Ela, foi a garota mais linda que eu já conheci, não apenas por fora beleza fisica mas principalmente por dentro, o coração dela é imenso de uma bondade absurda, e aqueles olhos, “ah aqueles olhos” me encantaram, o brilho e a intesidade deles me tiravam desse mundo louco e me levava ate o mais perfeito paraiso, descobri verdades nos sorrisos dela, aqueles sorrisos me alegravam, e automaticamente eu soltava aquela gargalhada de felicidade. O meu medo maior sempre foi perder aquela garota, e agora nesse exato momento eu sinto que estou a perdendo, fiz algumas burradas, machuquei e a magoei, mas assim como eu cometo falhas ela também cometia as delas entretanto o nosso amor era tão forte que superava cada dificuldade, cada briga e cada crise de ciúmes, hoje me vejo completamente apaixonada por ela, eu quero aquela mulher para uma vida toda, ser feliz ao lado de quem eu mais amo e constituir quem sabe futuramente uma linda familia (…) O meu amor por ela é tão verdadeiro e forte que tudo que eu mais quero é vê-la feliz mesmo que custe a minha felicidade, surgiram muitas pessoas em nosso caminho, isso causou um certo afastamento entre nós, começamos a ter brigas constantementes, mas sempre nos voltavamos as boas…. Mas a cada dia eu posso ver a nossa distância, sinto que o amor dela por mim já não é o mesmo do inicio, recentemente surgiu uma certa pessoa na vida dela e sinto que a proximidade que ela sempre teve comigo mudou e ela passou a se aproximar dessa “pessoa”. Se ela quiser me deixar para tentar algo novo, eu não vou a empedir, eu apenas quero vê-la feliz não importando que seja comigo ou não… Se nosso destino for traçado assim, eu vou aceita-lo e tentar seguir minha vida mesmo com a dor dentro de mim, mesmo sabendo que não vai ser facil, serei forte por mim e por nós.

Homem é morto a pauladas na Zona Leste de Manaus

Homem é morto a pauladas na Zona Leste de Manaus

O crime ocorreu por volta das 3h, na rua Cruzeiro, localizada no bairro Grande Vitória, Zona Leste da capital – fotos: Kattiúcia Silveira

Raymundo Pinheiro de Souza, 32, conhecido como ‘Pelado’ foi morto a pauladas na madrugada do domingo (14). De acordo com testemunhas o rapaz era usuário de drogas e cometia furtos pela região. (more…)

View On WordPress

Era muito constrangedor. Muitíssimo. Primeiramente porque eu não queria aceitar que o que vinha crescendo dentro de mim era mais forte que eu, que a vontade de me afastar, pecado que cometia e era perdoada porque o engano atrelado devia-se em partes à inocência de quem mal tinha noção de que a revolução já eclodira e não havia mais nada que pudesse ser feito. Conformar-me poderia ser uma afirmação um tanto forte. Eu só tinha 11 anos e meio.
O que se passa com as pessoas?

No trajecto que faço há uns anos para o trabalho, vejo sempre um casal de idosos que sempre achei amorosos. Isto porque ela deve ser a porteira do prédio e está sempre aquela hora a limpar a entrada do prédio, enquanto ele lhe faz companhia, por vezes segura-lhe o CIF, outras a esfregona ou o pano.
Hoje, na entrada desse prédio, ouvi uma gritaria desmedida e, quando espreitei, vi um homem alto e careca, aos gritos e empurrão com o velhote, enquanto este tentava amparar a mulher que estava caída no chão, com um ar de absoluto terror. Uma mulher gritava “Já chega, já atirou a senhora ao chão e tudo, que necessidade tem em continuar com isto?”
Desconheço o que se tenha passado para que o senhor que cometia a violência se tenha alterado até aquele ponto, mas chocou-me ver aqueles dois, que mais valia estarem a gozar a sua velhice, a serem vitimas daquela situação de agressão.

