socorro

Eu fechei meus olhos com tanta força, que chegou a doer. Respirei bem fundo e soltei o ar lentamente. E a cada lagrima que escorria pelo meu rosto, era um desejo de paz, uma suplicação em cada gota. Uma menina implorando para os problemas e o medo sumirem. Uma angustia de me ver sem saída e sem esperança de continuar. Era meu corpo dizendo que cheguei ao meu limite.
—  Alguém me ajude? Bia Maria.
Te dei o melhor de mim. Procurei ser a pessoa mais paciente do Universo e é isso que eu ganho? Você me ignora como se eu fosse uma qualquer que você encontra por aí. Não sou a mina mais perfeita que você conheceu, mas você me fazia acreditar que pelo menos pra você, eu era isso tudo. Não tô querendo ser clichê e nem reclamar de tudo oque aconteceu. Mas, deixa de ser um idiota que se acha gostosão e que pode ter todas. Isso tudo um dia vai acabar e você vai ficar sozinho. E na moral? Vou estar rindo daqui do outro lado e desejando um belo de um "bem feito" pra você, porque, eu avisei pra não me deixar escapar!