infanty

Quanto custa uma passagem para o desconhecido? Ou uma vida, ou melhor, um coração novo? Foram tantas decepções e ilusões que chega há ser dificil acreditar em alguém de novo. Cansei de correr atrás, cansei de valorizar quem não merece, cansei de tudo e de todos. Nunca sou o suficiente para alguém, parece que sou até o motivo de quererem ir embora. Sim, tenho rosto de menina, não aparento ter a idade que tenho, só olham o meu corpo, meu físico e só querem usufruir daquilo que estão vendo. Tenho desejos infantis, admito. Mas quem não quer tem alguém do lado, uma pessoa que te ame e demostre isso. Que mulher não gosta de ganhar chocolates, buquês, rosas e ursinhos? Quem não quer ter filhos e uma casa linda? Quem não quer chegar cansada do trabalho, entrar em casa e ver alguém te esperando, saber que sempre ele estará ali. Ainda quero ser o motivo do sorriso de alguém, quando ouvir meu nome, seus olhos brilharem. Não sei gostar pouco, muito menos amar, mas parece que sou intensa demais, ou ninguém saber lidar com a minha forma de amar. Aquela que tanto ama, é aquela que acaba chorando no final.
—  Ilusões de Esther.
2.3.11

is it selfish of me for wanting him to stay? I honestly would give anything to have him stay. I have only gotten to spend two weeks with him. It’s not fare. I swear it’s like Dear John. I never thought that it could happen in real life, but it has. I’m not in love with Jared, but I feel myself falling. And he leaves tomorrow morning at 8:30. What am I supposed to do for five months? I know I’m going to be worrying myself sick about whether I’ll get to talk to him or whether he’s okay. I know that my family and Whit will make sure that I don’t go crazy. And I plan on going and seeing his family whenever I get the chance to. It’s just going to hurt so much when he leaves.

Você acordou hoje tão bonito, tão forte, tão pleno nesse sorriso que foi quase como contemplar o nascer do sol. De alguma forma, essa sempre vai ser uma das melhores lembranças que guardo, você acordando com um mau humor sem fim e me fazendo rir como se contasse uma piada. Achei que não fosse possível, mas me apaixonei um pouco mais por você esses dias. E a cada instante, é como se fincassem mais fundo uma bandeira com o seu nome em meu peito, essa luz se arrastando pelo meu corpo inteira até que eu esteja preenchida só pelas coisas boas que você me dá. Não acredito em destino, mas acredito em você. Acredito em você mais do que em qualquer outro desses misticismos baratos e forças da natureza. Mais do que em mim mesma. Passei um tempo procurando explicações pra tudo aquilo que sinto sempre que te vejo chegar no portão e sinceramente fracassei. Melhor deixar tudo como está. Por muitos anos eu quis viver alguma dessas aventuras infantis que não medem consequências de nada, simplesmente se jogam num abismo. Me apaixonar por você é exatamente como se jogar de braços abertos num abismo e renunciar ao medo de cair. Deixo que o mistério permaneça um mistério e rezo pra que o nosso amor seja essa eterna queda livre, como se caísse diretamente pra o céu.
—  A sua garota, janeiro de 2015
Pro meu amor...

Não sei o que dizer sobre nós, um dia estamos bem no outro ja brigamos como crianças. Enfim não sei como isso vai ficar, estamos brigados e admito eu choro por isso, porque você me faz sentir culpada como se eu estraguase tudo o que ha na gente, to com um vazio em mim, to com vontade de dormir e acordar digamos que em… Digamos… Um mês talvez? Será possivel acabar com tudo isso em um mês? 

Sabe do pior? É que eu sei que vão haver mais brigas, so não quero deixar você, porque você virou tudo pra mim… Desculpa mesmo minhas chatices, meus dramas (qe no fundo sei qe são infantis rs), minhas frescuras… TUDO!

To aqui pensando “Meu Deus se eu fosse garoto e tivesse uma namorada assim tão birrenta eu ja teria terminado e partido pra outra” mas não você, VOCÊ, continua comigo, sei la por que, não sou a menina mais bonita, não sou a mais sexy, mesmo você dizendo que meus peitos são lindos, as vezes eu acho que são por eles… Ta, ta, não é ne? 

