Eu não quis te magoar, é que eu sou muito da emoção, e nem sempre sigo o meu coração. Faço besteira, enfrento o mundo com esse meu orgulho besta, e quando vejo o que eu fiz, eu choro, e me arrependo. Mas o ruim é que eu não vou poder voltar no tempo para consertar minhas burradas, meus deslizes.
—  O diário de Arabella.