pensamentos

Será que me tornei um monstro?

Do nada me pego com uma aversão tão grande
a coisas clichês e frufru, e quando releio coisas que escrevi penso:
- eu teria me enforcado tempos atrás. 
E a culpa é sua, foi você quem me matou,
mas assumo, eu gostei de morrer em suas mãos.

E ficava ali, horas, olhando celular, esperando um toque, esperando um alerta, algum sinal que me fizesse sorrir novamente.Parecia uma espera sem fim, mas talvez soubesse que no fim nada daquilo fosse acontecer, e mesmo assim continuava lá, esperando, desejando, sonhando, acreditando, e perdendo a noção da realidade.
Meus bisavós são bem velinhos, minha bisavó tem 90 e meu bisavô tem 92. Meu bisavô sofre de um problema de esquecimento, ele não lembra quem são seus filhos, não lembra o nome dos seus pais, não lembra nada mesmo... Exceto que ela é sua mulher, sua esposa, lembra o nome dela, lembra o que viveu ao lado dela.. E na minha opinião, eles só continuam vivo por causa do amor que sentem um pelo outro. Eu acho isso lindo, pra mim é mais uma prova que o amor existe e que ele supera qualquer coisa, até as dificuldades e os obstáculos da vida. O amor sempre vence, não importa o problema se estivermos amor, temos tudo, temos MUITO.
Quando suas noites se tornarem sombrias, quando seus dias se tornarem longos, eu estarei lá, sempre a seu lado, tentando te fazer rir. Não importa se escolher a solidão, não poderá me fazer desistir, então nem tente me afastar, pois sou cabeça dura, persistente, quero estar a seu lado quando precisar de uma amiga e  eu estarei lá quando precisar, você queira ou não.
—  Teoremas do Tempo