gessingerando

youtube

'Eu que não fumo queria um cigarro, eu que não amo você, envelheci dez anos ou mais, nesse último mês.'

Milonga do Xeque-Mate

Um peão no tabuleiro, um cavalo em disparada, na caçamba da picape as lembranças da estrada, quatro torres no castelo, um lamento em cada canto, quatro rodas tracionadas, para sempre por enquanto. Afinal, quem é a peça e que é o jogador? Quem perdeu a sua chance, qual foi lance vencedor?

Um movimento xeque-mate, silêncio esclarecedor, poeira levantando, levando o ronco do motor, grito preso na garganta canta o rádio da picape, procurar outros destinos para que a vida não escape, afinal quem é a peça? E quem é o jogador?

]

A mão que move o destino, peça que move o jogador, oferece um mate amargo para matar a solidão.

  • Humberto Gessinger
iTchau Radar!

só um rascunho, a folha está cheia deles, riscos e palavras procurando um caminho só um caminho, a vida está cheia dele meu destino eu faço eu traço passo a passo. Sou um rascunho pelo jeito a mão tremia, pelo jeito pretendia, passar a limpo outro dia hoje estou tão só só, hoje estou tão cheio deles, sou um rascunho procurando um caminho…

fica para outro dia, ser uma obra prima, que não fede nem cheira, não fode nem sai de cima, fica para outra hora, ser um cara importante, se o que importa não importa, não dá nada ser irrelevante. Só um rascunho, um riso numa mesa de um bar…’