jnrs

AHBL6 Melbourne Sing-A-Long

So I just got home from the Sing-a-long. Was a great night, even though I couldn’t see much.

Seriously, that was my view STANDNG UP with my phone held up high. I eventually gave up and just sat down.

So anyway, here’s a brief rundown:

  • Guests who attended were Richard Speight Jr, Matt Cohen, Osric Chau and Richard Speight Jnr.
  • Some of the songs: “American Pie”, “Love Shack”, “Pretty Fly”, “Bohemian Rhapsody”, “Time Warp”, “Eye of the Tiger”, ““If You Wanna Be My Lover”, “Land Down Under”, “Teenage Dirtbag”, Sex is on Fire”, “I Love Rock ‘n’ Roll”, “Carry On My Wayward Son”. 
  • Richard missed Rob a lot and lamented his not being there.
  • Timothy Omundson and Osic Chau both led songs
  • Whenever Richard wanted a big cheer he mentioned Matt naked in the Kings of Con video
  • According to Richard if you ever build a love shack you should “ix-nay on the acklight-blay”
  • The first alarm went off during the second half of the Sing-A-Long. That’s how hot and on fire we were. Was a false alarm luckily.  It wasn’t long after that we had “Sex is on Fire”, and the songs were programmed in long before the alarm.
  • Worship of Timothy’s hair and Osric’s cute smile occurred
  • While not in cosplay, Osric was complemented by the others for not only his cosplay talents, but also the fact he cosplays as women
  • There was a brief discussion about the Supernatural Parody and Osic’s playing of Sam in it. They then threw ideas back and forth about what to call Sam/Kevin. These included Seven, Kevam, Samven and a few others. Was decided Kevam sounded like the sort of thing that would be written in a comic when Osric ripped off his shirt to display his cosplay.
  • Someone was wearing a Richard shirt. He was very happy.
  • Matt joined us in the audience at one stage

Sorry for the blur, but boy does he move fast!

  • Matt and Richard teased Timothy about the fact he had his own personal drinks attendant
  • There were a lot of cocktails, and almost a lot of cocktails on the floor
  • There was a spot discovered that caused a nasty feedback loop, so as you can imagine on more than one occasion it was deliberately used to annoy whoever was talking (mainly Richard).
  • They seemed surprised by how many songs the crowd knew off by heart, although we were told off for not knowing the second verse of “Eye of the Tiger”. That’s our homework for next year apparently.
  • Timothy did periscope during the event, and Matt took a few selfies.
  • We were told that if we don’t know all the words to “Carry on My Wayward Son”, then we were “in the wrong room with the wrong bunch of people”.
  • They guys went out of their way to make sure that a woman in a wheelchair was able to see them. Set up a “no go zone” for the mosh pit so she had a view.

That’s all I can remember off the top of my head. Have to head to bed early because it’s a 7:30am start for the main event tomorrow. I have a VIP ticket so I will be live tweeting parts of Jensen and Mark’s panel, and as much of the event as I can before my phone dies. Will take notes for a event write up.

Train selfie cos I’m on my way to Sydney for AHBL6. Gonna meet lipglosskaz! Gonna get Plush!Dean a tattoo of Jensen’s signature. Also taking Plush!Sam and Plush!Cas to get them signed by people too cos why the hell not? Gonna meet Richard Speight Jnr and Osric Chau!

Will keep y'all informed about my travels and at the actual con tomorrow.

Still undecided on asking deep intelligent questions vs asking what Sam smells like. Because Reasons.

Tagging my updates “kate goes to ahbl” and (once at the con) “ahbl6”.

You guys won’t believe what my boyfriend got me for my birthday.

Because I can’t fucking believe it. 

LOOK 

HE BOOKIFIED MY FAN FICTION. IT LOOKS SO FUCKING GOOD.   He spent so much time photoshopping the cover to look like something within the Mass Effect universe.

If you were wondering what 50 thousand words worth of dysfunctional soldiers falling in love in space looks like, this is it. 

He spent forever on layouts.

Him and his partner Tess (who proofread it to begin with) proofed the hell out of it make sure it was print worthy.

