Sabe aquele barzinho da esquina? Sim, aqueles que todos vão quando querem afogar suas mágoas. Eu fui lá ontem. Eu sentei-me naquela cadeira velha e contei para o garçom sobre a nossa história. Ele perguntou como eu me sentia. Por algum motivo aquela pergunta fez com que eu ficasse boquiaberto durante alguns cinco segundos. Em seguida, eu desviei o olhar dele, baixei a cabeça e disse que ficaria tudo bem, não precisava mais ficar ouvindo sobre as minhas dores. Porém ele continuou ali, parado, me olhando. Estranhei, e então tornei a olhá-lo. Ele continuou insistindo por uma resposta, repetindo várias vezes a mesma frase: diga o que sente, embora não saiba ao certo o quê. Eu não fazia a mínima ideia do que ele queria dizer com isso. Como que eu iria dizer a ele o que sinto, se nem mesmo sei o quê? Depois de alguns minutos ouvindo aquilo, eu finalmente lhe respondi ”Nada além de um vazio preenchido de saudades. E olha, tudo bem se agora você quiser levantar e sair de perto de mim. Sou confuso e se eu pudesse, o próprio já teria levantado e saído para bem longe.” Mas ele resolveu surpreender-me novamente ficando e dizendo que me entendia. Perguntei quem era ele afinal, por que estava ali, ouvindo um cara que nem mesmo conhecia, sequer havia ouvido falar. Ele disse que não se importava com quem eu era e que tinha certeza que eu também não se importava com quem ele poderia ser. Prosseguiu dizendo que entendia toda essa confusão que estava acontecendo em minha vida, com os meus sentimentos porque ele também havia passado por isso há algum tempo. Fiquei olhando fixamente em seus olhos e perguntei o motivo do fim. E então ele disse que não sabia o por que, ela simplesmente tinha dado as costas e ido embora. Ele contou como doeu e que sentia-se totalmente sem ânimo, como se nada que acontecesse pudesse surpreende-lo, a não ser a volta dela. Eu baixei a cabeça e deixei que algumas lágrimas escapassem enquanto o ouvia falar. Quando ele terminou de contar, ficamos em silêncio durante algum tempo. De alguma forma, eu me sentia um pouco melhor, talvez por saber que existia alguém que sentia-se como eu, alguém que realmente me entendia. Olhei para ele e percebi que ele também estava chorando, ele ergueu a cabeça como se não houvesse ninguém ali além de nós dois e disse ”vai ficar tudo bem. Vai mesmo, cara.” Continuei lhe olhando e ele pediu desculpas pelas lágrimas. Respondi a ele que não tinha problema algum, que ela tinha me ensinado que não era vergonha chorar, nunca foi nem mesmo para os homens. Foi neste momento em que aconteceu a coisa mais estranha daquela noite, não sei exatamente como descrever, mas foi algo como um choque. Pensei em todos os momentos quais compartilhamos. As brigas, a raiva que já juramos sentir um do outro, o ciúme exagerado, as vezes quais choramos, as risadas, as vezes que ela sorriu bobo dizendo que a minha risada era engraçada, dos conselhos, da gratidão, e de todo o amor que sentíamos um pelo o outro. Enxerguei então que realmente havia amor de ambos, mesmo que não da mesma forma, mesmo que houvesse acabado. Enxerguei que não precisava ser para sempre, para ser amor. É, foi um choque, um choque de realidade, e sem dúvidas, não há choque melhor que este.
—  Missingyou-me.
A falta que você está fazendo ao meu coração é muita, que às vezes chega a doer. Dói, dói e dói. Só dói. Eu tentei de todas as maneiras, apagar os vestígios de você, para ver se meu coração desencanava e pulava para outra. Ou melhor, ficasse quietinho no canto dele e deixasse que meu cérebro tomasse as rédeas daqui pra frente, porque quem sabe assim nós não nos machucaríamos outra vez. Mas eu tenho um coração teimoso e que fica insistindo em uma única pessoa. E sabe, essa pessoa é você. Nosso ponto fraco é você, cara. É só te avistar de longe que, meu coração acelera, minhas mãos soam, minhas pernas tremem, meu estômago faz festa com as borboletas e meus olhos… Ah! Meus olhos brilham. É só isso que você faz comigo. Eu fico toda durona quando você está longe, mas é só você aparecer que me amoleço todinha. Por isso que acho que é o meu cérebro que devia estar no comando, porque ele sabe se virar e não caí no encanto de qualquer um. Enquanto o coração se deixa levar apenas por palavras. E admito que nem mesmo eu consigo me livrar de você. Você é um ímã e eu sou um ferro. Não adianta eu tentar me afastar de você, porque na mesma hora estou voltando e grudando em você. E a cada volta, bato com força e quebro uma parte de mim. Tenho dó do meu coração, mesmo que tenha sido ele que nos colocou nessa situação. Ele não sabia que mexer com coisa errada só dá nisso. Tão inocente! Mas agora que está todo machucado e quebrado não tem como fazer nada. Será que já inventaram remédio para feridas do coração ou a minha única solução continua sendo o que as causa?
—  Isabelly Q.

