ameeeeeeeeeeeeei

- E o que serás de mim agora? - recitava ele o seu poema nada romântico e sem nenhuma rima.
- Larga de ser besta e vem aqui logo Bernardo.
- Eu aqui, todo romântico e você tirando sarro da minha cara, não tem como, hoje em dia as pessoas não são mais românticas, te contar … - O calei com um beijo, pois esse era o único modo de o fazer ficar quieto.
- Mas além de tudo é ladrona …
- Ladrona? Por que?
- Fica me roubando beijos.
- Desculpa, não farei mais isso. - Disse saindo de perto dele.
- Volta aqui - Ele me puxou, tentando me beijar.
- Não não - Disse me afastando - Á partir de hoje, só beijo no rosto, e pagada na mão, se quiser …
- Meu Deus, como você é ruim. - Disse me deitando no sofá e subindo em cima de mim. - Só um beijinho biazinha … vai …
- Sai ber, nada de beijos. - Me debatia contra seu corpo - Larga mão de ser assanhado.
- Eu não tenho culpa - Disse se aproximando de meu cangote - Eu não consigo ficar longe de você - E então, distribui uma centenas de beijos no mesmo local, não vou mentir, eu e ber nunca chegamos nos … finalmente, eu nunca deixei pra ser mais clara, mas quando ele me beijava ali … bem ali, algo mudava.
- Ber … - Dizia agora sem voz - Você sabe que … não dá.
- Bea - Sussurrava contra minha pele.
- Bernardo, pelo amor de Deus. - Disse o empurrando e fazendo com que ele caísse no chão.
- Bea? O que foi?
- Não sei - Entrei em uma espécie de choro, mas não era um choro normal, era um choro sentindo, mas que inferno, por que eu sempre travava aqui?
- Beatriz, o que foi ? Eu fiz alguma coisa? Fala comigo. - Ele me segurava contra seu peito.
- Desculpa …
- Desculpa? Pelo que meu amor?
- Por ser fraca, covarde … por não deixar acontecer.
- Bea, você não é fraca. Não por esse motivo, você é só humana. Você vai sentir medo, mesmo que ache que eu sou a pessoa certa, isso é natural.
- Mas eu não acho, eu tenho certeza, você é a pessoa certa, mas eu … travo.
- Bea, você sabe muito bem que pode falar isso pra mim, eu vou te entender, eu te amo, e um relacionamento não se baseia só em sexo, se você quiser fazer sexo daqui, 20 anos, eu vou esperar esses 20 anos, por que eu te amo, eu não estou com você por causa disso, esqueceu aonde a gente se conheceu? - Disse ele com um sorriso …
- Na padaria.
- Isso, você estava com o pior moletom que existe nesse mundo, seu cabelo ..
- Não … fala do meu cabelo - Disse agora enxugando as lágrimas.
- Tá - ele ri - Se eu tivesse te conhecido em uma festa, ai sim você poderia pensar que eu te quero só pra isso, mas não Bea, eu não pularia da janela do teu quarto se eu não gostasse de você.
- Ber …
- Bea, eu te amo, e se não for a hora, tudo bem, eu entendo.
- Eu te amo tanto. - O abracei forte. - Obrigada.
- Obrigada nada - Ele me tirou do colo dele - Agora vai ter que ouvir meus poemas.
- Ai não!!!! - Gritei, deitando no sofá, e colocando a almofada na cabeça.
- Serás tu Bela adormecia, que desce … Bea o que rima com Bela adormecida? Bea? Beatriz, fala comigo!!! - Pulou em cima de mim me cutucando. E assim passamos á noite, ele recitando poemas, eu tentando não os ouvir, e nosso amor inundando a sala como de costume.
—  Bernardo você não vai ser poeta, por favor, cala a boca e vem dormi, ah … e não esquece que desligar a tv. - Beatriz com Bernado Marcella Kovacs

" Depois de meses sem entender bem ao certo o que estava acontecendo comigo, eu me vejo livre de qualquer sentimento que perturba mentes, arranca o fôlego, que tira o sono, arranca sorrisos, te faz corar quando ele fala com você, pois é, me vi livre do amor, finalmente, livre de mágoas e decepções, pela primeira vez me sinto bem em andar desacompanhada pelo amor, me fez bem essa tal da solidão, me acostumei fácil, e não ando trocando ela por nada. 
Antes só, do que mal acompanhada, percebi que é melhor ser feliz sozinha, do que triste e acompanhada. O amor finalmente, me deixou. 

Dormir agarradinho, com a cabeça dela no peito.
Pegar ela no colo e rodar ela até os dois ficarem tontos.
Dar risada até a barriga doer.
Obrigar ela a jogar video game, mesmo ela não querendo, ali esta ela, só pra te fazer feliz.
Passar sorvete um volta da boca dela e lamber, hm. Uns vão achar nojento, eu prefiro chamar de carinho, amor.
Brincar de guerrinha de travesseiro com ela.
Levar café da manhã na cama pra ela.
Dar um beijo na testa dela depois que ela acordar …
Porra, são coisas simples, mas que me deixam muito feliz sabe ? E esse tipo de felicidade só dá pra ser compartilhada a dois.
—  Depoimento de um menino. (via myallstarworn)