He made a few calls like including all the authors notes at the end. I can’t get over how good it looks. My beautiful niche fan fiction. 

It’s all still essentially anonymous because it’s like 60% explicit porn, but holy shit, my pathetic non-monog space marines are in a book. 

Amazing. This is my shocked face. I have seven copies left, who wants one?

Johnny Cage’s List of Established and Imagined Nicknames

Cassie Cage: Johnny, Jnr.; Poor little rich girl; Pumpkin; Sassy Cassie; Soldier of Misfortune; Sonya Clone; Sweetheart.

D’Vorah: Bug Jar; Creepy Lady; Honey; Queen Bee; Wannabee; Winnie the Pooh’s Worst Nightmare.

Ermac: Apple Mac; Lord Sidious; Mac; Macadamia Nut; The Mummy; Soul Brother.

Erron Black: Bandit Raccoon; Billy the Kid; Black Jack; Magic Mike.

Ferra/Torr: Master Blaster; Monkey See, Monkey Do; Pocket Psycho.

Goro: Four Arms; The ************** Who Owes Me a Pair of Sun-Glasses.

Jacqui Briggs: Bye Felicia; Fierce Spice; Jax, Jnr.

Jax Briggs: Metal Man; Six Million Dollar Man; Tin Man; Tin Soldier.

Kano: Chubby; Kangeroo Jack-ass; Scumbag; Terminator-reject.

Kenshi: Daredevil; Samurai Jack; Zatoichi.

Kitana: NSFW Disney Princess; Nurse.

Kotal Kahn: Ass-tec; Big Blue; Kotalicious; Montezuma; Nostradamus.

Kung Jin: Hawkeye; Legolas; Male Mulan; The Asian Daryl Dixon.

Kung Lao: Mad-Hatter; Oddjob; The Lesser Half of the Kung-Fu Twins.

Liu Kang: Jackie Chan; Liu-liu.

Mileena: Butter Face; Chopperface; Coyote Ugly; Jaws; Vamp.

Quan Chi: Chuckles; Colin Mochrie; Uncle Fester; Walter White.

Raiden: Raididdy; Raidonculous; Thor; Zeus-daddy.

Reptile: Kermit the Frog; Randall Boggs; Rango.

Scorpion: Hanzome (as in “handsome”); Scorpy.

Shinnok: Grandpa; Elderly God; Maleficent.

Sonya Blade: Baby; Baby Mama; Honey; My Alimony Payment.

Sub-Zero: Coldilocks; Elsa; Jack Frost; Vanilla Ice (”Ice Ice Shady” when S-Z is being snarky).

Takeda: Tack; Techno Fancy; Walking S&M Model; Whippersnapper.

JNRS Breakfast 28/8/13 – New Print and Online Measurement Survey

This morning in the Miranda Guinness Suite, in the Maldron Hotel on Cardiff Lane, media representatives gathered for a presentation on the new print and online measurement survey for the JNRS. Press titles, agencies and other interested parties attended to catch a glimpse, and an understanding (we hope) of the new survey. Now, before we dive into the dangerous and dirty of it all, the new survey is no doubt going to ruffle a few feathers, as does any change. The inclusion of digital with print analysis has been a big taking point in the past. But until results are out on Friday 30th let’s just have a look and lively discussion of the changes we heard today.

In June 2012, our friends in Millward Brown introduced a unique measure of combined print and online audiences. Print is now measured first followed by the digital measurement of accessing each title electronically. But how is the data collected I hear you ask? Has this changed from ‘ye olde’ Medieval way of hardback clipboard and tick the boxes? But of course it has; interviewers are now using an electronic hand palm top device, HAPI, to administer questions and record answers. Very fancy! We are told this enhances the quality of data collection by controlling the whole questioning procedure for interviews.

But what are the benefits of the above for advertisers? Well, the electronic collection has had a positive impact on daily readership, increasing Average Issue Readership (AIR) by drawing in more occasional readers.  This can be attributed to the better, more engaging prompting with less opportunity for titles to be passed over by respondents. 

