Nenhum sofrimento é em vão. Dure o tempo que for, seja rápido ou duradouro, tudo dura o tempo necessário. Necessário pra que você possa aprender que existem certas coisas, que ao contrário do que você pensa não te fazem bem. Você sai de uma ilusão e enxerga que essa pessoa que você pensa que faz bem pra você, na realidade não se importa com um passo que você dá. E aí você é capaz de entender que é sim capaz de ser feliz sem ela, e que quem realmente te merece, jamais fará você derramar uma lágrima de tristeza sequer.

E bate uma saudade da infância. Era a época em que a minha única preocupação era não perder o meu desenho favorito, brincar com as barbies e bonecos todos os dias, era fazer birra pra não tomar banho. E hoje em dia tudo mudou. A visão que existia de adolescência não existe mais. Criança não sofre por amor, crianças são ingênuas, crianças não fazem as pessoas sofrerem por elas. O amor de uma criança é outro, é puro, é lindo. O amor de um adolescente machuca, dói, corrói. Eu tenho saudade dessa época. Eu tenho saudade da melhor época da minha vida. 

Então né! Quantos dias se passaram? Quanto tempo? Na verdade quantos meses? Oito meses… Pois é, oito! E quando dizem pra gente que o amor cega ainda tem gente que não acredita! Absurdo, não é?! Mas eu voltei a enxergar. Finalmente eu voltei a enxergar pra poder ver o papel de otária que eu estava representando. Achar que era amada só por ter os teus carinhos, beijinhos e abraços todos os dias. Ilusão. Parabéns! Você conseguiu iludir mais uma! Mas eu não posso dizer que eu não sinto mais nada por você. Eu sinto muita raiva. De ter sido enganada esse tempo todo com esse seu jeito estúpido e imaturo de ser. Palhaço! Você simplesmente quer todas, atira pra todos os lados, onde colar, colou! Isso pra mim se chama incompetência. Incompetência de amar alguém de verdade e fazer com que essa pessoa se sinta a pessoa mais feliz do mundo. E eu não acredito em mais nada do que fizer ou falar! Pouco me importa você e esse jeito de canalha de ser. Eu acho que eu nunca amei ninguém como eu te amei. "Eu te amei do jeito mais profundo que alguém pode amar outra pessoa, mas eu desisto de você, acabou!" É mais ou menos isso. A saudade que eu sentia de você me sufocava, enquanto você mal lembrava de mim e dos nossos momentos. Mas agora chega. Pode ser difícil pra mim ter que me distanciar de você a cada dia e ter que ser mais e mais fria. Mas e daí? O que eu vou ganhar sendo igual com você? Mais e mais tempo como otária. Porque você não presta, você não vale nada. E eu finalmente deixei de ter pena de mim por estar sem você e passei a ter pena de você por estar sem mim. FUCK YOU!  

Ei, psiu, meu mô. Deixa eu falar umas coisinhas pra você, deixa! Não começar falando que eu te amo, tampouco que o que eu quero é ter ver feliz, seja com quem for porque eu sou egoísta mesmo e eu te quero só pra mim. Enfim, bom, queria dizer que esses 8 meses tem significado muita coisa pra mim. Eu não sofri apenas, eu amei, me diverti, ri das coisas bobas que você diz e fala. Sabe, eu não estou cansada de amar você ainda, depois de tudo isso. Meu Deus, como posso amar tanto alguém assim? Mas então, é um amor gostoso de ter, de viver. Eu posso ficar longe de você te odiando, porque sim, quando você tá longe eu tenho vontade de matar você… Mas aí você chega, amor, me abraça, me beija e bate aquele arrepio. Você descobriu meu ponto fraco e veja só, fica fazendo graça com ele! Fica me olhando, literalmente me provocando e rindo, como se tivesse se divertindo. E eu também me divirto muito amor, com você. Quando você tá perto. Entenda de uma vez por todas, não dá pra ter outra pessoa, não por enquanto, não quero ninguém pra nada sério. Sendo que também não é útil viver nada sério contigo. Mas meu amor, como você consegue ser tão maravilhoso e tão insuportável ao mesmo tempo? Eu juro que eu fico forte quando eu tô longe de você. Eu digo que superei, amor, você sabe o que significa superar? É uma das palavras mais fortes da vida. Mas eu não superei, eu não vou superar tão cedo. Olha, 99% das pessoas que eu converso, e conto a nossa “história” dizem pra eu desistir, que você não vale a pena e que eu preciso partir pra outra. E resto? O 1% que resta, amor, dizem que não querem me ver sofrer. Acho que não tem uma pessoa que diga que você vale a pena. Mas eu não quero desistir de você, é o que me faz feliz, como é que eu vou abrir mão disso? Me faz bem! Não é sempre, é verdade, mas faz na maioria das vezes. Amor, eu não quero deixar você ir, eu amo você. E as nossas mãos? Elas se encaixam tão perfeitamente, sem esforço algum. E a gente fica alí de mão dada, vendo o tempo passar, as pessoas passarem, assim, do nada. Espero que essa história desenrole não é? Desenrolando ou não, eu sou sempre a mesma quando você vem com aquele abraço perfeito.

