Unicórnios, hoje no meu colégio, foi aplicada a primeira prova do “Avalie Ensino Médio 2012”, onde tinham as questões para a gente responder, e depois um espaço para fazer uma redação. Agora vejam, aqui onde moro (Salvador-Ba) os professores fizeram greve, e passaram 130 dias parados, ou seja, perdemos 130 dias de aula. Estamos quase no final do mês de janeiro e ainda vamos finalizar a 4° unidade que por sinal durou 2 semanas. Chego hoje ao colégio, fico sabendo que haveria essa prova, eu e outros colegas de sala resolvemos então fazer dessa prova uma oportunidade de protesto, cada um desenhou o que quis, e em baixo, criei a frase que todos colocaram, e para finalizar, como titulo da redação, uma outra colega nossa sugeriu e aderimos a ” Honestidade é falar a verdade”. Quem poder reblogar para que o máximo de pessoas que sofrerem com essa greve assim como eu também possa ver, agradeceria. 

Gente,desculpa,mas,não cabe na minha cabeça,tem muito tumblr bom por ai que se esforça tanto,e consegue 8 ou 9 notes,dai vem um famosinho faz uma carinha e ganha 124 notes? Ta na hora de pensar bem e começar a reblogar os posts não os notes .

Eu não fiquei com raiva. Meu coração batia forte, como se Kim tivesse anunciado que minha família ganhou a loteria e ela estivesse prestes a revelar o valor do premio. Eu olhei para ela, o nervosismo nos olhos dela traindo o “quer um pedaço de mim?” presunçoso do rosto dela, e fiquei sobrepujada com gratidão por ser amiga de alguém que parecia me entender melhor do que eu mesma me entendia. Papai me perguntou se eu queria ir, e quando protestei por causa do dinheiro, ele disse para esquecer isso. Eu queria ir? E eu queria. Mais do que qualquer coisa.
—  Se Eu Ficar.
O telefone tocou às três da madrugada. Obviamente, eu não estava dormindo, mas foi preciso fingir bocejos e voz rouca

"O que diabos quer comigo?"
protestei, sem nem ao menos esperar ouvir um ruído do outro lado da linha.

"Como sabia que era eu?"
Anali gritou na sua estericidade comumente e irritante
“O que te faz pensar que eu trocaria uma bela madrugada de sono pelo som nojento da sua voz de bêbado?”

"Não estou bêbado."
respirei fundo
“E você é a própria resposta para sua pergunta estúpida.”

"Então, logo, está me chamando de estúpida?"

"Ora, não me venha com desconversas, pelo amor de Deus, merda, o que ainda quer comigo?"

um silêncio maldito ecoou por todo o quarto, cortado apenas pela respiração compassada de Anali. De fato ela queria completar o meu ciclo neurastênico.

"Queria saber como você está."
sua voz era calma e estranha. fiz o possível para conter os bichos que, naquele momento, invadiram o meu estômago.

"Eu estou péssimo."
quase sussurrei
“Tão amargo quanto aquele café horrível que tomamos na João de Barros sexta passada.”

"Aquilo não era café."

"Não importa."

"Tudo bem…"

"Era só isso?"

"Não é exatamente um …”

"Eu preciso dormir."

"Eu me importo com você, Peter, acredite."

"Eu realmente estou esgotado de sono e cansaço e você e esse seu papo furado."

"Você está sendo infantil."

"Faça o bem há um desgraçado no ápice do raquitismo: não me ligue mais."

Definitivamente não era o que eu queria ter dito. Mas desliguei o telefone sem hesitar, a fim de que não houvesse tempo para arrependimentos.

Depois sentei-me em minha velha cadeira de escritor de merda e chorei como um idiota.
no escuro.
sentindo a alma definhar junto com tudo o que eu sinto
e todas as coisas que já despejei em nome do que os bem aventurados chamam de amor.

Seus problemas estomacais não se resolvem com chás de erva doce, mamãe sempre deixou isso bem claro e, bem, ela tem toda razão.

Os Desembaraços De Peter Germã.

Text
Photo
Quote
Link
Chat
Audio
Video