Questions for both print and online have been redefined. For print questions, online readership is deliberately excluded so the figures aren’t double counted. Online questions remind respondents of all the ways they can read/look at newspapers’ content online, as some consumers may not realise how much content they might have consumed. The frequency questions differ between online and print to reflect users’ behaviour and are confined to JNRS subscriber titles. Recency measurement is the same for print and online to provide total AIR figure by title.

All the same, these changes aren’t exactly life changing. But these changes should in theory give us a more accurate indication into a paper’s weight, in what is a fight of heavy weights in today’s industry. Now we await the figures on Friday to see how this new survey is really met.

We’ll leave you with a couple of take home figures which you can sleep on, digest and reflect on which have come out of this survey;

  • Almost 3 million (2,999,000) people read or accessed a printed or online newspaper title yesterday/past week
  • 2,228,000 read or accessed a printed or online daily newspaper title  yesterday
  • Regular reading of subscriber titles online reaches approx. 1 in 7 of the population
  • 450,000 people read a daily newspaper (JNRS Subscriber titles) online on a weekly plus basis

 

aviso logo que não vale a pena

-    INR - Informações Não Requisitadas 

(traduzindo::::: tudo que ninguém quer saber, que ninguém vai ler, mas e daí?)

Meus filmes preferidos são The Phantom Of The Opera e Remember Me; eu odeio P.S. I Love You, e garotinhas estéricas, por favor, não esfreguem minha cara no asfalto por conta disso, ficarei xatiada. Eu tenho o meu lado meio ‘homem’, ele se chama Diego, prazer. Não, eu não sou lésbica nem bi e não tenho nenhum preconceito, só que eu gosto pra caralho de homem e é isso aí. O Diego se manifesta de vez em quando, não se assuste com os sintomas, é que eu não tenho muita paciência pra ser menininha-fresca-e-delicadinha o tempo todo, saca? Eu falo palavrão pra caralho e eu odeio isso, eu tento parar mas não dá, virou mania, já era. Eu tenho umas manias bem (lê-se: !!!!!!!) estranhas. Pra começar, não coloque uma caneta na minha mão se não quiser que eu devolva uma tampa destruida, porque eu mordo pra caralho qualquer tampa de qualquer caneta, seja ela minha ou não. Só que tipo, eu não sou uma pessoa normal (não mesmo), eu não dou umas mordidinhas igual todo mundo faz e pronto - eu mordo m-e-s-m-o, tem sempre pelo menos três canetas minhas que estão sem tampa e não é porque eu perdi, e sim porque meus dentes as quebraram. Eu tenho mania de estalar os dedos também. Só que, como eu não sou normal, eu não estalo como qualquer pessoa descente, eu estalo à cada 2 segundos (por conta disso meus dedos são moles pra caralho e meus amigos ficam brincando com eles). Eu sou meio sonambula. Tipo, eu não acordo à noite e saio andando pela casa, só fiz isso uma vez, mas eu converso com você dormindo se você me perguntar alguma coisa (uma vez tava conversando com uma amiga por sms dormindo, minha prima viu e ficou boquiaberta, mas enfim). Eu tenho pigotofilia, e a porra é séria mesmo, saca? Não é igual aquelas mina que sai falando que tem bipolaridade quando na verdade é só frescura e pá. Eu tenho pigotofilia de verdade, e isso me causa alguns problemas, mas nada que eu não consiga resolver. Uma coisa que me falta é equilibrio. Srsly, pra me manter de pé é um sufoco. Eu tenho 13815615382134 hematomas e a grande maioria eu nem sei de onde surgiu, o que reforça a ideia de que alguém tenha feito aqueles bonequinhos de voodoo com uma foto minha. Já cheirei pózinho de tang. É bom cara, mas vicia de verdade ASHUEHASUHE o-d-e-i-o quando eu tô triste, me isolo e vem um ser do além perguntar o que houve. Porra, se eu me isolei é porque eu quero ficar sozinha, entendeu? Vai embora capeta, sai. Porque véi, quando eu tô triste eu não gosto de contar nem de pedir ajuda e tals, porque a tristeza é >>minha<<, só >>eu<< sei o que eu tô sentindo, caralho. Então eu vou ficar sozinha pra não contagiar ninguém com a tristeza e vem um infeliz correr atrás de mim, puta que pariu, que ódio. A pessoa que eu mais me espelho no mundo ao quadrado é a Katy Perry (ela é minha, faca/). E eu sou louca por Pollo e palavras jamais descreveriam o orgulho que eu sinto ao ver eles crescendo assim e se tornando cada vez mais eles mesmos. E não, eu não comecei a gostar deles depois de Vagalumes, muito menos sou poser, ok? Ok. Odeio gente dramática tipo “ninguém se importa”, “ninguém me ama"… Ninguém te ama, ninguém se importa? Beleza, olha em volta. Sério, olha. Só porque uma única pessoa te rejeitou não significa que por isso o mundo inteiro tá te dando as costas também. Geralmente a pessoa tá tão cega por uma que acaba não enxergando as outras que tão ali pra elas desde sempre. O mundo não se resume em uma