Talvez tenha sido os cigarros dos últimos anos, ou toda o álcool das última semana. Mas tenho estado cansado, mas não é um cansaço corporal, sim mental. Não tenho mais tido forças para seguir ou reagir aos tombos da vida. Talvez seja um fase, ou sei lá, talvez meu destino. Me tornar um peso para a sociedade e me arrastar até o final. Bom, só sei que estou chegando num ponto crítico, espero que seja mesmo uma fase, ou talvez esteja na hora de parar de fumar e beber.
—  Um passo de cada vez, Eduardo A.
E todos me perguntam se sou idiota, por perdoar tudo e rir de tudo. Mas, idiotas eles, que esquentam a cabeça com tudo e acabam sacrificando pessoas por um momento de raiva ou mesmo descontrole. Não consigo brigar com alguém só por causa disso. Foda-se o que falam, prefiro rir e divertir, do que apedrejar e machucar. Afinal, rir é o melhor remédio.