Seguidores-de-Set

OS SEGUIDORES DE SET (Na Idade das Trevas)

Existem poucos vampiros que voluntariamente dariam hospitalidade para um Seguidor de Set, e por um bom motivo. Os Setitas, como eles se chamam, são servos da encarnação das trevas e da corrupção. O maior objetivo do clã é corromper a ética da humanidade e dos Cainitas, criando uma fartura de escravos para eles e seu mestre sombrio. As lendas nomeiam Set, ou algumas vezes Sutekh, como o fundador do clã. No Egito Antigo, ou assim eles dizem, Set era um grande guerreiro e caçador. Ele vagava pelas noites do deserto como uma fera e tornou-se adorado pelos mortais como o deus da noite. Ele aceitava essa adoração e desfrutava do respeito dos colegas Cainitas. Mas eventualmente ele foi expulso. Aqui as histórias se tornam confusas; alguns dizem que Osíris baniu Set, outros afirmam que Hórus o derrotou. De qualquer forma, Set jurou restabelecer seu reino, mas desta vez um reinado das trevas. Seguindo suas pegadas estão suas crianças da noite.

Set desapareceu em 33 D.C., prometendo retornar algum dia para seus seguidores. Os Setitas portanto trabalham para fazer do mundo um local adequado para o retorno do seu mestre. Até agora, eles têm desfrutado de um sucesso moderado. Eles aprovam a doença desenfreada e o desequilíbrio de riqueza; quando mais infeliz alguém estiver, mais provavelmente ela irá agarrar qualquer chance de melhorar sua condição.

Os Setitas trabalham de forma maliciosa. Eles acreditam que a melhor maneira de corromper alguém é dar àquela pessoa exatamente o que ela deseja, e observar o desejo gerar um desejo ainda mais forte. Eles proporcionam o êxtase e a indulgência em seus bandos, sempre encorajando o excesso, silenciosamente viciando suas presas nos prazeres que apenas os Setitas podem proporcionar. Pobre do Escravo cujo Regente é um Setita, ou qualquer um preso em suas armadilhas de mel. Os Seguidores de Set fazem o que fazem devido a um zelo religioso, e portanto podem ser ainda mais impiedosos que os inumanos Tzmisce.

Alcunha: Serpentes

Aparência: A maioria dos Setitas vê do Oriente Médio ou do Norte da África; contudo alguns aparecem nos lugares mais inesperados. Cabelos vermelhos são valorizados como uma marca de Set. Muitos dos Seguidores vestem arcaicos mantos neo-egípcios quando estão na privacidade dos seus refúgios. Desfiguramento ritualístico é popular dentre os Setitas mais zelosos, apesar da natureza destes variar entre os indivíduos.

             

Refúgio: Os Setitas preferem esconderijos subterrâneos: cavernas, grotas ou oubliettes são igualmente populares. Eles gostam de decorar as paredes desses refúgios com hieróglifos egípcios detalhando a história de Set. Tecidos raros e incensos também são populares entre os Setitas, que gostam de se gabar de sua decadência. Eles chamam seus refúgios de templos, e frequentemente os colocam sob ou próximos ao centro de qualquer culto que estejam controlando.

Antecedentes: Os Seguidores de Set frequentemente escolhem neófitos dentre seus próprios lacaios. Eles tendem a selecionar apenas aqueles de ascendência egípcia, mas alguns dizem que os saqueadores Vikings que fizeram ataques mais distantes capturaram Setitas e os levaram de volta até o Norte. Esses rumores, e os de Cainitas no Norte prestando culto à Serpente Midgard atrás de ritos decadentes, ainda precisam ser provados.

Criação do Personagem: Os Setitas, particularmente aqueles na Europa Ocidental, tendem a ter conceitos de forasteiros. Possíveis Naturezas incluem Tirano, Ladrão ou Monstro; seu Comportamento pode ser qualquer um quer que seja apropriado. Eles tendem a ter Atributos Sociais e Talentos como primários. A maioria tem os Antecedentes Lacaios, assim como Contatos, Rebanho ou Influência. Os Setitas fiéis seguem o Caminho de Tífon.

Disciplina do Clã: Ofuscação, Presença, Serpentis

Fraquezas: Setitas são muito suscetíveis à luz solar. Dobre os dados para dano de qualquer exposição ao sol.

Organização: Grupos Setitas se organizam em templos e têm uma forma de hierarquia eclesiástica passada pelos primeiros sacerdotes de Set. Eles frequentemente formam pequenos cultos de seguidores mortais, com eles próprios como o clero negro. Existem algumas punhaladas pelas costas e traições dentro das fileiras, mas apenas enquanto nenhuma força externa ameaça o clã.

Mote: Ah, não diga mais nada, meu amigo. Nenhuma palavra é necessária. Você tem fome – eu posso saciar você. Você tem sede – eu posso aplacar essa sede. Por favor, me siga.