1acba

Quando os adultos dizem: “Os adolescentes se acham invencíveis”, com aquele sorriso malicioso e idiota estampado na cara, eles não sabem o quanto estão certos. Não devemos perder a esperança, pois jamais seremos irremediavelmente feridos. Pensamos que somos invencíveis porque realmente somos. Não nascemos, nem morremos. Como toda energia, nós simplesmente mudamos de forma, de tamanho e de manifestação. Os adultos se esquecem disso quando envelhecem. Ficam com medo de perder e de fracassar.
—  Quem é você, Alasca?

São tantas lágrimas, tantas decepções. Poderia-se até colecionar isso. Na verdade até coleciona. Nada mais faz sentido, tudo se torna mágoa. Parece que ninguém mais se importa, que ninguém mais liga, e nem quer saber o que está acontecendo. Ninguém percebe o quanto está diferente. Não deveria estar assim, mas com tanta coisa acontecendo, não havia outra solução a não ser mudar. Está um tanto melhor, melhor pra si mesma, e talvez uma mudança não tão boa para os outros. Não se sente bem a todo tempo, na verdade em boa parte do tempo está triste, está de certa forma depressiva. Chora e sente vontade gritar antes de dormir. Pois aqueles pensamentos que fazem tão mal, são os que nunca saem de sua cabeça. Há uma bela confusão dentro de si. Não sabe mais nem o está sentindo, mas sabe que na maioria das vezes é dor. Ou até mesmo um vazio. Esse vazio lhe tortura. Por que tem sempre que ser preenchido com coisas ruins? Por que não é preenchido com amor e carinho? Já que é tudo que precisa. Não sabe mais em quem confiar, não sabe pra quem dizer o que sente. Talvez devesse se calar mesmo. Só queria alguém que não ferisse seus sentimentos, que realmente se importasse com eles. Queria alguém que lhe desse carinho. Alguém que lhe fizesse se sentir viva novamente. Que lhe arrancasse um sorriso sincero, e que a deixasse feliz. O que é bem difícil nesse mundo, nesse mundo frio. Ultimamente está se encaixando perfeitamente nele. Fria como o gelo, mas que as vezes derrete. Amarga como um café sem açúcar, que praticamente ninguém gosta. Anda sentindo falta de si. Do que era antes. Mas está se virando melhor agora. Não está se importando se os outros gostam ou não, assim não se machuca. É complicado, mas com o tempo dá pra se acostuma com esse novo jeito. Agora há novas metas em sua vida e uma delas é chorar menos por pessoas que não se importam. Quer criar uma nova coleção, dessa vez uma de sorrisos sinceros. —- b-reatheless

