auge

Seu cheiro é o empurrãozinho que eu preciso para perder o controle. Basta um toque, um olhar e um sussurro quente no pé do ouvido, para desencadear toda a minha vontade de colar meu corpo no seu e não soltar até chegar no meu limite. Você me ensinou a ter prazer sem contato corporal, me fez entender que a visão e o olfato são o bastante para chegar ao delírio.
—  Roupas desabotoadas. Desiludiste
O que me deixa indefesa são as suas mãos prendendo a minha, é o seu corpo em cima do meu. O que me deixa anestesiada são seus beijos no meu pescoço, é seu cheiro invadindo meus pulmões. O que me faz visitar universos são suas mãos percorrendo o meu corpo, é sua boca falando sacanagens de baixo calão no meu ouvido. Sua voz é a chave das portas do orgasmo. Seu toque é a prova do magnetismo humano. Sua boca macia é a fruta proibida.
—  Roupas desabotoadas. Desiludiste