Pasaba que, por más que lo intentará no lograba querer a alguien más, ya no quería ver otra sonrisa que no fuera la tuya., odiaba que alguien más me dijera amor, odiaba que me abrazaran y me dieran besos en la mejilla,me estaba artando de fingir, me parecía repugnante la manera en que me demostraban su amor, tan fingido, tan apresurado, tan común, seguía acostumbrada a ti y en la forma en que me amabas, no se si buscaba algo igual y se que sería una perdida de tiempo porque no de encuentra una persona igual dos veces..

" Eu não sei ser má, já passei por tanta coisa, já vi tanta coisa, já sofri tanto mais a única culpada disso sou eu. Eu pedi isso, eu capto o sofrimento dos outros pra mim, como se nada disso me afetasse. Tento ajudar as pessoas mais acabo me prejudicando, eu trato as pessoas da  maneira na qual eu gostaria de ser tratada, mais parece que ninguém se importa com oque eu sinto só se preocupam com si próprios. Como você conseguem ser pessoas tão repugnantes?"

   — Andressa Lorscheiter

Parece estar inexorablemente convencido de su fracaso; no se otorga la mínima posibilidad de tener éxito, pero sí la obligación de ser empecinado, sin importarle mayormente frente a cuántas negativas deba estrellarse. Yo no sabría decir exactamente si el espectáculo es patético, repugnante o sublime, pero creo que nunca podré olvidar la cara (¿serena?, ¿resentida?) con que el hombre recibe siempre el resultado negativo.
—  "La tregua" - Mario Benedetti.
"Roubaram minha url "misspistoleira" para disponibilizarem, prestem atenção, quando virem quem foi me avise, porque aquela url É MINHA, SOMENTE MINHA, EU A CRIEI. quem fez isso vai perder o tumblr u-u, Uma menina pediu pra mim disponibilizar, quando disponibilizei, antes que a garota pudesse usa-la alguém pegou. DENUNCIEM, mesmo que Anoni. Estou pensando em parar de disponibilizar urls por isso, é uma puta falta de sacanagem você criar algo e outra ganhar o mérito por isso, esse ser é uma pessoa escrota, sem imaginação, repugnante e plagiadora. Rebloguem esse post pra avisar o máximo numero de pessoas possíveis. Obg ><

"Bendita sexta-feira santa. Todos haviam viajado e aproveitei para ir ao boteco do bairro. Sentei-me com uns amigos para discutir e jogar conversa fora, você sabe, como amigos fazem normalmente, e conforme bebíamos, assuntos iam surgindo, falávamos sobre bizarrices, como mamilos apontando para diferentes lados, ou falávamos o quanto o livro lançado pelo Lobão era interessante, a todo momento pediam mais bebida, sempre utilizando aquela velha e manjada piada:
"Ei, garçom, tem leite? Não? Então traga uma tequila mesmo hahaha".
Eu não sabia onde enfiar a cara, mas a parte mais embaraçosa não era essa, a parte embaraçosa era que sempre, em toda discussão, as falas terminavam em duas vertentes; Ou alguém acabava dizendo que não se pode comparar música Brasileira com a música internacional, que supostamente era “claramente superior”, o que é repugnante pois embora não sejamos nacionalistas culturalmente, nossos músicos são gênios desde sempre, desde Raul Seixas, Cazuza, até os diversos de hoje em dia que estão fora da mídia por um erro no nosso senso de valorização. Que seja, esse assunto não merece ênfase, a poesia Brasileira é inquestionável. Mas naquelas reuniões existia outra certeza, era uma certeza também, que alguém beberia o suficiente para se tornar mais um chato a reclamar sobre como tudo era melhor no passado, a dizer que caminhamos para o abismo, e depois diziam que o mundo é uma merda, e que a juventude não quer nada, e a juventude não tem perspectivas, e nós vivemos numa geração ruim, e a tecnologia fodeu com tudo. E de repente, aparece um senhor de quarenta anos discursando sobre como eram mais ignorantes por falta de informação, mas, ao mesmo tempo curtiam com mais intensidade e tinham mais ideais e princípios na época. O que me deixou enjoado, afinal, não aguentava mais essa mesmice depressiva da sociedade atual, é ridícula! É tão difícil entender? Vivemos outra época, vivemos sim nesse mundo de internet, precisamos nos perder no nosso imenso universo para enfim nos achar, se o tempo desses velhos fossem esse, teriam as mesmas dúvidas e anseios. A evolução prevê uma acomodação, nós não temos uma ditadura para lutar, nosso caso é mais simples, por mais ridículo que soe, lutar com a ditadura é fácil, basta seguir a manada, e se opor à aquilo. Difícil é viver sua liberdade e aproveita-la. Nós temos a liberdade, a tecnologia, mas e o progresso? De onde virá? De onde ele sempre veio? O que devemos fazer com nossa tão querida liberdade? Nós não temos grupos de amizade duradouros, a globalização se expandiu demais, tudo hoje é passageiro, supérfluo, obsoleto. Até uma ideia, triste fato. Isso torna difícil um começo para nós jovens, nós não temos o pontapé inicial, temos acesso a tudo, mas como nos apegar a uma coisa e lutar por ela se logo depois ela já vai ter perdido o valor e os apoiadores? Eu, particularmente, não queria viver no passado, não tenho apego ao sacrifício. A globalização de fato nos fodeu, nos fodeu sem vaselina nem um misero cuspe. Nos deixou perdidos, logo ficaremos loucos. Provavelmente precisaremos de fortes antidepressivos daqui para frente, e seguiremos nos batendo em busca de algo indefinido até o fim dos dias, mas nós não somos os culpados, reclamar disso é muita arrogância, nós ainda temos todos os recursos a nosso favor, ainda podemos consertar. Ou não, talvez sejamos mesmo os culpados, não sei. Mas foda-se, nós ainda somos jovens, nós ainda podemos tudo, e os velhos chatos, bem… Poderiam começar parando de reclamar e buscando soluções. “
Trecho do meu romance em produção, mundo-cão. 