Você diz que sou a sua menina e digamos que eu me derreto toda, pior que sorvete no calor… Falando nisso eu também te amo por comprar sorvete pra mim, VOCÊ COMPRA SORVETE PRA MIM, você tem ideia de como isso é especial? Parei de graça, nesse texto eu to brigada com você não tem por que eu falar de sorvete!

Eu devia ta brava, devia sim, mas eu não to, to carente do seu amor, carente do seus beijos, carente das suas palavras, mesmo sendo pra dizer sobre luta, não eu não me interesso, ou não interessava sla rs, so sei que não tem melhor coisa do que você olhando pra mim contando sobre luta, mds, como você fica lindo, eu ali como a pessoa mais importante pra você contar sobre isso, com aqueles olhos brilhando e todo emotivo falando… Não tem como não apaixonar!

Enfim meu amor, não sei como vai continuar nossa historia, mas de uma coisa eu sei, não consigo ficar brava com você, te amo muito Bruno.

VCS QUE VÃO NO TUMBLR DAS OUTRAS PESSOAS ME OFENDER, POSSUEM PROBLEMA OU O QUE? SE QUEREM SABER SOBRE MINHA VIDA, VEM LOGADO NA ASK QUE EU RESPONDO TD, NÃO PRECISA SAIR DIZENDO QUE O TUMBLR DO BIRITOU É MEU FAKE PQ NÃO É, QUEM FEZ FOI EU, MAS NÃO FIZ PRA MIM. APRENDA A MOSTRAR A CARA QUE TA FICANDO FEIO, ATÉ PQ TD QUE TENHO PRA FALAR SOBRE MINHA VIDA, EU FALO, VCS TÃO PIOR QUE CRIANÇA, SE NÃO SÃO MAIS INFANTIS NÉ, PQ É O QUE PARECE.

APAREÇAM FÃS.

Como responder as pesquisas.

Vou responder as ask que estão chegando

Toluna a primeira coisa que você deve fazer é se registrar ai, colocar suas informações, minha dica é, diga que bebe bebidas alcolicas, mesmo que não beba, diga que fuma, mesmo que não fume, se você for maior de 18 anos informa que tem um filho, porque tem muitas pesquisas de comida para criança, filmes infantis, frauda entre outras coisas, diga que tem carro, carteira de motorita, diga que tem empregada domestica e que é o principal responsavel pelas compras em sua casa e trabalha meio periodo , e não esqueça das suas resposta, se possível anote

SURVEYS /OFERTAS - Clique nesse ICONES, a cada 30 minutos, pois vai aparecer oportunidades para seu perfil e você vai ganhar conforme for respondendo, abrira uma página assim que você responder a pesquisa  e assim que acabar feche e  terá que dar Yes

VOCÊ FOI CONVIDADO - Sempre que seu perfil bater com alguma pesquisa eles vão mandar essa oportunidade, só que elas tem tempo, assim que chegam tem que ser respondidas, se você demorar eles dizem que seu perfil não bate e infelizmente não conseguirá responde-las


Conhecendo as ofertas/ OFFERS

Essa é a parte que eu mais gosto, aqui terão jogos para serem jogados online, até o nível 5 ou 10.

Persona.ly - Tem jogos, downloads para celular, promoção Doritos, e confome você vai cumprindo vai subindo seu nível… eu estou no nível GOLD

TRIALPAY- Aqui meu foco é nas sondagens Samplicious, LIVRA, Your Surveys, Opinions, você também pode jogar os jogos ou participar das promoções

Peanut Labs - Você clica e eles vão perguntar o que pode beber, ai voccê responde ÁGUA, eles vão carregar a pagina se seu perfil bater, poderá responder a enquete, é dificil conseguir, mas eu sempre tento, as vezes consigo

TokenADS - Baixar APP, eu baixo o aplicativo e deixo por três dias no celular e depois excluo ..

Vamos supor que você respondeu as perguntas e não chegou o seus cents, entre em contato com o suport, eles respondem imediatamente e depositam seus cents

Se completar todas essas ofertas, eles dão bonus

As tarefas, normalmente são para dizer quem é o autor, precisa acertar 79% menos que isso é desclassificado

ClixGrid - Você pode ganhar até 10 dolar, eu só ganhei 1.20 até agora acho dificil, mas eu clico para ganhar o bônus no final do dia!

