sua boca. E vai substitui-la. E começar uma nova história.” Nesse dia, perguntei a minha mãe se isso seria pra sempre. Se eu nunca seria insubstituível, e se eu sempre teria que substituir. Sua resposta me faz sorrir até hoje, pois finalmente posso dizer que compreendo tais palavras. Ela disse: “bom, uma vez na vida você encontra uma pessoa diferente. Uma pessoa que vai fazer você admira-la mais do que a si própria. A pessoa da qual você não pode e não vai querer viver sem. Essa pessoa será seu coração e sua vida. Seu começo e seu fim. Você não pode dizer que vai ficar com ela pra sempre, mas pode dizer que vai amá-la a vida toda. E você vai. Ela vai ser insubstituível. Vai ser sempre a dona do melhor sorriso e da melhor cor de olhos. Vai ser o que você nunca sentiu por ninguém. E nada pode afirmar que ficaram juntos até a morte. Mas o amor, você só encontra uma vez na vida. E o amor é insubstituível.” O que aprendi depois desse dia, é que… A gente nunca sabe se é substituível pra alguém, mas a gente sempre sabe quem é insubstituível pra gente. E essa é a verdade mais bonita do mundo. Saber que um dia, você encontra alguém que te vira do avesso, que te mostra coisas que você já conhecia mas só se interessou porque essa pessoa que te mostrou. A gente nunca sabe quando isso chega e nem quando chega. Talvez venha com o vento, num cavalo, num carro velho, num carro popular. Talvez demore, talvez venha rápido demais. Mas você acha alguém que, não representará apenas uma flor para você… E sim, o jardim inteiro. E essa pessoa, vai ser aquela que pode passar o tempo que for, quando você por a cabeça no travesseiro… É ela sempre. É ela pra sempre.
—  Tenha mil pessoas em mente depois que ler este texto. Mas agora responda: em quem você pensa antes de dormir?
Text
Photo
Quote
Link
Chat
Audio
Video