Aprendi a chorar por dentro. Aprendi a não deixar as lágrimas escorrerem. Do que adianta ter o consolo de pessoas que realmente não se importam? Prefiro chorar sozinho, pelo menos eu me entendo e me importo comigo.
—  Victor Oliveira. 
Me sinto tão vazio em certos momentos, que não sei se estou triste por não está com você, ou se eu te esqueci completamente e preciso ocupar esse espaço vago em minha vida. Tristemente, a primeira opção sempre predomina.
—  Victor Oliveira.
Às vezes, a dor é importante, e até necessária. Lembre-se que bons textos não são escritos sem uma vírgula de vez em quando.
—  Victor Oliveira. 
Quatorze anos, e já achava que conhecia o amor. Ah, se eu soubesse o que eu sei agora, tinha começado a me preparar desde de cedo pra viver.
—  Victor Oliveira.
-Por favor, um café quente, um pedaço de bolo, um amor verdadeiro, uma amizade que não passe, e uma dose de auto estima.
-Pra viagem?
-Pra vida toda, se possível.
—  Victor Oliveira.