Um acidente ocorrido na noite da ultima quinta-feira, 21/08, por pouco não teve proporções de tragédia no alto sertão sergipano. Um veiculo saiu da pista e ficou pendurado num penhasco as margens do rio.

O fato foi registrado na noite desta quinta-feira nas proximidades da Hidroelétrica de Xingó, em Canindé de São Francisco. O veículo envolvido, um Fiat Uno Azul, ficou pendurado em um penhasco, à beira de despencar sobre a correnteza do rio São Francisco.

A Polícia Militar foi informada por volta das 20:05h sobre o ocorrido, duas guarnições compostas pelos SGT. Reis, CB. Jairton, CB. Alves, SD. Almeida e SD. C. Santos foram deslocadas até o local, chegando a tempo de contribuir para remover a vítima de dentro do veículo. Já que a ambulância não havia chegado e o veículo corria risco de despencar da ribanceira sobre a correnteza do rio.

“Quando chegamos lá ouvimos gemidos vindos do interior do carro, juntamente com pedidos de socorro, era o motorista pedindo ajuda”, destacou o SD C. Santos.

Apenas o motorista estava no veículo na hora do acidente, conhecido como Nozinho Mototaxista, residente em Canindé. Ele foi encaminhado para o hospital do município, não sabemos o estado de saúde do mesmo.

INFO: Blog Genilson Santos

CARRO SAI DA ESTRADA E FICA PENDURADO EM PENASCO Um acidente ocorrido na noite da ultima quinta-feira, 21/08, por pouco não teve proporções de tragédia no alto sertão sergipano.

Eu poderia observar aquele rosto, aquele sorriso por toda uma eternidade, era incrível a forma como ele conseguia me tirar sorrisos tão fácil, porque eu nunca fui de sorrir. Ele tem algo estranho, de diferente e isso me atrai ainda mais. E aconteceu tudo tão rápido, que as vezes me sinto insegura, com medo, de que talvez me machuque novamente, pois o amor é um abismo, ou você voa ou você despenca, e antes dele só soube despencar, mas quem sabe dessa vez eu não aprenda a voar? Quem sabe ele não complete as asas de que sempre precisei? São apenas perguntas e duvidas, pois minha unica certeza é que você despertou em mim aquilo que nem eu acreditava mais. Um tal de amor, que para mim era algo que só acontecia com os outros. Eu sei, não sou uma garota fácil de lidar, faço drama, crio paranoias, choro por tudo, mas ele é tão calmo, a ponto de me acalmar. Nós tínhamos os mesmos erros. E se disserem que isso é loucura, pois seja loucura então, estou me arriscando novamente, mas eu confio em você o suficiente para lhe entregar meu coração. Quero que dessa vez dê certo, eu nem sei o que é dar certo, mas quero que seja nós dois contra o mundo inteiro, pois se você estiver comigo, eu enfrentaria qualquer coisa. Ainda me lembro da primeira vez que te vi, ainda me lembro do primeiro dia que conversamos e de cara percebi que você seria o amor da minha vida, e isso foi se firmando mais com o passar do tempo, meu primeiro beijo, meu primeiro amor, conheci teus erros e defeitos e isso só me fez apaixonar ainda mais, o cara que me traz a paz mas o que me traz a guerra ao mesmo tempo, pois por você eu enfrentaria meus medo, por você melhoraria meus defeitos, pois você foi meu único acerto no meio desse amontoado de erros, você me trouxe de volta a vida, e não, você não sabe a intensidade desse sentimento, talvez seja tão grande que vá alem do amor, pois uma palavra de quatro letras não seria o suficiente para tudo isso, e talvez nada mais seja suficiente o quanto você é para mim, eu só tenho a agradecer, por me fazer ser uma pessoa melhor, por aguentar minhas crises sentimentais, agradecer apenas por estar aqui.

~Letícia H

às vezes, repito incessantemente suas palavras

e procuro abrigo na lembrança delas

sei que tudo quanto ando vivendo é mentira

forjada por mim mesma, para fingir ser feliz

deixando as coisas escorrerem por entre os dedos

e lamentando depois.

tudo é falso,

esse amor

essa vida

as minhas juras,

tudo falso,

tudo pretexto

tudo negação veemente

da minha solidão interminável,

implacável.

o mundo paira sobre minha cabeça

ameaçando despencar com velocidade

e violência.

antigamente, quando havia sempre esse sentimento,

eu corria.

debaixo da chuva,

por dentro da noite,

de olhos fechados.

mas não há chuva,

a noite é fria, e eu me esfacelo toda pensando

na única verdade:

que se você aqui estivesse, tudo realmente seria

"café pequeno" e nenhum recomeço

seria problema.

e eu não precisaria de correr

debaixo da chuva

por dentro da noite,

de olhos fechados.

estaria finalmente bem,

abrigada sob os toldos da sua loucura,

muito ocupada cuidando da sua amargura

para me ocupar com a minha própria.

e não haveria necessidade de correr

debaixo da chuva

por dentro da noite

de olhos fechados.

porque estaria tudo bem,

finalmente.

Amor, meu Príncipe, meu grandão, meu ar … Sem você não vivo mais. Imagina eu sem você?! Credo :( Eu te amo, você me ama e se esse amor que sentimos é reciproco um pelo outro pode a terra despencar e o céu desaparecer, que nós permaneceremos vivos eternamente; na luz das estrelas, no vento, na terra, na aguá e no fogo. Transformaremos nosso amor em imensidão e jamais haverá solidão, desespero ou medo; basta deixar o mais puro amor rolar e perpetuar. Talvez eu nunca consiga dizer claramente o tamanho do meu amor por você, mas acredite, ele me consome por inteiro, é tão completo, puro e verdadeiro. É amor além da vida.

Não quero que vá embora , quero que fiquei comigo, para todo sempre!  

Amo você ! ♥ 

Tudo já aconteceu, tudo pode acontecer e com certeza, de um pouco, tudo acontecerá. Eu te amo, você me ama e se esse amor que sentimos é reciproco um pelo outro pode a terra despencar e o céu desaparecer, que nós permaneceremos vivos eternamente; na luz das estrelas, no vento, na terra, na aguá e no fogo. Transformaremos nosso amor em imensidão e jamais haverá solidão, desespero ou medo; basta deixar o mais puro amor rolar e perpetuar.

- Casal Perfeito

Depois de começar dançar com Deus, não conseguimos sincronizar os passos com mais ninguém. Depois de saltar nos braços dele, temos certeza de que se não for Deus que estiver segurando, vamos despencar.
—  vivendo milagres
viver o sofrer, sofrer ou morrer?

Beija o veneno
Que traz o contratempo
Do sereno.

Droga, veneno
que traz a aurora o sereno
que traz o vício do sereno
ò meu suave sereno…
Estou me devendo
vendendo
perdendo
todo o meu
pelo o seu.

Beija a quem deseja
Mas não deixa
enferrujar

Se não sabes carregar
O peso da estrutura no peito
No jeito
Virá se enferrujar
Despencar

Deixei levar
Não sei me cuidar
Eu só sabia te amar

Sem saber a andar
a respirar
E a me acabar(?)

Despenco de cada janela
Chega, deixa
Fujo fujo
juro
quebro
Pois parar de amar
de sofrer
Teria que parar
de viver

Text
Photo
Quote
Link
Chat
Audio
Video