coxia

instagram

Minha amada #NovelaVitória está acabando hoje!! Minha singela homenagem para a melhor #coxia dos últimos tempos! Esse elenco é foda!!! Não tem outra definição… Amei trabalhar com cada um de vocês e principalmente o núcleo da minha família! Amo muuuuuuuito!❤️🎥
www.maytepiragibe.com

Levei muito tempo para aceitar quem tu és de fato. Foram anos tentando convencer a mim mesma, e ao mundo, que tu eras mais do que um ator. Mas tu nunca conseguiste passar disso. Tu és um ator, que sempre apresenta os mesmos teatros, que sempre pronuncia as mesmas falas, e que sempre veste as mesmas máscaras. O que fazer agora se elas caíram, e eu entendi que meu príncipe encantado só sobe em seu cavalo branco durante as apresentações, e que, na coxia, ele volta a ser o sapo que é? Cansei de ser plateia. Cansei de ser agente passiva. Agora, se eu não for ativa, vou embora. Ou melhor, nem venho. Não quero mais assistir aos teus espetáculos. Não quero mais ouvir tuas mentiras decoradas, nem teus roteiros planejados. Sou rica demais para comprar tua arte barata. Sou inteira demais para aceitar ser amada pela metade. Sou intensa demais para ser meio termo em teu coração. Certo, vou embora. Tu quem escolheste, ator. Espero que tuas próximas apresentações sejam tão comoventes quanto as apresentações a que assisti. E que as integrantes da plateia acreditem em cada palavra que tu disseres, como eu acreditei, por quatro anos. Boa sorte, ator. Quem sabe um dia, a gente se esbarra. Quem sabe a gente não acaba por fazer parte do mesmo elenco? Seria um prazer atuar com alguém tão bom como você. A verdade é que, eu adoraria subir contigo no teu cavalo branco. E viver, de uma vez por todas, o nosso conto de fadas.

Pausa Para o Comercial

Quem sabe eu precise de uma pausa para o comercial. Sair do palco e ficar um pouco na coxia. Preciso beber uma garrafa de água, achar um lugar para sentar, reescrever de última hora o roteiro e mudar alguns membros do elenco. Ser o protagonista de um espetáculo que o tempo todo apresenta reviravoltas é difícil. Ser o protagonista da minha própria história é difícil.

Não há segunda sessão ou turnê com o show. É apenas uma apresentação, depois que as cortinas se fecham, é o fim definitivo. Pensando bem não estou a vontade para deixar o cenário ainda. Essa peça não teve ensaio. Me deram o roteiro, falaram um pouco do personagem e deixaram eu construir ele ato a ato. E cada dia a mais me identifico mais com esse cara que é pra ser eu.4

A criadora de tudo isso hoje não está mais aqui. Por uma infelicidade do destino ela preciso partir para um lugar que eu ainda não consegui chegar. Elegeram diretores substitutos, por mais que eles tentem a direção deles é péssima. Cabe a mim, o ator principal, tentar reverter o rumo da história. Tanto o ator quando o personagem estão perdidos e confusos. É como uma chapeuzinho perdida na floresta prestes a ser atacada pelo lobo. Mas o lobo que vai me atacar nessa floresta escura veste uma capa preta e tem algo na mão (que não são garras pontudas de lobo). E assim corre o espetáculo. De uma hora pra outra ficcção vira ação. Que vira comédia. E então vira tragédia. Que se transforam num romance. Daí já é um conto de fadas. Se torna um suspense acabando como um thriler no fim. 

Homem de virtudes.

Um orgulho bobo? Não.
Uma conquista dessa não é boba, de modo algum.
Conquistar noutro o desejo de ser a melhor versão de si
é algo que poucos podem dizer que o fizeram.

E eu o fiz.

Eu vi crescer nos seus olhos a vontade de se mostrar
no mundo como um homem completo de virtudes.
E eu vi esse homem amadurecer.
Tornar-se culto em línguas, em músicas, em artes, em ciências…

Agora vejo esse homem de virtudes fraquejar…
Nas vontades da carne…
Nas vontades do estômago…
Nas tristezas dos homens…
Nas frustrações…

O homem de virtudes cai nas tentações mundanas
como o fez muitas vezes na Bíblia.

E eu aqui na coxia.

Vendo o desenrolar do terceiro ato.
Com a ansiedade aflorando para entrar em cena.
Trazendo a lembrança de um homem de virtudes.

O que é real, o que é simulacro? O que é calçada, o que é palco? No Theatro, @anabranco10 manobra a luz pelo bisauté, pondo em cena uma Cinelândia caleidoscópica. Um olhar de espectador, ou de voyeur, nas coxias da cidade multifacetada.Esta é a foto 317/365 do @Rio365. A curadoria da missão #Rio365_Janelas foi de @marciafoletto e @alex_santanna007•#Rio365 tem o patrocínio #LightRio e da Secretaria de Estado de Cultura do Rio, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro. Acompanhe também via @conexaolight.

Revista One Edição 13

Revista One Edição 13

Nas páginas desta edição, um mosaico diferente. E por falar em mosaico, forme a sua opinião sobre cultura e arte montando peça por peça o mosaico desta edição, do início ao final. Você irá descobrir nas últimas páginas. Mas para chegar até lá, terá que entrar na toca do coelho, na sala de uma família que coleciona vasos e nas coxias do próprio teatro. Terá que vestir a vanguarda no corpo e na…

View On WordPress

Um mundo real, com pessoas reais e sentimentos reais – e não joguinhos de conquista mal-encenados – que tenha homens suficientemente corajosos para assumirem que não são príncipes coisíssima nenhuma. Onde eu possa ter as unhas curtas e usar roupas mais confortáveis que bonitas. E viver ao meu modo, como protagonista de uma peça que nunca vai estrear, porque a vida é melhor na coxia. É isso que eu quero pra mim. Eu não espero um príncipe que me liberte: como a mais autêntica não-princesa, eu posso ser livre pelos meus próprios esforços.
—  EOH