Mãe de filme quando o filho derruba Coca-Cola no chão:

"Tudo bem, querido, pega um paninho."

image

Mãe de novela quando o filho derruba Coca-Cola no chão:

"Tudo bem, querido, pega um paninho."

image

Mãe de anime quando o filho derruba Coca-Cola no chão:

"Tudo bem, querido, pega um paninho."

image

Mãe na realidade quando o filho derruba Coca-Cola no chão:

"Limpa essa porra, pirralho dos inferno! Tinha que ser uma toupeira mesmo, igual a seu pai!"

image

Eu tenho fé, de que um dia, toda essas lágrimas que eu derrubei por você, vão secar, e vou finalmente, conseguir ser feliz , sem pensar em você o tempo todo, e me lamentar por não te ter mais! Não vou mais, parar minha vida por alguém que não se importa, que não da valor, que não enxerga a realidade. E tudo vai mudar… E quando você pensar em se arrepender, já será tarde demais :/ Porque o que eu sinto, você fingi que não vê…

- Fernanda Schimidt

Minha priminha acabou de tentar a arrancar a minha orelha, depois que eu sem querer derrubei o castelinho dela. Eu não sei se eu rio, ou se eu choro.

image

Ei, será que você pode me ajudar, cara? Eu derrubei ketchup em mim mesmo, e eu tenho medo de que, se eu chamar as enfermeiras, elas vão achar que eu tô sangrando pelo corpo inteiro.

image

Aprende uma coisa menina: A beleza está por dentro,está em quem somos. Agora observe: Somos o mar! Fazemos parte da imensidão dele. Está vendo esse copo? Eu o enchi com a água do mar. Agora veja - derrubei a água de volta ao mar e o copo não se modificou,ele continuou sendo ele mesmo. Assim somos todos nós,não importa quanta água ou qual água depositamos no copo,no final,ele nunca irá se modificar. A beleza está ai!
—  Pescador de ilusões.

g-catch said:

Estou realmente desconfiado que Catchlove se espreita na biblioteca esperando o mínimo sinal de barulho para aparecer do nada e brigar comigo como se eu tivesse assassinado alguém. Quero dizer, eu jamais derrubei um corredor de estantes só porque eu queria atrapalhar os estudos dela. 

image

Ela é bonita e tudo mais, mas aquele tom mandão me dá um bocado de medo. 

Meu maior maior maior maior medo é gostar de você novamente. Ninguém merece todas as noites mal dormidas planejando as nossas conversas, pra depois você falar algo completamente fora dos meus planos e estragar tudo. Ninguém merece todas aquelas lágrimas que eu derrubei por você durante esses 7 anos. Ninguém merece a dor de rejeição, o gosto de todas servirem pra você menos eu. Ninguém merece as suas mudanças de humor, uma hora você é a pior pessoa do universo e depois é a pessoa mais perfeita do mundo. Ninguém merece a sua cara de irônica quando falavam sobre meu amor por você. Ninguém merece todas as risadinhas dos seus amigos. Ninguém merece ser completamente apaixonada por você mesmo depois das dores, das mágoas…mesmo depois de tudo! Eu não merecia isso pra minha vida, merecia algo a mais e melhor

As pessoas sempre esperaram muito de mim, eu sempre me cobrei muito para poder as satisfazer. Mas eu não sou perfeita, sou orgulhosa; enormes, grossas e rigidas muralhas me cercam. Eu derrubei todas elas por um cara, somente para um, eu me entreguei totalmente; o meu corpo, a minha alma, o meu coração, os meu pensamentos, o meu futuro, os meus sonhos, os meus planos pertenciam a esse cara. Diante de tudo isso e de constantes demonstrações de amor e carinho, ele não esteve ao meu lado no momento em que eu mais precisava, eu errei com ele, eu falhei com ele, menti para ele, trai a sua confiança, fiz coisas que não deveria ter feito e o arrependimento disso tudo quase me consumiu. Eu o machuquei muito, menti varias vezes, mas ele ainda não entende o quanto os meus erros me envergonham, o quanto eu não tenho orgulho deles. Ele não esteve ao meu lado, o meu porto-seguro não estava tão estável assim, eu não o culpo, é tudo culpa minha, reconheço isso completamente. Mas eu so queria que ele parasse de olhar para ele mesmo por um momento só, somente por um instante e visse ou tentasse entender o que estava acontecendo comigo, provavelmente estou pedindo muito porque a dor que ele esta sentindo por minha causa o torna egoísta e desacreditado, mesmo assim eu queria.
—  G. Sousa
Estou no meu momento Davi contra Golias, já derrubei um gigante, que venha o próximo!?
—  Dayseana Queiroz