Então é isso gente, você também pode indicar seus link para outras se inscreverem e assim vocês também ganharam, ele fica em sua conta o meu é

http://www.clixsense.com/?7284284

Boa sorte e qualquer duvida me chama na ask

10 fatos meus literários
  1. Sempre, desde pequena amo ler. Eu sempre pedia pros meus pais comprarem gibis pra mim (e tenho alguns até hoje).
  2. Eu tenho 3 escritores favoritos: J. K Rowling, George R.R. Martin e o Dan Brown.
  3. Eu não gosto muito de romance e nem de comédia romântica… meus estilos favoritos são suspense, ficção e fantasia.
  4. O primeiro livro que eu li inteiro e sozinha (de acordo com a minha mãe) foi ‘’O Bichinho da Maçã’’
  5. Quando me da a louca eu compro livros infantis. O último que eu comprei foi ‘’Tuik, O amigo imaginário’’ E ELE É MUITO LEGAL.
  6. Eu amo Harry Potter mais só li 4 livros até agora ‘’O primeiro, o segundo, o terceiro e o sétimo’’.
  7. Eu só li um livro erótico até hoje. Ele se chama S.E.G.R.E.D.O e eu acho que ele da de 100 a 0 em 50 tons (só um palpite pq eu nunca li, mas pelo que já me disseram eu meio que tenho isso na cabeça USAHUSHAUSHUAHSU)
  8. Um dos meus livros favoritos é O Pequeno Príncipe, e eu leio ele todo final de ano desde os 15 anos (eu ganhei o livro que é um ‘’auto relevo’’ sim as figuras saem das folhas e eu chorei de emoção quando ganhei).
  9. Voltando a falar em livros infantis tem um que eu amo e foi o primeiro livro que chorei na vida se chama ‘’A estrela cor de rosa’’ ele é lindo gente, sério.
  10. Eu sigo uma ‘’cronologia’’ pra ler. O livro que eu comprei primeiro, leio primeiro, mesmo se estou morrendo de vontade de ler o que comprei depois… doideira eu sei haha
Ninguém fica por muito tempo, esse é o problema. Ninguém consegue ficar, aturar esse meu jeito estranho de ser, ninguém tem paciência com as minhas mudanças constantes de humor, minhas piadas infantis, minha confusão, esse meu egoísmo, minha carência, minhas crises de choro, minha necessidade de me sentir importante, minhas grosserias, meus gostos diferentes, minha indecisão, minha timidez excessiva, minha desorganização, meu cabelo bagunçado, minhas cicatrizes, meus pensamentos suicidas… Eu sou uma bagunça completamente estranha. Não existe pessoa louca o suficiente para gostar disso. E é por isso que ninguém nunca fica.
—  trancafiou
Além do horizonte de eventos

Assisti Interestellar, dirigido por Christopher Nolan (Trilogia Batman, A Origem,  entre outros). Imediatamente o saudosismo da infância atingiu-me, das divagações até as curiosidades infantis mais elementares.

Quando moleque, assistia uma série da Tv Escola sobre o sistema solar. A abertura com música clássica tocava em minha mente inúmeras vezes; puro sabor nostalgia. Eu, com 10 anos ou menos, era arrebatado da minha sala de estar para outros planetas. Colocava-me, sempre, na condição de observador. A vista frente à cada planeta era deslumbrante, na infinita pluralidade de cores, perguntava-me como seria a cor da terra, se as constelações das perspectivas dum habitante de lá seriam as mesmas que as nossas ou se os dias tinham as mesmas horas que os da Terra… Nada me saciava. Sabia que boa parte destes planetas eram constituídos de gases, mas ainda assim gostaria de saber como me sentiria se estivesse abraçando o núcleo de cada planeta ou se flutuaria em nuvens coloridas. Minha imaginação era rica.

Uma vez vi um episódio da série Cosmos, do renomado Carl Sagan. Na época não sabia quem ele era; hoje, admiro-o muito. Ele, com sua voz mansa e de ares sábios - apesar de dublada - ficava em pé  no meio de sua nave, com sua conhecida roupa vermelha, ou mesmo o ilustre terno bege, viajando por entre galáxias e nebulosas remotas.