De repente, eu me via pensando em você. Eu me lembrava de como você é, lembrava do seu sorriso, do seu olhar, do seu jeito. Eu lembrava da maneira como você me irritava e de como me fazia sorrir. É incrível, eu lembro claramente da primeira vez que falei com você. Lembro das nossas conversas, guardei cada uma. Lembro das idiotices, e das conversas sem sentido. Lembro das vezes em que eu menti pra você dizendo que estava bem, apenas por querer continuar vendo o sorriso em seu rosto. É eu lembro de tudo. Mas tem algo me incomodando e é o fato de estarmos de certa forma distantes. Eu não te vejo mais com tanta frequencia. E saudade está apertando, está me sufocando aqui dentro. É um nó na garganta, uma vontade imensa de chorar e de gritar. Eu preciso te ver. Eu olho a minha volta e você não esta por perto, meus olhos se enchem de lágrimas, mas eu ainda sorrio. Você faz tanta falta. Minha vida sem você seria um nada, um vazio. Eu preciso de ti a cada segundo. É confuso, é complicado dizer o que eu sinto e se tratando de ti fica mais difícil. Principalmente porque não estás aqui. Dói tanto não poder te ver. Dói tanto quando você me diz que não está bem e não estou por perto pra te ajudar. Dói tanto não ver o teu sorriso. Dói tanto não te ter por perto. Eu me sinto tão só longe de ti. E como se faltasse uma parte de mim, e na verdade falta, falta você. Eu ainda não me acostumei com essa ausência toda e nem quero me acostumar. O que eu quero é te ter comigo a todo tempo. Não sabe o quanto eu sinto tua falta. Cada dia sem você é como se fosse um ano. Já chorei tanto pela tua falta, mas eu também sorri, sorri muito ao lembrar de tudo o que fizemos. Tudo valeu a pena, cada leseira, cada conversa, cada discussão, cada momento. Por vezes eu me sinto sem uma parte da minha vida. Eu não sei mais pra quem ficar dizendo as minhas idiotices. Não sei com quem conversar, nem pra isso tenho vontade mais. Eu me sinto perdida, totalmente sem rumo. E sabe, eu tenho medo. Medo de que esse distanciamento nos atrapalhe de alguma forma. E se você encontrar alguém mais legal? Alguém melhor? Alguém mais engraçado? Alguém que te trate melhor? Alguém mais bonito? Não é difícil encontrar alguém assim. Eu nunca me sinto suficiente, mas procuro melhorar. Eu procuro ser sempre o melhor pra ti. Procuro não te machucar. Por você eu deixaria toda a minha dor de lado, esqueceria o meu mundo, apenas pra te ver sorrir. Não me importaria em passar vergonha se isso fosse pra te ver rindo. Não seria capaz deixar uma lágrima rolar no seu rosto, e se fiz isso por favor me perdoe. Não suportaria te perder. Não conseguiria passar um ano sem te ver. E seria possível amar tanto alguém assim? Se não seria, acho que alcancei o impossível. És meu para sempre, és meu melhor amigo para sempre. Não importa o que digam, não importa o que aconteça, eu não te deixarei, não te abandonarei. Nos momentos difíceis, procure por mim eu farei o possível e o impossível pra te ajudar. Eu amo você, amo bem mais do que podes imaginar e bem mais do que podes sentir. Não sabes o quanto és meu. Meu chato. Meu garoto irritante. Meu perfeito, ou talvez imperfeito, mas não importa. O que importa é o quanto você é meu. Por favor, não esqueças disto meu amor. —— b-reatheless for my best friend

Mas que bela confusão é essa garota. As vezes esta mais que certa sobre o que quer, mas muitas vezes não tem nem idéia. Ri até doer e depois de alguns minutos fica séria. Se complica sozinha. Fala rápido demais e não gosta de repetir as coisas. Ama irritar os outros, ficar perturbando. Ela se diverte com isso. Fala sozinha, ri sozinha. Na verdade ri até do vento. Não tem idade definida. Age como uma criança. Faz birra. Chora por tudo. E é uma criança bem carente por sinal. Gosta de abraços longos, de abraços apertados, de abraços sinceros. Gosta de beijo na testa. Gosta de quando fazem ela se sentir segura, se sentir amada, se sentir protegida. Gosta de apelidos fofos, gosta de ser chamada de ‘minha’. Mas ela tem suas falhas, tem seus problemas, tem seus momentos ruins, os momentos de loucura, e aqueles de pura alegria, pra esconder aquela vontade chorar. Se sente sozinha, até no meio de uma multidão. Também não queira defini-la, hoje ela é menina, amanhã garota e depois mulher. Hoje ela te ama e,talvez amanhã ela decida que não quer mais ver sua cara. Porque ela é tudo em excesso, ama, chora, grita, sorri. E por ser demais, ela tem de menos.                   —— b-reatheless and garota-cicatrizes