pessoa, caralho. Não coloque o seu namoradinho otário no pedestal como se ele fosse a melhor pessoa do mundo e esqueça dos teus amigos que estiveram contigo desde o começo. Odeio mais ainda gente que faz drama do tipo ”sou feia“. Tu se acha feia? É? Problema é seu caralho, tu não tem que espalhar isso pro mundo inteiro. E se tu acha feia pra que que mandou a porra da foto pelo submit do famosinho lá? Odeio gente que faz isso também. Uma vez uma menina falou isso pra mim e eu ignorei pra não socar ela, aí ela falou ”viu? você nem disse que eu sou bonita, então é porque eu sou feia mesmo“. Caralho, segurei muito pra não socar ela. Essa daí é dramática pra conseguir elogio assumida né. Saí de perto, senão a gente ia cair no fight. Não gosto de gente que fala que homem/mulher não presta. Não gosto mesmo. Pra mim existem homens e mulheres que não prestam, assim como existem verdadeiros príncipes e princesas, então por favor, não generalizem. Odeio isso. Odeio essa porra de sociedade pra lá, sociedade pra cá. Tipo, já parou pra pensar que a sociedade inclui o mundo inteirinho? Inclusive você, eu, seu irmão, seu tio, o papagaio da vizinha e o caralho à quatro? ”Não, mas a sociedade é uma merda“ então tá. Então sua mãe é uma merda, seu pai é uma merda, você é uma merda. E prazer, meu nome é merda. Ok ok, eu sou uma merda mesmo, mas não precisa jogar na cara né. Eu amo dançar, tipo, de paixão. Eu sinto que é a ú-n-i-c-a coisa que eu sei fazer direito, saca? E me liberta, sei lá, a dança é tudo pra mim (não to falando de funk, dançar em boate e essas porrada toda, tô falando de dança mesmo, ballet, dança de rua, jazz e pá). Isso é muito viadinho de falar, mas segundo meu signo (virgem, 18-09), sou uma pessoa que odeia bagunça, tem o pé no chão pra caralho e acaba se tornando pessimista. E isso é verdade, deve ser por isso que eu não consigo lidar com a minha mente, porque puta merda, que bagunça é essa aqui dentro hein?  E porra, sou pessimista demais. Nunca acredito que as coisas vão acorrer tudo bem/como planejado, srsly. E as coisas que caem no meu horóspoco s-e-m-p-r-e acontecem comigo, é. Falo muito ”tipo“, ”feat“ (to tentando parar com feat, mas tipo é impossivel mesmo) e falo de mim mesma na terceira pessoa. Tipo, em vez de falar ”eu fiz isso“ eu falo ”a Julia fez isso“, saca? E aí tem sempre um que me pergunta: ”que Julia?“. Isso me irrita, porque eu não consigo controlar essa minha mania e o ser do além não entende. Me sinto insegura se não tô com o meu celular por perto e tenho quase um ataque cardíaco se eu boto a mão no meu bolso e ele não tá ali. Odeio no fundo da minha alma quem troca "mas” por “mais” e quem , usa , a , virgula , assim ,ou ,assim. Eu me orgulho do meu gosto musical, mas não acho que você, por exemplo, ouvir Rock te faça, oh, muito mais legal do que ouvir Funk, Sertanejo, Pagode. Sei que tem coisa zuada, mas gosto é gosto. Não acho que faça sentido você fazer milhões de planos e projetos sendo que tu pode sair na rua e morrer baleado ou atropelado. Vejo menos sentido ainda em arrumar a cama, sendo que você vai desarrumar de novo depois. Acho violência algo desnecessário e acho que agredir com palavras é mil vezes mais bonito. Acredito em Deus pra caralho, me processe. “Mas que coisa feia, você acredita em Deus e fica falando palavrão, vai arder no inferno” tá, beleza, é o seguinte:::: eu me considero uma pessoa legal, tipo, eu ajudo quem eu posso e tenho altruísmo de sobra, e tu quer me dizer que eu vou arder no inferno porque Deus não vai me aceitar já que eu falo palavrão? Véi na boa. Eu acho muito escroto essa parada de “palavrão”. Tipo, quem rotulou sáporra? Quem disse que tal coisa é feia de se falar e tal coisa não? Quem falou que ah, não pode falar “cacete” porque é palavrão. Caralho, que sentido faz? Por que diabos cacete é palavrão e sei lá, borboleta não é? Acho que um beijo, pra ser bom, tem que ter mordida e chupão no lábio, muita mão boba e puxão de cabelo. Adoro muito, muito sorrisos, e covinhas. Sorrio pra todo mundo na rua. Eu sou muito educada com gente mais velha. Não tenho medo de morrer, tenho medo disso acontecer antes de eu ter feito tudo que queria. Eu penso muito sobre a morte. Tipo… Como deve ser? Tu tomar um tiro… E sentir a vida se esvaindo de você? Pra onde tu vai? Tu vê uma luz branca? Uma passagem? Um filme da sua vida? Oi? Odin? Goku? Um vazio eterno? Eu acho que o amor é sobre os defeitos. Você sabe que a pessoa é ruim, mala, chata, grudenta, ciumenta, irritante, imbecil… Mas tu não liga. Tu adora. Imbecil, mas é. Eu tenho várias teorias estranhas que nem valem a pena serem citadas, de tão idiotas. Aliás, eu sou idiota. Muito idiota. Existem três Julias, três “eus” dentro de mim, e se tu quiser saber sobre isso clica aqui. Vai se arrepender e tal, mas a vida é tua, tu faz o que tu quiser. Eu quase nunca termino a maioria das coisas que começo. Aliás, talvez um dia eu termine isso daqui…

