as03

E então, por não saber mais como expressar o que estou sentindo, eu simplesmente deito minha cabeça no travesseiro e deixo as lágrimas rolarem pelo meu rosto.

#as03

Confissões da madrugada

Preciso ver você, antes que eu esqueça como é sentir as suas mãos segurando as minhas… antes que eu esqueça o sabor dos seus beijos… antes que se dissipe a chama que está acesa em meu coração.
Preciso ver você, antes que eu esqueça o quanto você está me fazendo bem.

#as03

É muita gente desejando que dê errado, contra apenas duas pessoas querendo que dê certo… Não sei porque as pessoas insistem tanto em se meter na vida e no relacionamento dos outros, como se tivessem algum direito de julgar seus atos ou seus sentimentos, e ainda inventar fatos que não existem, apenas para prejudicar… Quero pensar que as pessoas fazem isso na inocência, que não era esse o objetivo delas, mas não consigo imaginar que atitudes assim não tenham um indício de maldade, um traço de veneno… Não sei se é pior as pessoas que ficam fazendo a cabeça de uma, ou o próprio cabeça de vento que se deixa levar por tudo que falam. Acho que não existem mais relacionamentos apenas de duas pessoas. Tudo um dia acaba, tudo acaba dando errado. Mas queria ter tido mais tempo pra nós, para nossos erros e nossos acertos… E se desse errado no final, que fosse por um erro realmente cometido por um de nós, e não apenas por rumores alheios… Mas foi mais fácil terminar o que nem mesmo teve tempo de começar, antes que pudesse chegar ao final… 

—as03

Sejamos laço

Eu e você, de uma hora pra outra viramos “nós”. E mesmo que eu ainda seja eu, e você ainda seja você, agora somos nós. Não um só, não duas metades que se completam… Somos dois corpos inteiros, que funcionam muito bem separados, mas que juntos ficam bem melhores.

Ainda que agora sejamos nós, não quero que o que temos vire um nó. Nó aperta, machuca. Nó é o que você usa pra prender uma coisa bem forte, para que ela não tenha como escapar, não tenha como sair dali.

Quero que sejamos laço. Porque laço embeleza e enfeita um presente maravilhoso que a vida nos deu. Quero que sejamos que nem o laço da garota mais espoleta do parque, que corre e pula enquanto o grande laço vermelho ainda está preso na cabeça dela. A cada pulo da garota, o laço frouxo parece que vai cair no chão e se perder em meio a areia… Mas quando ela sente que o laço está quase caindo, ela vai e puxa as duas pontas de novo, para que ele fique mais firme e mais forte que antes…

Não quero que viremos nó… Sejamos apenas laço …

- as03 

"É assim que é o laço: um abraço no presente, no cabelo,
no vestido, em qualquer coisa onde o faço.
E quando puxo uma ponta, o que é que acontece? Vai escorregando…
devagarzinho, desmancha, desfaz o abraço.

Solta o presente, o cabelo, fica solto no vestido.
E, na fita, que curioso, não faltou nem um pedaço.
Ah! Então, é assim o amor, a amizade.
Tudo que é sentimento. Como um pedaço de fita.

Enrosca, segura um pouquinho, mas pode se desfazer a qualquer hora,
deixando livre as duas bandas do laço.
Por isso é que se diz: laço afetivo, laço de amizade.
E quando alguém briga, então se diz: romperam-se os laços.

E saem as duas partes, igual meus pedaços de fita, sem perder nenhum pedaço.
Então o amor e a amizade são isso…
Não prendem, não escravizam, não apertam, não sufocam.
Porque quando vira nó, já deixou de ser um laço!” 

Mário Quintana

Mas o que diabos você fez comigo?
Que desde aquele beijo, eu não paro de pensar em você. A cada 15 minutos olho no telefone pra ver se tem alguma mensagem sua, mesmo sabendo que você só chega do serviço depois das 22:00.
Por que ficar lembrando do seu rosto me dá esse frio na barriga? Por que me pego sorrindo ao reler mensagens antigas (de ontem) suas?
Você reviveu alguma coisa que estava adormecida em mim. Você me mostrou que a vida é mais do que eu pensava, e confesso, me deixou meio confusa. 
Por que eu fico sentindo os seus lábios nas minhas mãos? A sua barba no meu rosto? Você desperta em mim sensações que não sentia há muito tempo. Sensação de estar viva. De cumplicidade.

#as03

Você é como uma montanha russa.

Na verdade, viver com você é como estar andando de montanha russa. No começo, aquele friozinho gostoso na barriga, que quase faz a gente desistir de subir. Mas a gente sobe mesmo assim. Porque sabe que a viagem vai valer a pena.
Você é como uma montanha russa, que segue em linha reta e de repente dá uma guinada, tão brusca que acaba machucando. Mas a gente continua nela, porque ainda não chegou ao fim.
Você é como uma montanha russa, com seus altos e baixos inconstantes, que deixa a gente enjoada. Mas continuamos nela, pois a surpresa da próxima curva atiça a curiosidade.
Você é como uma montanha russa, que deixa a gente boquiaberta com a sua magnitude, mas também temerosa com a sua falta de segurança.