Eu não sei como vai ser sem você por perto. Não sei como vai ser sem alguém para me fazer rir quando eu estiver triste. Quem vai ser o meu motivo para sorrir quando eu quiser chorar? Quem vai ficar perto de mim quando todos me abandonarem? Quem vai rir comigo? Quem vai escutar musica comigo? Lembra que você sempre fazia isso? Eu queria que continuasse assim, mas a vida, o destino resolveu que iríamos nos distanciar. E está doendo tanto. Eu vou olhar ao meu redor e não te ver aqui. Vou sorrir e dizer que estou bem, mesmo estando com lágrimas prestes a cair por causa da falta que você fará. Sei que a distancia só será um detalhe pois nossa amizade é muito forte, mas a falta de você vai me deixar preocupada, triste, com medo. Eu preciso tanto de você. Preciso tanto do seu sorriso. Estou sentindo sua falta, falta da sua voz, falta da sua risada, falta do seu jeito, falta dos xingamentos, falta dos beliscões, falta das mordidas, falta de você me irritando, e falta até mesmo das brigas. Sabe, eu choro por tudo. E agora tenho um motivo imenso. De verdade, não dá. Não dá pra ficar sem você. Você foi a melhor coisa que me aconteceu. Eu me apeguei tanto e agora te ver distante é uma tortura. Você não tem idéia do quanto eu amo você, do quanto eu preciso de você aqui bem perto. Não estou acostumada a ficar longe de quem eu amo, e não vou me acostumar a ficar longe do você. Você é tão incrível, é tão perfeito, é tão meu. Mas promete pra mim que você não vai me esquecer? Que você não vai me trocar, não vai me deixar de lado e nem me abandonar? Que não vai desistir de mim na primeira oportunidade? Por favor, você é uma das razões pela qual eu sorrio. Pela qual eu sinto vontade de continuar. Eu jamais te deixaria. Nunca desistiria de você. Existem músicas que me fazem lembrar de você. Algumas alegres e outras bem tristes. Me fazem pensar o quanto você me faz bem, mas eu lembro que não está aqui comigo, logo tenho motivos para chorar. Não se passou pela minha mente em nenhum momento que iria ser assim, tão doloroso. Nunca se esqueça que sempre vai existir alguém que quer te ver sorrir, que não iria suportar ver uma lágrima rolar pelo seu rosto. Que sempre vai arranjar um motivo pra te deixar feliz. Que vai fazer de tudo por ti. Que te ama incondicionalmente. E nada vai mudar isso, nem mesmo você. Eu te amo, amo para sempre. O meu para sempre não é ‘enquanto durar’ eu sei bem o que significa para sempre e o que significa ‘eu te amo’, sim eu sei. Amo tanto você meu amor, meu melhor amigo. Não esquece disso, por favor.

—- b-reatheless for in-the-mourniing

Dor. Dores. Esses dias elas estão um tanto agitadas. Às vezes se anestesiam, parece até que sumiram, mas tem tem dias em que elas vem com toda sua força para cima mim. E me resta chorar, mesmo sabendo que isso não vai resolver, ainda assim eu choro. Abraço o meu travesseiro como se estivesse abraçando um amigo. Aperto ele com força e as minha lágrimas caem sobre ele. Queria que isso passasse. Queria me acalmar. Me sinto nervosa, preocupada, deslocada. Para onde estão indo meus pensamentos? E essa confusão com os meus sentimentos? Não consigo me encontrar. Tão perdida. Difícil está sendo me controlar. Controlar minha vontade de chorar. Mas mesmo sendo difícil eu consigo e ainda sorrio. Sim, sorrio. E isso dificilmente alguém tira de mim, o meu sorriso. Mesmo estando caindo aos pedaços eu continuo lá, de pé, sorrindo. Sendo forte. —- b-reatheless

