dudaquino

SEJA O MOTIVO DO MEU SORRISO :D

Vem na minha ask e pergunte:

Pessoais:

  • Qual sua altura?
  • Qual seu nome?
  • Qual sua idade?
  • Quando é seu aniversário?
  • Qual seu signo?
  • Como está aparentemente?
  • Como é seu cabelo? Gosta dele?
  • Se corta?

Sentimentais:

  • Ta apaixonado?
  • Já chorou por amor?
  • Ta namorando?
  • Quer namorar?
  • Ta sofrendo?
  • Muitos pretendentes?
  • Já amou alguém, que você jurasse ser pra vida inteira?
  • Alguém que você ficaria no tumblr?

Perguntas variadas:

  • Qual a cor da sua blusa?
  • Qual sua comida favorita?
  • Pretende ter filhos? Quantos?
  • Tem irmãos? Eles tem tumblr?
  • Indique um tumblr de um amigo na vida real?
  • Indique um tumblr de um amigo online?
  • Tem medo de?
  • Gosta de fazer o que?
  • Uma vontade?
  • Teu maior sonho?

NINGUÉM VAI VIM?

Eu não tenho medo de voar. Eu tenho medo de estar fechada num lugar e de ter escolhido estar fechada nesse lugar. Tenho medo porque meus pés sentem o chão mas ele é falso. Meus pés sempre me obrigam a sentir a verdade e eu sou obrigada a dizer a eles que aquele chão não dura e nem é de terra. Tenho medo do absurdo que é sorrir e dizer “guaraná normal e sem gelo, grata” enquanto se quer dizer “que merda é essa de estar voando se não sou a porra dum passarinho?”. Tenho medo porque quando acabar estarei em outro lugar. Agora, se eu pudesse escolher o maior de todos os medos, eu diria “a chance disso cair agora é muito pequena”. Estou sobrevoando, sem inteligência, a água profunda que aprendi a chamar de casa mas também de intervalo. A verdadeira angústia de voar é estar acima da nossa vida. Voar é tornar nossa rotina banal. Estou voando há dias, de primeira classe, com vista para o desenho de um país que não sei o nome. Ao lado de uma pessoa que, até que enfim, não é mais uma barrinha de cereal
—  Tati Bernardi