Ela todos os dias vestia o presente, saia à rua na estação mais quente, em grande estilo levava no olhar a esperança de um futuro risonho O coração bombeava-lhe o sonho Ela todos os dias cometia o mesmo erro calçava nos pés o numero do passado E então traçava caminhos tenebrosos que a levavam sempre o mesmo lado. Os batimentos irradiavam saudade a alma em silêncio gritava dorida Ela um dia resolveu largar o salto caminhar e lutar, mesmo vencida De pés no chão sentiu o trilho nem sempre suave As vezes a calçada tremia Mas uma certeza, ela tinha !! Cada rastro que ficará para trás era PASSADO de lágrimas de despedida Pois o sonho comandou-lhe a VIDA .
"Eu era feliz. Eu gostava de muitas coisas. Gostava de me divertir de uma maneira que ninguém entendia, só eu. Eu gostava de amar. Eu gostava de ouvir o barulho da chuva no meio da madrugada, e sentir aquele friozinho me inundar, e me fazer quase implorar por uma coberta. Eu gostava de me sentir bem. Eu nunca gostei de maquiagem, natural é mais elegante e único. Com certeza, eu gostava de tantas coisas. Eu era tanta coisa. Mas a vida muda e eu mudei também. Mas se alguém vir a perguntar daquela menina meio mulher, que todos diziam que teria uma vida brilhante, você pode falar várias coisas. Diga que eu tinha várias aventuras, que eu era nostálgica. Que eu tive companheiros hilários. Que eu tive uma família muito estruturada. Que eu sempre fui a certa, mas a certa que cometia erros. Você pode dizer as maravilhas sobre mim, sobre o que eu transmitia. Sobre todos aqueles sorrisos estonteantes que eu dava. Você também pode dizer que tudo na minha vida era em perfeita sintonia e paz. E se, os velhinhos te perguntarem "E aquela garota? Eu praticamente a vi nascer!." Diga a eles que eu segui em frente, que eu tive uma vida boa. Mas também, diga as pessoas de um jeitinho meio pra cá e pra lá.. Que eu, infelizmente, fui embora. Você pode dizer, eu permito. Eu deixo você mentir para agradar. Eu fiz isso. Eu menti para agradar a pobre de minha alma. Não tem problema em mentir as vezes, em dar relatos falsos. Mas depois diga um pouco de verdade, dizendo que eu fui. Fui embora com as estrelas, com aquela multidão em uma festa de sexta-feira. Que eu fui em um táxi qualquer e parei em uma rua que não me lembrava. Que eu fui embora com a bebida. Que eu fui embora para a Lua. Que eu fui embora naquela chuva de dezembro. Eu infelizmente tive que ir, uma hora nós tomamos rumos diferentes. Você pode dizer todas essas coisas a quem você quiser, faça-os imaginar. Me crie de outra forma, porque não me orgulho da que eu fui. Eu era muita coisa. Eu gostava de muita coisa. Eu amava muita coisa. Só por favor, não diga sobre a felicidade falsa estampada no meu rosto. Ela nunca foi minha companheira."

Wigna Roos.

anonymous said:

mudou mais em que?

Ah, meu… Difícil falar. kk Bom, continuo dramático - como sempre-, kk mas acho que pude consentir em mim mesmo um parâmetro para meus dramas. Não sou mais como antigamente, que chegava a ser ridículo meus dramas; minha personalidade se solidificou mais, me sinto mais adulto, sério e preparado para lidar com algumas coisas. Por mais que anteriormente me achasse ”o bonzão” sei que agora fiquei mais maduro e deixei de lado algumas babaquices puras que cometia lá atrás; enfim pude encontrar minha maturidade. Deixei de ser tão bobo como anteriormente; embora já soubesse a carreira profissional que queria seguir desde pequeno, agora sei com 100% de convicção o que quero e o que vou ser, dentre outras coisas mais. Lembrando que o ”anteriormente” que me refiro era em 2012 e metade de 2013, kk

#16

Parecia que Alice estava andando sobre um pedaço de barbante. Ora ou outra, seus pés escorregavam no caminho e ela saía de dentro da linha. Quando se dava conta que estava fora, corria para voltar ao barbante e continuar do modo certo. Ela se lembrava do seu manual do que não fazer, e isso a corroía quando cometia um erro. Ser a certinha era uma tarefa difícil e, ao mesmo tempo, uma que não cabia à garota cheia de sonhos. Alice não sabia andar a rédeas curtas, e o tempo caminhava para sua explosão. Até quando a menina franzina iria aguentar? Chutaria o balde de uma vez ou se retrairia mais ainda do mundo? Talvez, um certo garoto com cara de pagodeiro, como apontou sua melhor amiga, pudesse dar o empurrãozinho que lhe faltava.

Text
Photo
Quote
Link
Chat
Audio
Video