bandeirante

Tive uma grande e feliz experiência no feriado. Depois de várias tentativas, fomos visitar o Museu da Tam, localizado na área rural de São Carlos, município a 250 km de São Paulo. O museu, com seus 22mil m², é considerado um dos mais significativos do mundo e o maior mantido por uma empresa aérea na América Latina.

As surpresas começam logo na chegada: as entradas são compradas em um balcão de atendimento de check-in.. Na entrada, um túnel de nuvens e céu azul te leva até a área de acolhimento, onde a história da aviação mundial é contada por meio de maquetes, vídeos e imagens. Depois dessa imersão, o visitante chega à esplanada, onde é recepcionado por uma bela imagem de um hangar e de onde tem uma ampla visão das 72 aeronaves históricas expostas no museu.

Entre os destaques da exposição estão o hidroavião Jahu; o Lockheed L-049 Constellation da Pan Air do Brasil, primeiro a fazer viagens intercontinentais; e o caça alemão Messerschmitt BF 109 G-4 Trop, usado na Segunda Guerra Mundial; além de réplicas do 14 Bis e do Demoiselle, construídos por Santos Dumont. Outros destaques são três aeronaves muito importantes na trajetória da TAM: um Bandeirante (Embraer EMB 110) que voou na frota da companhia na década de 70 até o início da década de 90 e tem cada um de seus lados pintado com o design de cada época; um Fokker F-100, modelo incorporado à frota da empresa em 1990 e responsável por uma nova era na aviação regional; e o primeiro Fokker F-27 da TAM.

Quase metade das aeronaves expostas estão em condições de voo, e algumas são exibidas em cenografias que retratam o ambiente em que operavam, inserindo o visitante no contexto histórico de cada uma delas.

O Museu TAM é a realização do sonho dos irmãos Rolim e João Francisco Amaro, que sempre se preocuparam em preservar para as futuras gerações a história da aviação.

Além da área de exposição, o museu também conta com um auditório para palestras, conferências e eventos culturais, lanchonete, área de turbinas (onde se explica o funcionamento dos equipamentos que impulsionam os grandes jatos), espaço moda (que mostra a evolução dos uniformes de companhias aéreas do mundo todo), espaço Rolim (que conta a história e a trajetória da companhia e de seu fundador) e o TAM Kids, área que oferece atividades didáticas e lúdicas sobre aviação para meninos e meninas de até 12 anos, entre elas simuladores de voo, onde as crianças experimentam jogos virtuais num espaço em formato de cabine de avião, são outra diversão garantida.

HISTÓRIAS CURIOSAS

A estrela maior do acervo, o Savoia-Marchetti SM-55 Jahú, tem uma história interessante. Esse modelo é um hidroavião monoplano da década de 1920 que foi escolhido pelo comandante João Ribeiro de Barros para atravessar o Atlântico Sul numa viagem que começou em 28 de abril de 1927. Desde 2002, o Jahú está tombado como patrimônio histórico de São Paulo.

O Lockheed L-049 Constellation, que hoje está estampada com as cores e o logo da Panair, ficou abandonada por 34 anos no Paraguai. Durante esse período, chegou a ter até um restaurante funcionando em seu interior. Ela foi doada à TAM pelo governo paraguaio em 2000 e chegou a São Carlos desmontada em seis carretas. O Constellation foi restaurado e não voltará a voar, mas pode ser observado no Museu.

A aeronave com história triste é o Cessna 140, que em 1960 pousou na floresta amazônica boliviana com o piloto Milton Terra Verdi e seu cunhado, Antonio Augusto Gonçalves. Eles ficaram à espera do socorro, que chegou muito tarde, apenas quatro meses depois. Verdi sobreviveu 70 dias e nesse período escreveu um diário, que acabou virando o livro Diário da Morte – a Tragédia do Cessna 140, de Walter Dias. A aeronave foi recuperada pelo comandante João Amaro em 2000, com a autorização da família Verdi.

Nas aeronaves históricas brilham estrelas como o Supermarine Spitfire Mk IX, caça britânico que teve papel fundamental na Segunda Guerra Mundial por ser capaz de superar os alemães. Com um detalhe muito curioso: chegou voando ao museu.

Outra aeronave que se destaca na exposição é o Vought F4U-1 “Corsair”, da década de 1940. O exemplar da TAM é o mais antigo do mundo e o único da sua versão ainda em condições de voo. O Curtiss Robin C2, avião de passeio norte-americano produzido em 1928 por Glenn Curtiss, parceiro do inventor Alexander Graham Bell e lenda da aviação norte-americana, é outra raridade no acervo. Essa aeronave quebrou vários recordes e, depois de restaurada, tornou-se o avião mais antigo do Brasil em condições de voo. Outra preciosidade exposta no museu é um Miles M.2H Hawk, da década de 1930. Existem apenas seis aeronaves desse modelo no mundo e a que está em São Carlos é a única ainda capaz de voar. Foi totalmente restaurada e levou mais de quatro anos para ficar pronta. Suas asas são dobráveis para facilitar a movimentação nos hangares.

E no final, outra surpresa: da área da lanchonete é possível acompanhar a manutenção das aeronaves da companhia.

A visita vale muito a pena, e uma viagem na história e no tempo!

Quer conhecer mais para se animar? Então acesse: www.museutam.com.br

Túnel do tempo da aviação mundial Tive uma grande e feliz experiência no feriado. Depois de várias tentativas, fomos visitar o Museu da Tam, localizado na área rural de São Carlos, município a 250 km de São Paulo.
Episode 6 – The Dutch Strike Back and Brazil Strikes Cold (Quick History #3)

Episode 6 – The Dutch Strike Back and Brazil Strikes Cold (Quick History #3)

We cover the rest of the 17th century in this episode. The Dutch recover from their initial failures to conquer Portugal’s Atlantic colonies and conquer northern Brazil along with several other colonies, including Angola. The Dutch were pretty decent rulers, but there were too many cultural differences. In the midst of this, Portugal decides to reestablish its crown separate from Spain and must…

View On WordPress

O Foto Cine Clube Bandeirante, em parceria com a Terra & Agua Trilhas, está organizando um passeio fotográfico à 32ª Expoflora, evento realizado anualmente na cidade de Holambra, principal produtora de flores do Estado de São Paulo. O passeio, marcado para o dia 29 de setembro de 2013, é aberto a qualquer pessoa interessada, basta fazer a reserva com antecedência, para mais detalhes vá até o site do clube e tire suas dúvidas, lá você encontra o link para fazer sua inscrição.
www.fotoclub.art.br 

"Sabe ou Não Sabe" 29/09/14 jogando nas ruas de São Paulo

“Sabe ou Não Sabe” 29/09/14 jogando nas ruas de São Paulo

Programa é exibido para todo Brasil a partir das 15h

Na tarde desta segunda-feira (29), será exibido na Band mais um programa comandado por André Vascos “Sabe ou Não Sabe”.

No 1º segmento, em Parelheiros, São Paulo/SP, William joga com sua namorada. Eles vão usar o dinheiro do prêmio para pagar a festa do filhinho. Será que os super-heróis decorarão mais uma festa infantil para despertar a…

View On WordPress