Nunca foi fácil de fazer amigos, era tímida. Nunca foi fácil, conquistar pessoas. Sempre na dela, seu canto. Aqueles que tentavam se aproximar? Bem, ela se afastava. Tinham sorte, os que conseguiam sua confiança. Sua amizade, bem, era anti-social. Tinha personalidade forte. Coração duro. Não deixava qualquer um entrar nele. Talvez, porque já havia o machucado muito anteriormente. Ela era fria, feito pedra de gelo com quem queria. Porém, doce, feito bom-bom de leite ninho com aqueles que confiava. Muito ciumenta. Nunca foi boa para tomar iniciativas, mas tentava. Seu senso de humor? Bem, ele era a maior parte do tempo inativo, mas quando ela ousava, conseguia fazer qualquer um sorrir. Ela não cultivava brigas, raiva, nada disso. Era leve como uma flor. Bem, ainda é. E nas raras vezes que chora, as lágrimas são derramadas por merecer em sua face. Ela? Bem, prazer, eu.
—  Eduarda G, SOBRE ELA.
Eu sou difícil de conviver. Cheia de manias, frescuras. Não gosto de pessoas frias. Nem de pessoas tão grudentas. Muito menos das ciumentas, por mais que eu seja o ciume em pessoa. Aquelas que gostam de chamar atenção, cai fora. Se você for de minha posse, cuidado com seus atos. Sou chata. Muito chata. Já fiz melhores amigos partirem. Mas já conquistei pessoas inesqueciveis. Não sei se vou mante-las. Mas que seja eterno enquanto dure. Só uma coisa, se quiser entrar na minha vida, promete uma coisa? Você não vai embora como os outros, tá?
—  Convivência comigo, DUDA G.
O fato incontestável era que o meu caminho estava repleto de pedras. Se desejava prosseguir, deveria removê-las, saltar por cima de muitas, ou apenas dar a volta, seguindo a caminhada.
—  O Pequeno Aprendiz
Eu amo as pessoas que me fazem rir. Sinceramente, acho que é a coisa que eu mais gosto, rir. Cura uma infinidade de males. É provavelmente a coisa mais importante em uma pessoa.
—  EDUARDA GR
Eu poderia escrever mil canções só pra você, poderia te falar meus motivos pra gostar tanto de você. Me diz quando a gente vai se ver, pra eu poder te abraçar e tentar te explicar a falta que você me faz, eu não aguento mais, ficar tão longe de você [...] - Manu Gavassi (Planos Impossíveis)


Text
Photo
Quote
Link
Chat
Audio
Video