#as03

E a noite, quando vou dormir, me encolho na cama junto a parede, deixando um espaço livre caso você resolva voltar pra casa.

Mesmo sabendo que você não voltará.

#as03

De repente, você começa a olhar uma pessoa com outros olhos….
De repente, ela parece ser cheia de vida… cheia de fibra… e de personalidade forte
De repente, parece que ela era o que faltava para te dar ânimo
De repente, você tem vontade de dar uma chance pra essa pessoa e arriscar de novo

E então, de repente, ela acaba se mostrando tão covarde e bunda mole quanto todos que você já conheceu…

#as03

Do que você tem tanto medo? Por que tanto medo assim,cara? Por que você pensa tanto nas coisas? Aliás, por que pensa tanto que as coisas vão dar errado? 

Para com isso, não pensa mais em nada. Para, por favor. Eu não aguento escutar você, logo você, falando sobre essas coisas. Você não. Por que você tem tanto medo? Não pense em mais nada não. Só me abraça, e fala que vai ficar tudo bem, como você sempre faz. Para de ter medo, por favor. Não deixa seu medo acabar com o que a gente tem. Por favor… 

Eu também tenho medo. Ah, tenho medo de tanta coisa. Tenho medo de que aconteça algo com minha mãe. Tenho medo de que meus irmãos não voltem da escola. Mas nem por isso eu posso trancá-los todos em casa. É preciso viver, apesar do medo. E eu, tenho medo de tanta coisa. Você me conhece, né? Conhece minhas manias, minha insegurança… É quase um TOC. Verificando três vezes se todas as portas estão trancadas. Abrindo e fechando as janelas pra ver se não tem nada lá. Até pequenas coisas, como dormir com as costas encostadas na parede, deixar a etiqueta da coberta do lado direito do corpo, acender e apagar as luzes pelo menos cinco vezes e verificar o quarto de cabo a rabo. Mas, quando você está comigo, eu esqueço todos esses medos. Não me importa de que lado está a etiqueta da coberta, contanto que você esteja comigo debaixo dela. Quando você está aqui, eu nem mesmo percebo se as luzes estão acesas, ou apagadas. Nem sei se esqueci a porta aberta.

Não. Eu não esqueço de todos os meus medos. Eu tenho medo de outras coisas. Tenho medo de sentir demais a sua falta. Tenho medo de nunca mais achar outro peito onde a minha cabeça se encaixe tão perfeitamente, como um travesseiro feito exclusivamente para mim. Tenho medo de esquecer seu rosto. Tenho medo de nunca mais ouvir você cantar pra mim, porque quando você canta… Nossa, quando você canta, é tão magnifico que eu nem tenho palavras para descrever. É como se o mundo todo parasse, e só existisse a gente naquela bolha, onde tem você cantando pra mim. Quando estou com você, eu me sinto tão infinita, de um jeito que nunca senti antes. Ás vezes eu tenho medo até de que você não sinta o mesmo. Eu sei que esses medos são sem fundamento, porque sei que você está ali. Você sempre está. Então paremos de ter medo. Tá? Por favor, para. Não. Na verdade, não precisa parar de ter medo. Só para de me impedir de tentar te proteger. 

—as03

Fica

Sério que você precisa ir embora agora? Já? Não vai não. Fica mais um pouco. Ainda quero saber como foi sua semana. Fica. Ainda quero te contar como foi minha prova. Fica mais um pouco. Depois a gente pode ir naquela esfiharia da esquina, é, aquela lá que você adora. Fica, vamos assistir um filme. Comprei filmes novos essa semana. Sei que você não gosta de terror, a gente pode assistir alguma comédia. Odeio a dublagem brasileira, mas se você quiser, posso colocar em português. Fica. Só mais um pouco. Deita aqui comigo, na cama ou no tapete da sala, e me ajuda a terminar esse caça-palavras. Fica. Deixa eu te beijar mais uma vez, já que não sei quando vou te ver de novo. Fica aí logo vai. Você pode dormir no sofá da sala. Ou na rede. Ou na minha cama mesmo. Eu deixo até você ficar do lado da parede. Fica. De manhã eu faço aquele ovo mexido com queijo e pão na torradeira,do jeito que você gosta. Fica. Vai ter trem amanhã. Ou você pode ir direto pro serviço. Fica. Eu preciso terminar de ler esse texto, mas gosto de ler deitada no seu peito, enquanto você mexe nos meus cabelos. Fica aí, e me ensina a andar de bicicleta amanhã na praça. Fica aí e amanhã a gente acorda cedo pra subir no Pico. Mas se você não quiser ficar, tudo bem. Eu sei que você só faz o que quer, e sei também que não gosta de ser pressionado. Se você não quiser, não precisa ficar não. Mas eu queria tanto que você ficasse, viu… Além disso, eu quero que você queira ficar. Então fica aí, vai. Só mais um pouco… 

—as03