Ela se olhava no espelho e só via uma menina vazia. Sem forças, sem sentimentos. Amarga, fria e confusa. Tão pálida e gélida. Sem saber o que fazer. Sem saber como sorrir. Ela sentiu raiva de si mesma, e ao mesmo tempo a tal tristeza rodeava seu coração. Seus olhos se encheram de lágrimas tão rapidamente. Sem pensar, apenas por um forte impulso socou aquele espelho, que se fez em vários pedaços, caindo ao chão. Ela chorava, gritava. Estava desesperada, com os nervos a flor da pele. Nada mais valia a pena. Parecia que sua vida já estava acabada. Ela vivia se perguntar, por onde será que andavam aqueles que diziam estar com ela nos piores momentos? Simplesmente se foram, assim sem dar motivos. Se cansaram dela como todos os outros. Falsas palavras, falsas promessas. E hoje ela tem que ir levando a vida com falsos sorrisos. Aqueles sorrisos amarelados e sem vida. Um olhar entristecido. Seu coração já estava cheio de mágoas e tristezas. Por fora tão forte e dura, mas por dentro tão frágil e totalmente quebrada. Se sentindo abandonada. Respirou fundo, parou, pensou e viu uma foto bem pequena jogada ao chão. Havia uma menina pequenininha naquela foto, e ela tinha um sorriso lindo, que contagiava cada um dos que viam ele. Olhando atentamente para a foto ela ficava a pensar aonde será que aquela pequena menina se escondia dentro dela. Talvez estivesse em um cantinho, bem encolhida. Olhava para cima tentando se conter e não chorar novamente, olhava para todos os cantos. Seu quarto já estava um bagunça total, assim como a sua vida. Havia um caco do espelho ao seu lado, ela o pegou e se olhou. Via aqueles olhos já inchados de tanto chorar, não tinham o mesmo brilho de antes. De uma forma seca ela levantou e forçou um sorriso, o melhor que ela pôde fazer. Tentava novamente resgatar todas as suas forças. Ela se fechou, trancou o seu coração pra ninguém mais machucar. E se algo fosse entrar, que fosse coisas as quais ela tinha a total certeza que não lhe faria mal algum. Dessa vez ela iria mostrar a todos, que mesmo estando acabada por dentro, ela iria sorrir e não iria se abalar com qualquer critica. Mais forte, mais fria, mais precisa, mais protegida e mais ela mesma. —- b-reatheless

Engraçado, não? 'Eu te amo' é uma frase tão simples, tão curta, mas que carrega um valor e um sentimento imenso. É tão fácil dizer, quando não realmente está sentindo. Você consegue dizer com tanta facilidade, como se fosse uma frase qualquer. Mas experimente sentir, você verá essa pequena frase tem um significado enorme. Parece até que a voz some. Você não conseguirá dizer isso com tanta facilidade, por causa do medo. Quer saber qual medo? Medo de não ser correspondido, medo da resposta, medo da rejeição. Pois dói muito amar sozinho, amar por dois. Fica tudo uma confusão. Uma complicada e simples confusão. —- b-reatheless

Menina impaciente, complicada e perdida. Não sabe o que quer, tão indecisa. Se sente sozinha a todo momento, que sempre alguém por perto, tão carente. Presta atenção nos mínimos detalhes, pensam que é um tanto boba, se enganam pois é muito esperta. Tem medo tão bobos, mas que para ela parecem monstros. Tão sorridente, apenas há uma dúvida. Ela sorri por que está feliz ou pra esconder seus sentimentos, dores e mágoas? Ela ama pessoas engraçadas, divertidas, que a fazem sorrir de verdade sem se preocupar com o que vai acontecer. Ela é inacreditável. Também é orgulhosa, não muda por que alguém disse que ela estava esquisita. É tão difícil de se conviver com ela e deve ser por isso que a trocam com facilidade, a esquecem, simplesmente agem como se ela não possuísse sentimentos. Se você tiver a oportunidade de conhecê-la nunca se esqueça que ela também é humana, ela também comete erros. Se preocupe se ela se calar com você. Não precisa ficar dizendo que ela é fria e amarga demais, isso a machuca. E se ela é assim é porque precisa. Não deixe ela criar expectativas se você for deixá-la de lado. Te peço que não machuque seu coração, ela é forte, mas nem tanto quanto diz. Também é frágil como o vidro. Não faça ela acreditar que você irá amá-la incondicionalmente se for deixá-la na primeira oportunidade. Mas se seus sentimentos forem verdadeiros, por favor, diga a ela, demonstre. Ela precisa saber que ainda existe alguém que se importa, que existe alguém que a ama. —- breatheless

"Oi, tudo bem?" Sempre respondemos com um ‘Sim’, mas por que? Já que nem sempre estamos bem. Será que é medo? Medo de confiar a uma pessoa o que você está sentindo. Ou pode ser que algumas pessoas nem ao menos mereçam ouvir e nem saber dos seus sentimentos. Às vezes um amigo seu lhe faz esta pergunta, mas mesmo não estando bem você diz ‘sim’. Não quer que ele saiba pois irá ficar preocupado. Não importa o que aconteça, você sempre diz que está bem. Saí por aí com um sorriso falso no rosto, com os sentimentos feridos, machucado… E mesmo assim sorrindo.  —- b-reatheless