“Qual é a graça de ficar insistindo, insistindo, insistindo? Sério que você espera um resultado diferente fazendo sempre a mesma coisa? O que não deu certo na primeira vez, provavelmente não vai dar na segunda. Ou na vigésima quinta. Pra mim é burrice.”

- Vinicios Kreteknao 

image

“Em tempos em que quase ninguém se olha nos olhos, em que a maioria das pessoas pouco se interessa pelo que não lhe diz respeito, só mesmo agradecendo àqueles que percebem nossas descrenças, indecisões, suspeitas, tudo o que nos paralisa, e gastam um pouco da sua energia conosco, insistindo.”

Em tempos em que quase ninguém se olha nos olhos, em que a maioria das pessoas pouco se interessa pelo que não lhe diz respeito, só mesmo agradecendo àqueles que percebem nossas descrenças, indecisões, suspeitas, tudo o que nos paralisa, e gastam um pouco da sua energia conosco, insistindo.
—  Martha Medeiros.
I'm back!

O ohcolouring está de volta dessa vez oficialmente E de cara nova.

Eu só tenho a agradecer a todas as pessoas que ficaram insistindo (vocês foram essenciais e muito motivadores, acreditem) ajsdhgfj Apesar dos apesares eu não posso negar o amor que tenho por esse lugar então além de um “muito obrigada”, sejam bem-vindos a essa nova fase de mim, a essa nova fase de blog.

Sabe aquele sorrisinho de “ele tá sofrendo por minha causa” que você coloca no rosto? Pode tirar. Sabe aquele filme que a gente viu juntos? Convidei outra pessoa pra assistir comigo. Você lembra das nossas conversas? E dos momentos que passamos juntos? Estou tratando de esquecer. Se foi bom? Foi. Se valeu a pena? Valeu. Mas eu é que vou ficar insistindo em algo sem futuro? Eu não. Minha fila andou, otário. A minha vida tá seguindo, e “surpresa!” sem você incluso nela. Eu te disse, não disse? Uma hora ou outra eu ia seguir sem você. Eu disse que ia parar de chorar, que ia parar de lamentar, que ia parar de me culpar, que ia te esquecer. Ainda não te esqueci por completo, mas estou quase lá. Tenho amigas e amigos que me ajudam a superar. Sim, alguns amigos estão tomando o teu lugar. Tô bem, tô zen. Hoje eu não estou sofrendo por ninguém. Eu quero mais, é beijar na boca e ser feliz daqui pra frente. Pra sempre. Tchau tchau! ✌️✌️
—  Luan Felipe.

" Mas eu queria que você ficasse. Ah, como eu queria que você continuasse aqui pertinho de mim. Vou sentir sua falta, apesar de tudo. Vou sentir falta das suas brincadeirinhas bobas e algumas até arrogantes, da sua grosseria, da sua mão tocando levemente o meu rosto nos momentos mais fofos, vou sentir falta das tuas palavras para me acalmar, dos teu tapas, das suas dancinhas esquisitas, e até das suas crises de chatisse, nas vezes em que você me ignorava, ou ficava de gracinha.. Ah, vou sentir falta de te irritar sempre que possível, do teu abraço apertado, do teu beijo, e de todo aquele carinho que eu tinha. Vou sentir falta também do mundo contra mim, me dizendo coisas horríveis, insistindo em botar na minha cabeça que você não presta, que eu só me sentiria pior com o tempo, que eu deveria abrir os olhos.. Mas eu queria que você ficasse. Queria que você não precisasse se mudar pra longe de mim. Queria ainda ter a chance de estar com você nos dias tristes, para tentar torna-los de alguma forma, menos dolorosos.. Mas isso não vai mais acontecer daqui alguns dias, é, a ficha ainda ta caindo, os dias estão passando mais devagar, os dias andam mais chatos e dolorosos para mim… Eu só quero você feliz, é a minha maior recompensa, quando amamos alguém, vale mais ver esse alguém feliz, do que os dois infelizes, eu não ligo, eu tiraria toda a sua dor e colocaria em mim, por que eu te amo. Pena que isso não é possível, mas ah, eu faria isso sem pensar duas vezes. Queria continuar te vendo todos os finais de semana, te vendo jogar bola de um modo que nunca vi ninguém jogar, vendo você dar seus pulinhos estranhos ou até admirar você imitando as pessoas..
Diz pra mim que algum dia você volta? Nem que seja só pra confortar a saudade? nem que seja temporário? um fim de semana? um dia talvez? só diz que volta?
Me desculpa ta? Me desculpa por ser mimada, por ser chata com você, por ficar no seu pé, por me preocupar tanto, me desculpa se eu não consegui te dar o mundo? ahh, eu tentei, eu juro, juro que tentei ser suficiente, e as vezes me odeio por que não ter conseguido ser o que você queria a tempo de você ir embora daqui.
Se for para ser, que seja um dia, mas se não for, sinceramente espero que você encontre alguém que te ame da mesma forma que eu amo, que te faça muito feliz, que esteja disposta a fazer qualquer coisa por ti, e que você encontre tudo isso que você sempre procurou, em uma só pessoa. Boa sorte, não se esquece de mim ta bom? eu te amo infinitamente e verdadeiramente. “

Victoria Luiza. (victorialuizaq)

Text
Photo
Quote
Link
Chat
Audio
Video