Top 5 things you to need to know about JNRS

The JNRS results are out today and we’ve got the top 5 things you need to know about the latest book!

1.      New Developments- We are awaiting clarifiation on the new developments, check back soon for an update

2.   Overall readership- 81% of people read a newspaper daily.

3.       Dailies- All dailies have reported an increase in readership.The Irish Independent remains the preferred daily with 521,000 readers, reporting the largest increase in readership of any newspaper. They have successfully experienced considerable gains in most categories, while The Irish Times remains flat year on year despite their rather large brand campaign launched late last year.

4.       Sundays- All Sunday newspapers have suffered a decline in readership figures this year, with the exception of The Irish Sunday Mirror. The Sunday Independent continues to be Ireland’s most read title.

5.  Magazine Supplements- Interestingly enough, the majority of magazine supplements seem to show a decline in readership year on year. The Sunday Independent’s Life magazine remains as the most popular choice with a readership of 598,000, while the preferred Saturday magazine is The Weekend magazine with a readership of 536,000.

Top training session in Olympic Beach Gym on Playa del Ingles today with @williamson.jnr @jt030490 💪💪 by davielawson

Laying here awake a 2:00am thinking about the last year and four months. How can one person make me happier than I’ve ever been? How can one person be all I need and more? Jessica, you have changed my life for the best and I am so excited to take our last step of high school together. Since sophomore year we have done everything. Band, foot ball games, tests, concerts, and every other thing that involves being at the school, but you don’t see one of us without the other! So tomorrow I am prepared to walk across that stage with you and beam and clap the loudest as you accept your diploma. You’ve worked hard for this! You’re so smart and I’m proud to call you my girlfriend. I love you, babe. I can’t wait to take on the world with you.