pra-ninguem

Ninguém pra ligar e dizer onde estou,
Ninguém pra ir comigo onde eu vou.
Por outro lado,
Ninguém pra abaixar o volume,
Ninguém pra reclamar dos pratos sujos,
Ninguém pra fingir que eu não amo.

Ninguém pra dizer quando eu devo parar,
Ninguém na casa pra poder acordar do meu lado,
Ninguém pra contar novidades,
Ninguém pra fechar as cortinas,
Ninguém pra brigar de vez em quando…

Toda noite no mesmo lugar
Eu abro os olhos
E deixo o dia entrar
PRA NINGUÉM.

— 

Capital Inicial

Quero te contar uma coisa, na verdade são várias coisas, eu já te contei, mas acho que você não prestou muita atenção ou simplesmente fingiu que não escutou. Não sei como dizer isso numa maneira que você perceba que digo a verdade. Eu sei que não faço seu tipo, sei que é daqueles cara que olha sim a beleza, que olha o peito e a bunda das meninas que passam e eu não te julgo, a aparência o estilo conta muito eu sei, e eu também sei que nenhum dos dois me favorecem muito, pois é. Quando digo que não sou bonita você não acredita, mas essa é a verdade, eu não tenho o corpo ideal, não tenho o sorriso perfeito, o olhar sedutor, não, pelo ao contrário, não gosto do meu nariz, dos meus olhos, do formato do meu corpo, não gosto do meu físico e sei que se você me visse também não iria gostar. Somos tão diferentes, você com roupas de marca, criado sempre no conforto, não digo que tem a vida perfeita, pois nem sempre o dinheiro trás felicidade, mas é que eu fui criada de uma forma completamente diferente, Minha casa precisa de reformas, ela está acabada acredite, sei que não iria gostar de passar o dia e muito menos a noite aqui, minhas roupas são aquelas da feira, e eu não tenho estilo algum, vai por mim, os meus vizinhos são um bando de mal educados,sei que tomaria ódio deles num piscar de olhos, minha família? Bem digamos que eles não iriam te aceitar de imediato, talvez depois de te conhecer melhor poderiam reconsiderar, mas você não iria se familiarizar, minha família é do tipo que fala alto, faz brincadeiras sem graça, zoam, criticam, não estou falando mal da minha família, mas você me disse que não gosta disso, quando disse eu já pensei: Ele não vai gostar de estar no meio da minha família então. Cara somos diferentes demais, não sei se o amor bastaria. Até o modo de falar, as palavras usadas, você tira sarro da minha cara quando falo algo que você não fala, mas entenda, moramos em lugares diferentes e falamos de forma diferente. Sabe você já disse que os opostos se atraem, mas não sei se isso é suficiente, não sei se suportaria viver a minha vida, não sei se acostumaria a ter que arrumar casa, dormir em um lugar desconfortável, morar em um lugar feio, com pessoas que infernizam de manhã ao anoitecer, não sei se seria capaz de se acostumar a isso que passo. E de certa forma também não sei se sua família me aceitaria, se aceitaria as minhas roupas, o meu jeito, sem dúvidas iriam preferir algo melhor para você. E seus amigos? Sem dúvidas iriam te zuar, por pegar uma menina feia, sem graça, por querer ficar com alguém que nem estilo tem, sei que eu não seria aceita na sua vida. Isso é complicado demais, isso me enlouquece, pensar nisso tudo e o pior é que nem estamos juntos e já fico pensando nisso, sei que odeia quando faço isso, mas é inevitável. Se eu tivesse a certeza que me ama, sei que tudo se resolveria, se eu tivesse a certeza que somos feitos um para o outro, não me preocuparia com isso, mas não sei de nada, vivo nessa dúvida cruel, e acabo pensando em hipóteses que talvez nem vão chegar a prática.
—  Será que o amor basta?
As vezes paro pra pensar em você. E sorrio do nada, sinto uma alegria, uma paz, voce me tranquiliza mesmo quando nao esta aqui. Será que você tem noção disso? Eu queria poder te contar tudo o que você é pra mim, mas eu nao tenho palavras pra isso. Eu simplesmente amo você, me sinto bem com você e nao preciso de mais ninguem, porque eu ja tenho tudo com você. Chega a ser engraçado, quando eu vejo um casal na rua, me imagino com você, no dia que vai ser a gente andando de mao dada, e uma garota como eu, vai ficar nos observando, vendo nossa felicidade. Na verdade, eu quero viver cada dia da minha vida com você, so nos dois, sem ninguem atrapalhando. Vamos brigar, é claro. Mas vamos superar tudo com um beijo seguido de um “eu te amo”. Não vejo a hora de viver minha vida com voce! “Pra Sempre” lembra?
—  Carol Fernandes’ - 1ª Carta pra ele
Ninguém pra ligar e dizer onde estou, ninguém pra ir comigo onde eu vou. Por outro lado, ninguém pra abaixar o volume, ninguém pra reclamar dos pratos sujos, ninguém pra finjir que eu não amo.
—  Capital inicial