Amo o Japão #2
Derrubei meu cartão do trem outro dia… Como o cartão é registrado me ligaram avisando onde estava e o funcionário, muito prestativo, ligou várias vezes, com várias sugestões: vem buscar (era muito longe e não valia a pena); transfere o valor (não é possível) até que ele disse: vou enviar pelo correio! E menos de 24 horas depois estava em casa! 😊

Eu estive por aqui

Pra sempre e sempre

Nesse circulo infinito

Chamado vida

Nesse grande buraco negro

Chamado amor

Então, para todos os meus amores

e amantes 

que me representam no passado

e no presente

eu queria dizer

que todos vocês me fizeram

e construiram quem eu sou

em cada lágrima

que derrubei por vocês

Então hoje, quase novembro

eu tenho algumas considerações:

Do amor de fevereiro eu guardo o sorriso inocente

E o abraço das noites de incerteza.

Do amor de março, queria dizer que bondade demais as vezes é defeito

e nos dias de hoje,  bons são aqueles que se impõe

Do de abril, maio, junho

aprendi a não brincar com fogo se não quiser me queimar

O de agosto não me valeu nada

O de setembro sabia como tratar uma mulher

o meu azar é que ele também sabia como maltratar 

E o de outubro, o meu mais doce

Eu torço pra que você não se vá. 

Apesar dos apesares 

Eu sorri

por dois dias seguidos

depois de você.

E dois dias seguidos, 

quando se tem um coração cheio de mágoas

equivale a quase 

uma vida toda.

Então vem logo, meu amor.

O tempo, ele não dá trégua

principalmente praqueles 

cercados

de um tristeza infinita

como eu.

Olha como as coisas mudam

Fui postar uma foto do meu quarto no flickr e quando entrei no álbum decoração me bateu uma vontade enorme de dar uma olhada no que tem ali. Desde que comecei com o blog, toda vez que mexo no meu quarto jogo nessa pasta todas as fotos. Fiquei impressionado que, em tão pouco tempo (talvez nem tão pouco assim) eu mudei bastante. Algumas coisas permanecem iguais, assim como detalhes em amarelo. Penso/acho/espero que isso nunca mude.

Essa primeira foto é de quando o blog ainda engatinhava na blogosfera, que foi na época que pintei meu quarto todo de branco e fiz um criado de caixa de feira. Tirei de um tutorial que vi numa revista. Infelizmente acabou quebrando com as mudanças e tive que me desfazer dele. Nessa época minha cama horrorosa velha foi substituída por dois paletes.

Logo em seguida tive a ideia de criar uma cabeceira pintada, e de inventar uma prateleira de madeira que, por sinal, foi super mal pregada. Derrubei os quadrinhos e o relógio na cabeça várias vezes. Minha cadeira de três dinheiros e meu alce de papel (que morreu todo torcido pouco tempo depois por conta da humidade do ar) também são dessa época.

Aqui já entra minha cabeceira de papel de parede e meu criado mudo alaranjado. Foi quando cansei do pouco espaço que minhas mini prateleiras/escrivaninha me proporcionavam e as troquei por duas prateleiras grandes.

E, minha fase mais recente. As novidades são as bolinhas da parede cinza, minha big almofada listrada, meus quadrinhos e pôsteres novos e meus móveis de madeira que ficam sob minha bancada. Esses foram desenhados por mim e feitos pelas mãos habilidosas do meu primo/amigo. :)

Não tinha tido vontade/ânimo tempo de mostrar o projeto por aqui até então, mas… taí uma ótima oportunidade. Eles guardam meus novelos de lã e outros materiais que antes poluíam minha bancada. :)

O próximo passo é mudar esse piso e colocar algum tipo de carpete de madeira, mas ainda não descobri como conseguir isso sem ter ganhado na loteria ou descoberto um parente distante recém falecido com uma super herança em meu nome. :PPP

Text
Photo
Quote
Link
Chat
Audio
Video