Era belo.

Posso dizer que meu sonho de menino era conhecer o universo. Me imaginava voando por entre planetas e universos – haveria por acaso mais de um? Pensava nas mais vivas cores de uma nebulosa – mesmo que sua frequência de onda não seja vista pelo olho humano –, voava por entre dimensões e pelo vazio mais aconchegante que poderia existir. Não me sentia solitário, eu era preenchido pela vastidão acolhedora do cosmos que me presenteava com completude. Pensava que Deus era o cara mais privilegiado por viver por entre as estrelas. Eu não imaginava barbudo em meio a nuvens de algodão, mas rodeado pelas maiores belezas que os astrofísicos sonham em conhecer, nas maravilhas que estão para serem descobertas. Eu não queria ser Deus, era pecado para o menino cristão que eu era. Em suma, o meu sonho consistia na mais solitária – e viva – experiência que um humano poderia sonhar. 

Agora, questiono-me se ao invés de Deus ter expulso Adão e Eva do paraíso, ele os expulsos de pomposas “moradas” celestiais que lhes conferiam a vista de Deus, confinando a raça humana ao amargor de um planeta ridiculamente pequeno, azul, pálido e solitário em todo universo por abrigar vida. Ainda assim, em sua infinita bondade, fez de tal ponto azul que, sob um espectador superior, parecia uma partícula insignificante de poeira, abrigasse algo tão complexo como o universo: a vida.

O horizonte de eventos refere-se a “linha” imaginária no interior de um buraco negro onde, caso a matéria a ultrapasse, não escapa devido a velocidade de escape ser maior que a da luz – nem mesmo a luz é capaz de voltar. Não se sabe o que há em seu interior, exceto à gravidade extrema capaz de engolir estrelas. Em Interestellar, Cooper, personagem principal, se vê numa criação tridimensional feita por seres pentadimensionais, isto é, duma quinta dimensão. Tais serem seriam chamados de “Deuses”, visto que manipulam e conhecem propriedades do espaço e tempo que o homem não sonha existir. Evidentemente, trata-se duma liberdade artística do diretor que permitiu-lhe extrapolar conceitos da física. Entretanto, o trunfo do filme é despertar a científica curiosidade infantil em nós. Não se sabe se há de fato há algo além de uma quarta dimensão , que é o tempo. A Teoria das Cordas é promissora, mas ainda não comprovada. Acredito que há coisas maravilhosas esperando para serem descobertas em algum lugar, parafraseando Carl Sagan.

Hoje, não sou astrônomo, nem caminho para tal, mesmo mantendo interesse. Estudo psicologia, ramo da biologia responsável por estudar a interação dos seres humanos com seu meio interior e exterior. Porém, há mais arraigado do que nunca uma mentalidade científica em mim. Tal que me fez optar pelo que estudo hoje: ciência, não a planetária, mas a humana, igualmente complexa. Como dizia Carl Sagan, toda criança é um cientista nato: faz observações, interage com o mundo ao seu redor, formula hipóteses sobre o que acaba de descobrir e tira conclusões de um mundo que ainda desconhece. Tudo fruto de um programinha infantil de divulgação científica. Uma pena tirarmos tal mentalidade das nossas crianças. Matar a curiosidade pueril é o mesmo que aniquilar o brilho dos olhinhos que, de forma veemente, insistem em compreender o que muitos adultos tem preguiça de conhecer: as múltiplas facetas da realidade. Se existir apenas uma, claro. Não há conceito mais abstrato que é ou não real.

Sou feliz em ver que o fulgor da minha alma frente à psicologia é o mesmo de quando era menino. A curiosidade e imaginação  são as coisas que inspiram o homem  a ser melhor. Todo grande cientista é imaginativo e esta é sua maior qualidade. Espero manter frente a cada pessoa, cada paciente, o mesmo olhar cujo o reflexo denuncia meu entusiasmo, a mesma face pálida e rosada frente à TV, e a mesma quietude de espírito e ebulição mental daquela época em que conhecer outros mundos era, para mim, a maior realização humana.


Por Lucas Avelar