-espirituosoetrágico

Hoy era la “fiesta” del toro de la Vega. Una chica casi muere apedreada por defender los derechos de los animales. Me da vergüenza ser española, me da vergüenza vivir en un país en el que es legal matar animales a estocadas, donde tirar una cabra desde un campanario es tradición, donde arrancarle la cabeza a un ganso es una fiesta popular. ASCO! ME DA ASCO SER ESPAÑOLA CUANDO VEO COSAS COMO ESTAS CADA DÍA. Y LA GENTE QUE DISFRUTA DE LA TORTURA ANIMAL ES REPUGNANTE!

"Es algo hermoso esto de la autosatisfacción, la falta de preocupaciones, estos días llevaderos, a ras de tierra, en los que no se atreven a gritar ni el dolor ni el placer, donde todo no hace sino susurrar y andar de puntillas. Ahora bien, conmigo se da el caso, por desgracia, de que yo no soporto con facilidad precisamente esta semisatisfacción, que al poco tiempo me resulta intolerablemente odiosa y repugnante, y tengo que refugiarme desesperado en otras temperaturas, a ser posible por la senda de los placeres y también, por necesidad, por el camino de los dolores. Cuando he estado una temporada sin placer y sin dolor y he respirado la tibia e insípida soportabilidad de los llamados días buenos, entonces se llena mi alma infantil de un sentimiento tan doloroso y de miseria, que al dormecino dios de la semisatisfacción, le tiraría a la cara satisfecha la mohosa lira de la gratitud, y más me gusta sentir arder dentro de mí un dolor verdadero y endemoniado que esta confortable temperatura de estufa. Entonces se inflama en mi interior un fiero afán de sensaciones, de impresiones fuertes, una rabia de esta vida degradada superficial, esterilizada y sujeta a normas, un deseo frenético de hacer polvo alguna cosa, por ejemplo, unos grandes almacenes o una catedral, o a mí mismo, de cometer temerarias idioteces, de arrancar la peluca a un par de ídolos generalmente respetados, de equipar a un par de muchachos rebeldes con el soñado billete para Hamburgo, de seducir a una jovencita o retorcer el pescuezo a varios representantes del orden social burgués. Porque esto es lo que más yo odiaba, detestaba y maldecía principalmente en mi fuero interno: esta autosatisfacción, esta salud y comodidad, este cuidado optimismo del burgués, esta bien alimentada y próspera disciplina de todo lo mediocre, normal y corriente."

Detesto ser hater pa’ mis weás, pero es que de verdad la mayor parte del tiempo detesto a la gente y las actitudes que tienen, y detesto estar dentro de ese círculo de mierda repugnante. Muerte a todxs y viva el helado.

TINTINTINTINTIN TEMPORADA DE “TROLLEAR” GAMERS ESPAÑOLES (ya se había tardado).

PREPARAR ARMAS CHICAS, QUE CON NUESTRO VEGETTA NO SE VUELVE A METER… A NO SEEER… NO, NUNCA MÁS! ¬¬

¿Qué creen que será esta vez?… Me dan ganas de poner un comentario en los videos de Vegetta en plan “Dentro de pocos días, nos atacaran seres repugnantes intentando trollear, favor de ignorarlos, si no los miran no están” 

Text
Photo
Quote
Link
Chat
Audio
Video