Eu preciso de uma vez por todas acordar e parar de pensar que você me faz bem. A única coisa que você fez comigo foi me mudar, me bagunçar e me deixar mais fraca. Não acho isso justo. Eu nunca fui desse jeito, amar alguém talvez mais do que eu amo a mim mesma. Amar eu acho que é pouco, eu me apaixonei por você. Basta você me dar um abraço e um beijo pra eu te perdoar e esquecer absolutamente tudo aquilo que você fez. Peço todos os dias coragem pra não deixar isso acontecer e fico forte. Fico forte até onde eu posso. Consigo não pensar mais em você 24h por dia, mas não é fácil. Chega uma hora que eu não consigo mais equilibrar tão bem as coisas. Por favor me deixa ir, me libera, me esquece, me ignora. É tão difícil assim? O que me dói é ainda saber que eu me apaixonei pela pessoa que eu menos pensaria que iria me apaixonar, que não tem absolutamente nada a ver comigo, que eu nunca pensei de verdade que pudesse sentir algo. Mas acontece que já vem sendo assim há 8 meses e eu ainda não consegui te tirar da minha cabeça. Quando custa pra você me deixar em paz e esquecer que eu existo? eu pago o preço que for pra eu parar de sofrer. Porque eu sei que com você do meu lado, do jeito que está, eu não vou conseguir parar de pensar, e isso já está me torturando. Não é certo! Eu paro e olho pra situação e ela é tão ridícula. Gostar de você, quer dizer amar você chega a ser patético pelo que você é. E me decepciona, eu me decepciono de ver que eu estava tão forte, que você estava tão distante de mim e dos meus pensamentos e de repente tudo volta, todas as lembranças, os abraços, os beijos, as mãos dadas, as brincadeiras. Tudo isso voltou sem que eu pedisse, sem que eu quisesse. Por favor, vai embora de vez da minha vida, eu não estou pedindo nenhum absurdo. Você me transformou numa pessoa fraca absolutamente incapaz de controlar os meus sentimentos, e isso não faz sentido algum! Eu não sei se brincar comigo te diverte. Eu não sei se você gosta de ver a minha cara de otária quando você chega perto, eu realmente não sei o que acontece. Tudo, absolutamente tudo conspira contra a nossa história. Mas meu subconsciente não consegue desistir tão fácil. Eu nunca fui assim. Se você soubesse o quando dói você ter mudado, mesmo que seja sem perceber, por uma pessoa que não se preocupou de verdade contigo, que não se preocupa na verdade em saber como você está… Se você soubesse o que é isso você iria embora de vez e nunca mais olharia na minha cara. Me deixa em paz, me esquece. Eu já cansei de te amar, me faz muito mal. Eu não quero algo passageiro, que é isso que eu sinto quando eu estou com você, eu vou nas nuvens. Mas depois eu caio, e me machuco feio.

Eu estou tentando ser forte, poxa! Mas não dá. Tudo desmorona dentro de mim! Eu tô colocando um sorriso no rosto, eu estou dizendo que estou bem. Eu estou enganando a todos vocês que perguntam como eu estou. Mas não engano à mim. Sei como estou, e o estado é crítico.

Só não venha depois na cara de pau, vir conversar comigo e me tratar como antes. O que eu sinto por você hoje, nem eu mesma sou capaz de entender. Enxerga de uma vez que as coisas mudaram, e não sou mais otária. Ou você achava que eu iria cair pra sempre nesse seu joguinho?

Sabe, hoje o tumblr virou algo tão banal. Antes se você escrevesse bem, um texto legal, bonito, romântico ou com conteúdo, ganhava uma fama, porém merecida. Mas hoje, basta você ter um rostinho e um corpo bonito. Mas o que as pessoas precisam entender é que isso aqui não é agência de modelo nem balada, que você escolhe quem quer pela embalagem. E se nego posta foto e não é "maravilhoso", ainda tem otário desocupado que manda ask dizendo que fulano é feio. FODA-SE! Se não é seu não tem que te agradar. Agora ver textos sensacionais e frases lindas com míseras notes porque fulano não é bonito e não tem tumblr famoso, tenha dó. Enquanto o babaca com cabelo de Justin Bieber posta coisa besta e frases tontas, o "esquisito" está lá escrevendo coisas de verdade pra alguém. Enquanto o babaca finge se importar com os sentimentos de uma garota, o "esquisito" de fato de importa. Deveriam julgar menos a embalagem e mais o conteúdo, afinal, beleza uma hora acaba e o conteúdo não. Post grande, né? Mas não vou deixar de dizer o que eu penso só porque metade da sua dash foi tomada por isso. Não gostou? Dá unfollow. Quero que me sigam pelo meu conteúdo e não pela futilidade da embalagem.

Eu estou assim, triste, procurando um motivo pra me alegrar. Eu estou te vendo, sinto você chegar até mim, sorrio quando você conversa comigo, fala a verdade, vai! Você não imagina que nada está acontecendo comigo. Talvez eu deveria ser atriz. Mas não. Eu não sou assim. Eu sou forte, nem sempre, é verdade. Mas não importa, eu já levantei a minha cabeça algumas outras vezes, então eu não sei qual seria o motivo de ficar cabisbaixa agora. Eu vou me levantar, e eu vou sorrir verdadeiramente outra vez. Eu cansei de ficar lendo coisas tristes e me identificar com elas. Eu vou ser feliz, outra vez.