E quantas vezes você não quis uma mordida no lábio, um sussurro no ouvido, um arranhão nas costas ou uma puxada de cintura? Quantas vezes você não quis ouvir um “eu te amo” sincero ou sentir um doce olhar que nem precisaria dessas palavras? Quantas vezes você não quis chamá-lo de “meu”? Quantas vezes você se olhou na parede e pensou “eu sou uma idiota”. Uma idiota, por que? “Por pensar em você. Por ser louca para ter todos esses desejos realizados quando estes provavelmente demorarão a acontecer.” Mas me escute, menina. Você não é uma idiota. É só uma romântica. Que sonha. E sonha sem pensar nas consequências disso. E não pare. Por favor, não pare.
—  B. Ponzio              Uma Romântica (your-deepest-feelings)
"É. Eu to aqui chorando, enquando você beija a sua namorada. Eu to aqui, suportando seus erros, acreditando nas suas mentiras e duvidando das suas verdades, mas firme e forte eu to aqui. Apesar das lagrimas que você me fez derramar e do tempo que você me fez perder, apesar das noites de insônia, dos micos, das vergonhas, dos segredos, dos deslizes, eu to aqui, E não só to como vou ficar, assim espero, até o fim da minha existência, ignorância, que seja. Eu estou aqui quando ninguém está. Quando você está mais sozinho, você não vê, nem sente, nem sabe, mas eu to aqui... Eu acho. Acho não, to. Aqui, lá, aonde quer que você esteja, eu estou. Posso não ter coragem de admitir, mas eu estou. Posso ser uma poeira pra você, mas com certeza eu to. E nunca ousei em te abandonar. Pode me esnobar, mas lembre-se que eu t.. e amo." - B. M.
Text
Photo
Quote
Link
Chat
Audio
Video