Essa foi minha primeira foto postada no Instagram. Trata-se do teto da Fundação Darcy Ribeiro que fica localizada no campus da UnB, Brasília – DF.

O prédio tem uma arquitetura muito especial, é uma construção redonda lembrando as ocas de alguns povos indígenas brasileiros. Darcy Ribeiro foi um antropólogo que deu grande atenção a esses povos, além de grande atuação na área da educação.

O teto, a parte que mais chama atenção na minha opinião, é uma obra de arte. E dele fiz a foto acima. Nesse caso, há infinitas possibilidades de se retratar algo tão belo e criativo. A cada hora do dia (com a posição do sol em diferentes pontos) a luz penetra de forma diferente o prédio, ocasionando belas variações na iluminação interna. Optei por fotografar a partir do pavimento superior a fim de captar apenas o teto, lembrando que eu utilizei um Galaxy SII que possui uma câmera simples de 8 MP e quase sem recursos. Nesse caso, como dizem por aí, os seus pés são o zoom. Então não tenha preguiça, não faça suas fotos de imediato – se tiver tempo. Ande pelo local, observe e tente encontrar uma posição diferente para fotografar. A criatividade não tem limites!

Sobre a estrutura da foto, a ideia foi trabalhar as linhas das colunas saindo dos cantos da imagem e conduzindo o olhar para a parte central do teto. Da forma como trabalhei, cada uma dessas linhas toma uma forma (curva) diferente (fazendo uma foto a partir do pavimento inferior e se posicionando no seu meio mirando pra cima, teríamos linhas iguais e mais monótomas, resultando em uma imagem chapada). Pode-se observar a variação da luz ao longo da foto. Em alguns pontos ela chega a estourar, dando mais ênfase para as linhas e em outros a luz é mais suave o que permite observar os detalhes da arquitetura. É uma foto 1x1 (quadrada), pois foi feita para o Instagram.

Com relação às cores, poderia dizer que a foto em PB já ficaria muito interessante. Aprendi a utilizar as fotos em PB quando quero focar mais nas estruturas contidas na imagem do que nas cores e, como li num guia da National Geographic, quando a luz não está boa. E por que não o fiz nesse caso? No caso da fotografia de celular ouso brincar um pouco mais com os filtros do próprio Instagram. Em alguns casos, quando quero ter um controle melhor da edição, utilizo o app Snapseed. O teto é branco com um tom azulado em algumas partes. O filtro utilizado conferiu um aspecto interessante à imagem, por criar um dourado metálico contrastando com o azul.

Quando sair para fotografar, faça um exercício: tente observar as linhas e utilizá-las na foto de forma que dê mais força à imagem e conduza o olhar. Linhas horizontais conferem uma sensação de calma, tranquilidade, estabilidade e linhas verticais de poder e força.

Caso tenha interesse em conhecer o prédo da Fundação Darcy Ribeiro aqui há algumas fotos e um bom texto:

http://www.arcoweb.com.br/projetodesign/arquitetura/joao-filgueiras-lima-centro-cultural-20-07-2011

Text
Photo
Quote
Link
Chat
Audio
Video